ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

17 abril 2016

Quando alguém te ''varre'' de sua vida......


Desde pequena tenho um defeito que minha mãe já tentou corrigir de todas as maneiras, sem nunca reconhecer que ela faz a mesma coisa, sempre cumprimento de maneira efusiva pessoas que gosto, principalmente se fico um tempo longe. Eu não consigo resistir, sempre me pego beijando e abraçando pessoas que me inspiram carinho.

Com o tempo aprendi a me controlar, sei que nem todos gostam disso, então pergunto antes ''posso te abraçar?'' e se a pessoa autoriza, então eu pulo nela.

Mas quando entrei na vida adulta percebi que isso pode ser mal interpretado e gera uma tensão, principalmente se envolve um homem. Depois que percebi comecei a pedir autorização as namoradas dos meus amigos para abracá-los.

Uma vez eu estava em um grupo de teatro e fiz um grande amigo lá, acabamos ficando, mas não deu em nada. Meses depois o encontrei na estreia de outra peça, mas percebi que estava acompanhado, então me aproximei de maneira discreta e disse ''oi'', e ele respondeu no mesmo tom e logo acrescentou ''ah, que bom te ver, eu mudei de grupo''.
E a conversa terminou ali.

Um ano depois voltamos a nos encontrar em um ensaio, mas o que ele não sabia é que meu coração é metade gelatina, metade pedra, eu não esqueci o ''oi'' gelado que levei dele e fiz questão de ignorar sua presença na sala. Quando o ensaio terminou ele se aproximou e me disse:

-Me desculpe por aquela noite, mas sabe o que é? Eu estava namorando e nós, homens, quando namoramos, ou pelo menos no começo do namoro, temos que ''varrer'' nosso passado para evitar problemas.

Que passado? A gente nunca namorou!

-É, mas vai explicar isso para uma nova namorada.

Naquela época eu acreditava que as loucas eram as mulheres, hoje sei que os malucos são os homens, os cagões.

Cansei de ser ''varrida'' da vida de amigos até que os namoros deles pegassem cor e eu pudesse me aproximar. Aconteceu tantas vezes e ainda acontece, já me acostumei.

Tenho um amigo há anos e ele me tirou do seu Facebook, me disse que foi ordem da ''Dona Encrenca'', fui olhar e ele tinha varrido todas as amigas, inclusive as lésbicas, o que me chamou demais a atenção, nossa, então a namorada dele vê uma amiga casada com outra mulher, com filhos e acha que ela está no Facebook para dar em cima do seu namorado? Enfim......

Nesse sentido tive poucos amigos com culhões, a maioria se rendia ao que eles diziam ser uma ordem da namorada e sumiam com as amigas.

Uma vez um amigo me convidou ao seu aniversário e disse ''Iara, será que você pode trazer um rolo teu? É que minha namorada foi amiga antes, e ela sabe que a gente saiu algumas vezes''.

Só de birra fui à festa sozinha, e percebi que a namorada não estava nem aí para mim, ou seja, foi mais coisa da cabeça do meu amigo.

Mas o problema das ''varridas'' é que nem todas são feitas de maneira diplomática ou elegante.
Já passei por algumas bem difíceis, até que entendi que tudo era teatro para me afastar.

Namorei um ator durante um peça e terminamos, mas ficamos amigos. Um dia ele me convidou para sua estreia e eu fui, no fim me aproximei para cumprimentá-lo e ele estava com a namorada e disse:

-Essa é a Iara, é amiga do meu irmão, a gente trabalhou em uma peça juntos, mas não somos amigos.

Ele disse assim, na lata. Me afastei e não disse nada, mas dois dias depois seu irmão fez aniversário e me convidou para a festa, eu fui, o ator abriu a porta e disse ''nossa, está fazendo o quê aqui, quem te convidou?'', respondi ''teu irmão'', e ele disse ''mas vocês não são tão íntimos assim e a festa é mais de família sabe'', então eu respondi ''tá bom, vou até lá parabenizá-lo e depois ele que me coloque na rua''.

E fui até o aniversariante e me queixei, ele era meu amigo, e falei um monte do seu irmão e ele me puxou pelo braço e disse:

-Porra, Iara, ele só falou aquilo porque a namorada dele está aqui, ele tem que fingir que não tem amizade com nenhuma mulher.

É, são assim de covardes, paciência.

