ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

24 abril 2016

Síndrome de Shakespeare e os alienígenas


Um amigo veio me avisar que vai se casar em setembro. O parabenizei e comentei sobre os rápidos tempos, conheceu a moça e resolveu se casar com ela em menos de três meses. Amor com velocidade! E ele me disse:

-É amor sim, mas o principal, que me fez ter certeza de que quero estar com ela, é que sei que é humana.

Né? Ainda bem.

-É sério, ela ainda tem o DNA humano, então sei com quem estou lidando.

Fez teste de DNA?

-Não, mas posso garantir pelas atitudes, valores e princípios, ela é humana.
Estou exausto de lidar com os ''misturadinhos'' sabe, me consomem mais energia do que tenho.

Mas como você a encontrou?

-Ah, em uma festa, ela estava com a irmã que estuda com um amigo, aí já viu, todo mundo se falou essa noite e a conheci.

Eu só fico na dúvida, como saber mesmo se é humana? Pelas contas não garanto.

-Estou seguindo a lógica, ela é contraditória, tem empatia pelas desgraças do mundo e não parece indiferente a nada. E não esquece o principal, ela é atrapalhada e sofre da síndrome de Shakespeare, tem toda aquela gama de sentimentos que ele descreve, amor, ódio, ciúme, inveja, raiva, ressentimento, mágoa, vontade de vingança, desejo de se divertir, enfim, ela navega por todos eles e você sabe que os ''misturadinhos'' não conseguem ter a cartela inteira, eles são bem limitados.

É, pode ser.

-Mas lembrei da tua abuelita, que dizia que quando não é um ser humano eles não encostam os pés no chão.

É, minha abuelita dizia isso, que as bruxas contaram para ter cuidados com os ''não-humanos'', elas diziam que eram espécies de fora vestidas com a pele humana e o espírito malvado, vem ao mundo causar dor e se divertir às custas dos outros. Fazem tudo que parece certo, estudam, trabalham, se casam, mas depois começam a fazer coisas estranhas e sempre ruins, muito ruins.

-Engraçado essas história se cruzarem. Eu falo de um ponto de vista biológio, o DNA humano foi alterado, existem estudos que indicam que algo aconteceu no meio do caminho. Dizem que existem 49 raças no planeta Terra, apenas uma é humana, as outras 48 vem de outros planetas e dessas 48 espécies apenas duas querem e trabalham pelo bem da humanidade, então temos nas ruas 46 espécies de alienígenas ou coisa assim, vestidos de seres humanos e barbarizando. Eles se parecem a nós, agem como nós, mas não são humanos. E ainda tem os ''misturadinhos'', aqueles que são fruto de experiências entre alienígenas e humanos, o DNA deles é diferente, metade humano e metade alienígena, mas não importa a combinação, eles não trazem na genética rastros de empatia ou bondade como um ser humano, porque os alienígenas eliminam isso, deixam apenas a parte humana que interessa e essa é quase sempre física, para novas experiências, as percepções da alma eles borram. E tua abuelita tinha razão, eles vem do espaço.

Minha abuelita contava um monte de histórias de homens que vem do ''espaço''. Uma dia quando eu era pequena ela me levou a uma pirâmide e mostrou o desenho ali, e disse:

-Eles vinham de outros planetas.

Meus primos adoravam essas histórias e foram tantas que todos eles são apaixonados pelo assunto, gastam horas falando disso.

E minha abuelita sempre que tinha um problema com alguém, ela dizia:

-Se ele for humano, eu resolvo, caso contrário Deus que tenha clemência de minha alma.


E meu amigo falou:

-Você é uma das poucas pessoas que conheço que não se estressa em saber que o planeta está dominado por uma força negativa, por espécies que querem escravizar e destruir o ser humano.

Não me estresso, pelo contrário, acreditar nisso tem sido minha salvação.
Quando meu caminho se cruzou com a maldade, a pior de todas, a mais sórdida, eu achei que ficaria maluca. Só me salvou a teoria da minha abuelita, pensar que um ser humano nunca faria a outro o que me fizeram, me trouxe consolo pensar que apenas tive o azar de ter dado de cara com monstros que se vestem com a pele humana, coisa de outro mundo, uma espécie podre, sem coração e que desconhece Deus.

Muitas vezes vejo coisas horríveis e penso ''uma pessoa nunca faria isso'' e meu coração se tranquiliza, porque realmente acredito que só monstros seriam capazes de cometer alguns atos. Está na Bíblia que o ser humano é feito a semelhança de Deus e ele não tem um lado cruel e maldito, Deus não é assim, por isso acredito na minha abuelita, ela dizia que tem muita gente ocupando espaço neste mundo e nem são daqui!
E as bruxas a ensinaram a identificar quando alguém não é daqui, é só ficar olhando para os pés, porque não encostam o chão.

