ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010
MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

22 janeiro 2018

É mais fácil planejar a vida do que um casamento



Há uns dois anos uma amiga decidiu que iria se casar. O namorado, naquele comodismo masculino, disse que eles não tinham dinheiro, era melhor esperar um pouco, mas ela quis se casar.

Pensou na cerimônia, na festa, no lugar, nas flores, no vestido. E fez as contas, que ficaram bem apertadas. O namorado disse que iria ajudar, se pudesse, mas ele batia o pé insistindo que era ela que queria se casar, então navegava naquele ''se vira''.

Ela tinha só seu salário, morava com os pais e economizou durante um tempo, mas fez um trato com os pais de não colaborar na casa durante os dois anos, e eles aceitaram.

Uma vez fui com ela a uma rua de comércio popular, porque ela procurava velas e arranjos de mesa. Em cada lugar que entrávamos a cabeça dela começava a funcionar, dizia em voz alta ''são tantas mesas, tantas colunas para as flores, e tal'', fazia contas e resolvia tudo na hora.

Ela tanto procurou que achou um salão de festas gratuito, na verdade era de um parente, que tinha comprado um apartamento em um prédio quase vazio e emprestou o salão para seu casamento.

Quando eu vi as planilhas que ela tinha feito comentei que deveria fazer uma faculdade ou curso de contabilidade, porque era tudo muito organizado. Ela olhou, suspirou e disse:

-Vontade eu tenho é de uma faculdade, queria fazer administração.

E por que não faz?

-Porque ficaria pesado pagar, e se fosse uma pública teria que fazer um cursinho, agora com o casamento não posso nem sonhar com isso, mas talvez depois.

Em dois anos planejando o casamento aconteceram mil coisas. O pai ficou doente e isso exigiu driblar os gastos e tirar um pouco do dinheiro que tinha guardado. O país entrou em crise, o namorado perdeu o emprego. E ela ali, fazendo suas contas, mantendo em pé o sonho do casamento, sem mudar as datas.

Não sei quantas pessoas a aconselharam a adiar o casamento, esperar a poeira abaixar, mas ela alegava que já tinha jogado o barco no mar e agora daria mais trabalho cancelar tudo.

E passou dois anos no lápis. Fez tudo sozinha, seguindo conselhos que achava no Google. Procurou a igreja, conseguiu um buffet, economizou para as bebidas, e até sua avó entrou na roda, costurando o vestido.

Minha única reserva nesse assunto era vê-la tão envolvida e o namorado em postura neutra. Mas a mãe dela me convenceu de que o sonho era da moça, e sonhos se vivem sozinhos, não embarcamos ninguém neles. Se para ela era importante ter sua festa e estava lutando por isso, bom, que fosse feliz.

E há três semanas aconteceu a festa, os dois anos passaram voando, e o dia chegou. E tudo foi perfeito, a igreja estava linda, com umas flores pequenas e bem iluminada, o salão era bem localizado, fácil de chegar e a comida estava maravilhosa. Tudo foi feito como ela queria, simples, mas de maneira elegante.

O padrinho deu uma viagem de lua-de-mel, e dias depois que ela voltou, a encontrei. Conversamos muito e acabamos caindo no assunto da faculdade, bom, se já casou, tudo está pago, por que não pensar em um curso, um sonho dela? E ela me respondeu:

-Tem uma hora na vida que somos obrigados a aceitar nossos limites. Eu sou boa em vendas, mas não tenho a capacidade intelectual que uma faculdade exige.

E que capacidade seria essa?

-Não sou ''tão'' inteligente.

E quem disse que faculdades são celeiros de pessoas inteligentes? Muito pelo contrário, é tão raro inteligência ali dentro que quando aparece uma mente brilhante se destaca logo. Faculdades são como qualquer lugar no mundo, se focar e estudar, consegue, tudo está desenhado para a mente humana, não existem grades curriculares ali feitas por alienígenas.

E ela continuou....

-Mas não sei se conseguiria ficar lá dentro os três, quatro anos que se precisa, não sei se poderia me comprometer.

Mas não se comprometeu com um casamento durante dois anos? Qual a diferença? Foca e vai.

Por que mulheres acreditam nisso? Que podem organizar um casamento com uma perfeição inglesa e orçamento brasileiro, mas não conseguem terminar uma faculdade ou passar em um vestibular?

Isso acontece porque nos fizeram acreditar na coisa errada, dá a impressão que todas as mulheres podem planejar um casamento perfeito, mas não podem passar em um vestibular!

Precisamos sair dessa egrégora, que nos segura, nos faz pensar que somos desenhadas apenas para planejar e viver casamentos como o evento mais importante de nossas vidas, quando na verdade não são mais.

Chega de pensar que somos as rainhas do planejamento de bodas, mas incapazes de fazer nossa vida correr em uma direção melhor.

E a grande diferença está na frente de todas, casamentos acabam, não dão em nada, mas diplomas ficam, alegria de ter vencido outra etapa fica.

Quem planeja um casamento pode planejar uma vida melhor, sempre. E sem homem por perto enchendo o saco.


Iara De Dupont

2 comentários:

Anônimo disse...

Olá, Iara! Feliz 2018!
É aquela antiga história: "para ser feliz preciso me casar..." Ainda muitas de nós (e eu digo muitas!) têm "tatuada" na alma a obrigação do casamento. Por isso muitas de nós ainda movem verdadeiras "montanhas" para ter este "sonho" realizado (o melhor: expectativa social cumprida). É uma pena, pois os piores casamentos são na sua grande maioria de mulheres que acham que sem um casamento não "vivem". E mais, muitas delas são as mais amargas, preconceituosas e infelizes também. Poxa, vamos ser mais felizes, nos cobrar menos, fazer mais pela gente mesmo... Torço que sua amiga seja muito feliz e que o "príncipe" que ela escolheu não vire logo um "sapo" e desejo também que ela se descubra como mulher sábia, linda (todas nós somos, todas!), independente e merecedora de realizar todos os verdadeiros sonhos ( não aqueles que vêm da sociedade, da família, mas aqueles que vêm de dentro dela, da alma). Como sempre, Iarinha, ótimo post!Mônica

Anônimo disse...

Eu não consigo entender isso... Ela querer casar, tudo bem, vá lá, mas O CARA NÃO ESTAR NEM AÍ E A PESSOA INSISTIR? Porque casamento é de dois. Se um não tá nem aí agora, imagina depois...

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...