E esses dias aconteceu uma coisa que me fez pensar que essa epidemia de ''varrer'' amizades é uma coisa séria.

Depois de meses levando uma amizade morna com um ex-Romeu ele me liga às duas da manhã, fiquei sem entender se tinha bebido ou se drogado, mas o caso é que ele provocou uma discussão à toa e saiu me ofendendo, sem eira nem beira. Foi direto no meu nervo, ou pelo menos um deles. Não consegui dizer nada, me pegou de surpresa e eu jamais tive nenhuma discussão com ele, então não soube como reagir. Mas meu sexto sentido sentiu a varrida, ele sabia desde que pegou o telefone que iria cortar uma corda, eu percebi a intenção de deixar a mensagem bem clara, na base de ''desapareça da minha vida''.

Fiquei muito chateada e sem entender nada, mas logo conversando com um amigo ele levantou essa teoria de que eu estava sendo ''varrida'' por algum motivo, mesmo que eu não tivesse a remota ideia de qual.

Se passaram uns dias e minha prima veio me dizer, dando risadas, que encontrou Romeu em um bar, com sua ex-namorada colombiana, e quando ele viu minha prima disse a ex-namorada: ''fulana trabalha comigo''.
É verdade, eles trabalham juntos, mas são amigos, se conhecem há anos, desde os tempos que eu namorei Romeu. Minha prima percebeu a situação e se afastou.

No outro dia minha prima apareceu no meu Facebook dizendo horrores, tinha acabado de descobrir que ele a tirou da sua lista. E por quê fez isso? Me pareceu lógico, ele e sua colombiana estão há semanas ensaiando uma reaproximação e ele deve ter decidido varrer todas as mulheres de sua lista.

Romeus são assim, covardes, não critico nenhum em particular porque já passei essa situação com amigos, acho péssimo essa atitude de adolescente, mas o que eu posso fazer?

E não sei de onde vem isso, já cresci e sei que não são as ''doidas'' das mulheres que pedem, pelo menos não sempre, então não sei porque os homens resolvem cortar todas suas amizades.

E não existe santidade da parte deles, eu tenho um amigo que cortou todas as ex-namoradas, me disse isso, eu sobrevivi ao corte porque nunca namoramos e sua namorada gostava de mim, foi o que ele disse. Mas um dia estávamos em um bar e meu amigo me mostrou uma lista secreta no seu celular, tinha guardado o número das mulheres com quem ele poderia eventualmente transar. 


Percebi que isso de ''varrer'' pertence mais a paranoia masculina, são eles que exigem da namorada que ela suma com seus ex-namorados e dizem que vão retribuir, tirando as ex-namoradas de suas listas.

Sofri muito as vezes que fui ''varrida'' porque sou de personalidade sensível e eu nunca varri ninguém da minha vida por ordens de namorado, se varri foi por decisão minha, não de macho.

E apesar de tudo não mudei meu jeito, não consegui. 
Há pouco tempo encontrei um primo que gosto muito com sua namorada, não quis nem saber, pulei nele e enchi de beijos, ele avisou a namorada que ''essa doida é minha prima'', mas vi que a namorada virou a cara e não gostou, paciência.

Minha conclusão é que quem varre amigos de sua vida por ordens de Romeu ou Julieta é alguém que não sabe o valor da amizade e não respeita o compromisso entre amigos, então no fim são pessoas que me fizeram um favor sumindo.

E fica feio montar um teatro para varrer a pessoa, é patético pegar o telefone e inventar uma briga para a pessoa sumir da nossa vida, tudo isso é ridículo, no melhor dos casos é bom sumir em silêncio ou mandar à merda logo de uma vez, sem precisar de namoradas ou namorados dando a ordem. Não tem coisa mais triste no mundo do que passar recibo de fraco, de uma pessoa débil, sem temperamento. 

E ''varrer'' uma pessoa da tua vida só faz ela pensar uma coisa ''eu devia ter te varrido antes''.


Iara De Dupont

2 comentários:

Cristina disse...

Não disse? Homem sempre joga pra cima da mulher as merdas que eles fazem. Depois nós é que somos, paranoicas, neuróticas, loucas, frouxas, fracas e todo esse lixo machista.

Alessandra T. disse...

Adorei o "se a pessoa autoriza, eu pulo nela" (rs).

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...