ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

15 maio 2016

O ciclo da vida e eu fazendo ''onda''


Intimidade é uma coisa estranha, você conhece a pessoa desde que nasceu e ela pensa que pode dizer o que quiser, porque tem intimidade!

Algumas amigas da minha mãe são assim, pensam que apenas porque me carregaram no colo podem falar sobre minha vida e várias vezes já me puxaram a um canto para dar sua opinião.

A mais recente opinião não é novidade para mim, minha mãe está preocupada com meu futuro, ela não me diz de maneira clara, mas a atormenta o fato de eu não querer me casar, ela tem medo de que eu morra sozinha, então uma amiga dela veio me dizer:

-Você sabe que tua mãe está preocupada. Ela tinha se animado um pouco com esse Romeu que apareceu, como era dos antigos de repente poderia te convencer a se casar, mas como não deu em nada ela voltou a se preocupar.

Eu sei disso, sempre que peço para ela rezar me diz que já  reza, pedindo a Deus que me mande um Romeu para casar.

-Você já se perguntou porque algumas coisas são como são e as pessoas não deveriam quebrar as regras?

Tipo se casar?

-É, você faz muita brincadeira, pegou de bandeira, mas já pensou que se casar faz parte do ciclo da vida e você está atropelando isso?

Ciclo da vida?

-Sim, as pessoas nascem, crescem, estudam, trabalham, se casam e têm filhos. Você quer cortar o caminho, o ciclo da vida de todos, e quais serão as consequências? É isso que preocupa tua mãe, que você fique sozinha.

Já falei com ela sobre isso, todas minhas tias se casaram e estão sozinhas, de um jeito ou de outro os homens foram embora e elas ficaram. E solidão com homem ao meu lado eu conheço, sei bem o que é estar sozinha, até quando divido cama.

-Mas você está quebrando um ciclo da vida! Como vai ser teu futuro?

E que garantias o casamento me dá?

-Pelo menos a certeza de viver um etapa sem queimar ela e filhos.

É, não entendo bem isso, não consigo sentir essa segurança que  todas sentem quando pensam em família. Até me casaria se achasse alguém legal, mas me pressionam tanto com isso que peguei raiva e não quero cuidar de homem, acho uma coisa chata.

-Só você pensa isso, só você é a esperta, o resto do mundo está errado....

Está errado em pressionar, sempre falo isso, quem quiser se casar que se case, mas me deixe em paz. E resisto em acreditar que o ciclo de vida de uma mulher é apenas isso, casar e procriar.

-É uma fase Iara, tem que ser vivida!

Mas por quê tem que?

-Porque é assim com todas, é um ciclo, nós nos apaixonamos e fazemos tudo isso, é natural, o meu preocupa é tua obsessão em cortar caminhos, desviar da estrada, querer as coisas do teu jeito, qual vai ser o preço disso?

Tudo tem preço nessa vida, se eu estivesse casada e com filhos, também pagaria um preço.

-É isso que eu te digo, você pagaria um preço, mas pelo certo, já a tua decisão de não querer casar é pagar um preço incerto e tua mãe está preocupada demais, diz que você já passou da idade de ser rebelde, que já está ficando uma ''velha ridícula''.

Ela diz isso mesmo! Mas eu já falei para ela que dei tempo suficiente para que aceitasse que sua filha é estranha mesmo.

-Você não tem medo da solidão?

Não, não tenho, porque já conheço. Quando minha avó morreu Romeu não foi ao velório nem enterro, senti na pele a decisão. Quando a síndrome do pânico voltou, Romeu terminou o namoro. Quando me afundei em depressão, Romeu sumiu. Já caminhei nessas pedras geladas da solidão, sei como se sente e que homem nenhum é garantia de nada. E sei quem esteve ao meu lado, sei quem atendeu o telefone e olha só, não foi Romeu. E já disse para minha mãe, eu não quero me casar, mas não digo que não vá ter um relacionamento longo, não sei porque ela age como se eu tivesse ido pro Tibete e não quisesse mais voltar.

-De um jeito ou de outro você está interrompendo a vida, mudando as estações e isso nunca é bom.