-Ainda não consigo fazer isso.

Uma vez minha abuelita contou sobre uma vizinha, diz que ela batia na filha, jogava água quente na menina e naquela época não tinha ''direitos da criança'', ninguém podia se meter e a mulher abria a porta de sua casa segurando uma arma, as pessoas tinham medo dela.
Um dia minha abuelita estava pendurado roupa quando via essa vizinha passar, a roupa da minha abuelita caiu no chão e a recolher ela percebeu que a vizinha caminhava sem saltar umas pedras que tinham no caminho, passava por elas como se não existissem, então minha abuelita percebeu que os pés da vizinha não encostavam no chão.

-Sabe com quem eu discuti muito sobre isso e pensei que iria me internar? O irmão da Mariana, porque ele é psiquiatra.

Eu sei! Uma vez alguém comentou alguma coisa e ele disse que era uma estupidez pensar que psicopatas são alienígenas! Disse que psicopatas são doentes! Essa parte foi engraçada! Dei muita risada com tudo o que ele disse, amo essa fé imutável que os psiquiatras têm no ser humano, achando que podem diagnosticar e que tudo tem cura! 
Sabe de nada, inocente! Se ele conhecesse a crueldade de alguns alienígenas entenderia nosso ponto de vista.
O que se sabe até hoje é que empatia, bondade e amor são características que pertencem aos habitantes do planeta Terra, não tem em outro lugar.

Tem umas teorias que circulam pelo mundo garantindo que o governo americano começou a fazer um monte de negócios com os alienígenas, até que descobriu isso, eles não tem sentimentos nem regras éticas, não se guiam por valores, nem carregam princípios, tudo isso pertence apenas ao ser humano.
Mas você tem certeza que tua namorada é humana?

-Te digo que sim, pela síndrome de Shakespeare, mas não posso garantir se é ou não uma ''misturadinha''.

Putz, misturadinhos são foda! São mais difíceis de identificar do que outra raça. Eu me atrapalho com eles, leva mais tempo saber que não são humanos.

-Não tem de outra, faz as contas, se somos seis bilhões circulando no mundo e 49 espécies, temos que aprender a nos mover e identificá-los de maneira rápida. E não se enrola, misturadinhos não conseguem sentir muitas emoções, fingem o básico e se for um alienígena sem nenhuma mistura, não tem nenhuma emoção. E o choro é um sinal interessante, o choro deles é seco, não tem expressão
E aquilo que tua abuelita dizia para se proteger, ainda vale?

Acho que sim. Ela dizia que o planeta era de Deus e ele não gostava desse turismo alienígena aqui e fazendo tantas maldades, ele se sentia como se sentem as pessoas que moram em lugares cheios de natureza e de repente chegam aqueles turistas sujos e inconsequentes. E as bruxas disseram a ela que os alienígenas tiveram uma briga com Jesus, que tentou correr eles daqui. Então no sufoco, se um alienígena se aproximar, você reza um Pai-Nosso e chama Jesus, que ele vem e resolve. É ''treta'' pessoal dele.

-Só o tempo vai me dizer se minha namorada é humana ou misturadinha.

É, só mesmo, porque você está consciente que mesmo que seja amor, ou paixão, nós não podemos nos misturar com eles, isso altera o futuro da humanidade.

-Mas acho que somos poucos né?

Acredito que sim. E os outros são tantos e quebram tantos corações, que humanos como nós, ficam perdidos. 
Minha abuelita sabia o que dizia, o problema não é lidar com um ser humano e a dor que ele causa, mas com um alienígena e sua maldade, essa que não sabemos nem de onde vem.



Iara De Dupont

2 comentários:

C.Belo disse...

Ah, que teoria linda! Acredito quando vc diz que ela te conforta, é reconfortante mesmo! Mas sei não... Ando mais inclinada a pensar que o ser humano está apodrecido mesmo.

Cristina disse...

O ser humano é sim capaz de muito mal, mas pelo que eu já vi por aí 90% das vezes a maldade humana pode ser contornada ensinando a criança a ser uma boa pessoa. O resto por algum motivo é perverso mesmo. Seria ótimo se pudéssemos descobrir cedo quem são essas pessoas e isolá-las do resto da sociedade. Parece desumano, mas que bem elas farão à humanidade?

Psicopatia não é doença, é deficiência, deficiência justamente na parte do cérebro responsável pela empatia e pela bondade; e deficiência no cérebro não tem cura. Por mais que o psiquiatra queira ter essa esperança, psicopatia é pra sempre. Quem nasceu psicopata morre psicopata - e como psicopatia tem componente genético, melhor que eles não deixem descendentes. Talvez se os psicopatas fossem impedidos de procriar nosso mundo melhorasse em alguns anos.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...