ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

16 abril 2016

Oi, você é meu novo papai? Tua barba é rosa?


Tenho duas amigas que estão bem preocupadas comigo, pensam que se continuo escrevendo no blog, fazendo áudios e lendo emails vou acabar com muita raiva de homem e nunca mais vou ficar com ninguém.

Elas tentam pensar em todas as possibilidades, mas eu já disse que estou de certa maneira contaminada e fiquei meio assexuada, não vejo mais as coisas como via antes. Mas ao mesmo tempo que acordei para muitas coisas, também descobri grandes amigos e percebi como tive sorte com muitos deles, não é só coisa ruim.

Há muitos anos um namorado da minha prima ficou meu amigo e descobrimos que os dois éramos apaixonados por esoterismo, ele tinha um grupo de amigos, eram cinco e eu cansei de ir na casa dele nos sábados e passava a noite inteira falando sobre pedras, signos, com mais cinco homens e todos eles bebiam e fumavam, menos eu. E nunca, nunca aconteceu nada, jamais se insinuaram, nem se aproximaram, e passei madrugadas ali, nem os pais do rapaz estavam na casa porque viajavam todos os fins de semana e aproveitávamos isso para fazer receitas na cozinha.

Tive muitas situações assim e hoje quando olho para trás tenho certeza de que existem homens legais e decentes.

Então elas comentaram sobre o Raul, um amigo. Uma delas quis saber se eu falo com ele, disse que sim, está na minha lista de whatsapp e falamos de vez em quando. E ela insistiu:

-Tá aí! É uma boa opção!

Pra quê?

-Pra você namorar!

Não dá. O Raul faz aquele jogo, ele acha que é meu ''novo papai'', vive me corrigindo, sempre avisando sobre meus erros. Parece que é legal, mas não é!

-Mas ele corrige o que?

Na Páscoa ele me ligou, e eu tinha esquecido a data, daí respondi  ''ah, é mesmo, hoje é aquele negócio da Páscoa'', na hora ele disse:

-Não é ''aquele negócio da Páscoa'', é a ressurreição de Jesus, caramba Iara, você passa a noite inteira lendo sobre alienígenas e não pode pelo menos dar uma olhada nas histórias da religião católica?

Achei ele um porre.

-E você não pode ser corrigida?

Não assim, me incomoda, sinto aquele tom de professor, de homem superior, e isso tem um nome, se chama ''man explaining'', quando o homem trata a mulher como se fosse um ser inferior, uma criança que precisa de explicações.

-E não dá para falar com ele sobre isso?

Não! Já passei por essa estrada, paguei esse pedágio, no começo parece fofo o homem te corrigir porque quer dizer que prestou atenção no que você disse, mas com o tempo você percebe que ele te considera uma idiota e começa a te tratar cada vez pior! A coisa vai virando, até que um dia ele te chama de imbecil na frente de todos!

-E todos são assim?

Canso de dizer, não existe homem fofo, caramba! Cada um vai manipular de um jeito, mas vai manipular e pronto, e não adianta vir pro meu lado com a barba rosa, dizendo que é feminista e amigo das mulheres!
Tenho todos fichados! A barba rosa não me convence, não me comove e essa ideia de ''eu só quis te ajudar'', sei bem onde dá!

-Você adoraria o vizinho da Rafaela, é um brutamontes idiota e mal educado, é isso que você quer?

Cara, o nome dele é Benjamim, e ele é ótimo! Uma vez fiquei conversando com ele, enquanto a Rafaela chegava e achei ele engraçado! É homem sabe? Falou na minha cara que é um babaca e não tem tempo de ''fingir ser legal'', que adora morar ao lado da Rafaela porque a casa dela vive cheia de ''feministas gostosas'', e que é uma causa perdida, mas ele prefere dizer que acha tudo uma merda do que fingir que teve as bolas cortadas!
Gostei dele na hora, porque é um idiota assumindo que é um idiota, sem mentiras. Esse é o truque na vida, não importa se a pessoa é um lixo ou não, mas que não engane ninguém e não fique mentindo. 
Ele tem namorada e ela sabe que ele é um merda, não vai de iludida pelo mundo, eu respeito isso, admiro qualquer pessoa que bata no peito e diga ''eu não presto e estou me cagando para tua opinião''.

-Você aplaudindo um merda desses?

Pior que aplaudo, aplaudo qualquer ser humano que assuma sua posição. Cansei de mentiras e de gente fingindo o que não é, qualquer verdade, por pior que seja, é melhor do que uma mentira.

Olha, pensa bem no caso do Benjamim, você conversa com ele cinco minutos e percebe que é um cretino, mas você já reparou como ele é bonito? Seria tão fácil para ele fingir ser um cara legal, feminista, um barba rosa e sair enganando todas as mulheres do mundo, mas ele é um filho da puta assumido, então só se aproxima dele quem quiser, acho isso um ponto evolutivo, a coragem de assumir quando se é pequeno.

Ao contrário do Raul, o fofo que finge ser meu novo papai, mas se eu der corda ele me enforca.

-Tudo isso só porque te corrigiu?

Algumas vezes né e naquele tom paternal que eu odeio......Nunca gostei dessa figura de ''papai'', ele sempre dá um jeito de dizer algo que parece correção ou crítica sabe, me incomoda, sempre se coloca naquela posição de papai me ensinando a fazer as contas de dividir. E nem sempre é homem de assumir suas opiniões, uma vez me disse que todas as feministas usam a dupla moral, que mulheres só são feministas quando é conveniente, então eu reagi, falei um monte, ele sorriu e me disse ''ah, eu estava brincando, é lógico que sou a favor da igualdade''.

Aquilo não desceu, até porque segundos antes tinha me dito que os argumentos feministas em geral são ''tolos'', mas depois mudou de ideia quando viu minha reação.

Viu? É um barba rosa, não resiste a uns pingos de água sanitária, a cor desbota. E os homens que adoram fingir que são ''papai'' podem ficar bem nervosos se a ''filhinha'' os confronta.

E o prazer, já viu o prazer que eles têm em corrigir? Nossa, vão ao céu. O Raul até mudava o tom de voz, ficava uma seda, abria o sorriso, adorava me pegar no erro, sabendo que eu não teria argumentos nem escapatória, no fundo ele se divertia quando me via em uma situação que ele sabia de antemão que eu não poderia confrontar. Imaginou com um pouco de intimidade?
Conheço bem esse inferno, já tive outro ''papai'' na minha vida, um Romeu adorável, parecia que estava na maior sintonia com o que eu fazia, na época eu trabalhava em produção teatral, e ele me ajudava, adorava dar palpite, mas começou a me corrigir, e foi indo assim, até que um dia acabou explodindo e me chamando de ''tonta''. É, eu sei onde dá ter outro ''papai''.

Nada contra homem, nada. Mas eles não são os fofos que querem parecer, não adianta pintar a barba de rosa, continuam sendo os mesmos de sempre, mudaram o discurso, mas continuam lutando sem trégua para manter seus privilégios. E eu não tenho nada contra isso, cada um que faça o que acredita, tudo bem, eles estão no direito de lutar pela manutenção dos seus privilégios, mas eu estou no direito de lutar pelo fim desses privilégios. 

Só peço que façam isso de peito aberto, agindo como seres humanos que assumem sua posição, sem pintar a barba de rosa e fingir ser amigo do inimigo, porque desses babacas me considero inimiga e podem pintar a barba de arco-iris, não me enganam, sei que debaixo das cores está um homem cinza, a cor dos cretinos.



Iara De Dupont

Nenhum comentário:

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...