Mas o que é bom de fazer sendo mulher? Nada, tudo leva porrada. E não estou interrompendo nada, apenas levo as coisas como acontecem, se tivesse que casar, as coisas já teriam ido nessa direção, mas como o assunto não me interessa, não perco meu tempo nisso.

-Você não tem medo de se arrepender?

Todos os dias eu tenho medo de muitas coisas, mas esse não me tortura, porque nunca me vi nessa situação, eu nunca estive apaixonada e pensei ''não vou me casar porque é contra minha ideologia'', isso não aconteceu, eu não me casei no começo porque não queria e hoje porque não acredito.

-Mas a natureza tem um ciclo para todos os animais e você está passando por cima dele!

E será que todos os animais vivem o mesmo ciclo? Será que uns não vão e outros ficam?

-Não, vá assistir os programas sobre animais, todos seguem a natureza e seus tempos, só você que está fazendo onda.

Então que seja, o que eu posso fazer?

-Parar para pensar, avaliar tuas escolhas e ver o futuro, agora pode parecer engraçado, mas um dia ter pulado essa fase não vai ser tão divertido.

Já pulei muitas fases e não achei legal, mas pulei por sobrevivência, não por escolha. E estou cansada de que não escutem meu discurso com calma, eu digo, não quero me casar, mas posso mudar de ideia, tudo muda....

-E você acha que tem todo o tempo do mundo?

Sei que não, mas quem sabe dos tempos que têm? E também acredito que existe uma nova geração de mulheres, que querem se casar, querem ter filhos, mas não acham isso a coisa mais incrível do mundo nem tem pressa de viver essas coisas, cada uma tem seu tempo, dentro do ciclo da vida.
E pode parecer bobagem, mas a vida sabe o que faz, se eu me casasse agora e tivesse filhos, seria uma mulher totalmente diferente do que teria sido há dez anos, hoje tenho as coisas mais claras na minha mente. Talvez você e minha mãe estejam sendo míopes em relação ao meu ciclo, só porque não aconteceu na mesma idade que vocês não quer dizer que nunca vá acontecer.

-Mas é você que diz que não quer se casar.....

E não quero mesmo, onde vocês veem um ciclo, eu vejo escravidão, onde vocês querem segurança, eu quero liberdade, onde vocês querem certeza, eu quero escolher o que me parece melhor. E cada uma tem sua definição de ciclos, para mim ciclo é uma coisa pessoal e íntima, Deus sabe do meu. E o destino é generoso com todas, cada história tem suas própias páginas e talvez na minha não está o casamento e isso não me causa nenhum problema, pelo contrário, sempre penso em viver do meu jeito, no meu ciclo, aquele que é diferente de todos, porque cada uma tem o seu, e na minha vida só quero saber de escolhas conscientes, se amanhã resolver me casar é porque naquele momento vou acreditar que isso é bom, não por pensar que não quero ''estar sozinha''. Talvez o ciclo da minha vida foi antecipado e descobri muito cedo a solidão, a distância na mesma cama, o abismo entre os dois caminhos. Sei que casamento, filhos, família, tudo isso desvia a atenção, mas qualquer ser humano sabe disso, no fundo de sua alma, sempre estamos sozinhos.



Iara De Dupont

Um comentário:

Cristina disse...

"Casamento" parte do ciclo natural? Engraçado que eu não vejo elefantes surrando elefantas porque o jantar não está pronto, nem vejo cisnes machos abandonando a fêmea com os filhotes, nunca vi um cachorro transmitir AIDS pra parceira e muito menos coelhos assassinando coelhas porque elas quiseram terminar o relacionamento. Incrível como o ser humano é covarde a ponto de preferir ser vítima todo tipo de humilhação, violência e exploração a pensar que talvez alguma coisa precise mudar mesmo que sempre tenha sido assim. Quer dizer, sempre existiu escravidão, a ilegalidade da escravidão é muito recente na história da humanidade, durante séculos e séculos escravidão foi algo normal, natural e correto; mas as pessoas questionaram e mudaram isso. Só porque algo é antigo não deve ser questionado? Por que então essas senhoras não aceitam mais que seus pais a vendam pra velhos ricos como mercadoria?

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...