ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

20 janeiro 2016

É a única coisa que peço em um homem.....


Hoje de manhã ao abrir meu Facebook dei de cara com uma postagem de um Romeu, alguém que desperta meu interesse. Na postagem ele colocou uma piada de péssimo gosto ao lado de uma imagem pornográfica.

Como todo mundo que vive submergido na cultura da vida alheia virtual, eu acompanho os movimentos do rapaz nas redes sociais.  Seria hipocrisia dizer que não tento desenhar o seu perfil ali, procuro coisas que me indiquem frases não ditas e informações que escapam dos meus ouvidos.

Até hoje não vi nada que me incomodasse, além de ter descoberto que o rapaz é fanático de lutas de boxe. Mas ter visto a postagem me incomodou profundamente, tanto que procurei um amigo para conversar e escutei aquela frase clássica ''mas o cara é homem, você queria o quê? Postagens fofas?''.
O que eu queria dele e do resto do mundo é simples: elegância.

Ah, conceito estranho! É verdade, elegância é uma ideia totalmente fora de tempo, de tom e lugar, mas ainda me parece muito atraente, eu diria que é um comportamento vintage muito interessante.

Cresci em um ambiente estranho, meu pai era machista e todos homens ao meu redor também, mas era tanto machismo que eles decidiram que mulheres não poderiam escutar as besteiras pornográficas que eles diziam, então era proibido dizê-las na minha casa.

De um certo modo isso refinou meus ouvidos, como não cresci escutando não tenho tolerância a escutar.

O problema começou a aparecer para mim na escola, quando eu tinha uns doze anos e escutava os meninos dizerem coisas horríveis e pornográficas. Eu ficava chocada com a capacidade deles em dizerem coisas asquerosas que transcendiam tudo o que eu conhecia.

E tempos depois comecei no teatro e escutava os atores contando suas proezas sexuais e suas fantasias, tudo que eu ouvia me parecia fora de lugar e grosseiro.

E ainda me impressiono quando alguém diz que uma mulher feminista se ''faz'', eu ainda acredito que as mulheres já nascem feministas, mas não sabem, porque eu desde pequena não tinha ideia do que estava sendo dito e mesmo assim me incomodava demais.

Meus primos se trancavam no quarto para conversar suas besteiras, uma das minhas primas era mais furiosa, quebrava o bloqueio e ficava ali com eles, dizendo coisas inacreditáveis. Uma vez eu entrei e me irritei com o que escutei, tudo era muito nojento.

E começaram a dizer que eu era conservadora, retrograda, católica e hipócrita, apenas porque nunca gostei de ver nem de escutar pornografias.

Sofri muito por isso, eu queria ser normal, mas escutar alguém dizendo coisas de cunho sexual de maneira baixa e asquerosa sempre me incomodou.

Com o tempo percebi que tudo era uma questão de lugar e vocabulário e mesmo com o abismo cultural que existe entre homens e mulheres, onde eles são incentivados a falar sobre isso e nós somos incentivadas a ficarmos quietas, mesmo assim hoje entendo que tudo tem seu lugar e sua hora.

Tudo bem, Romeu gosta de putaria. Não tenho nada contra seus gostos, mas me incomodou ver o que ele postou, porque de alguma maneira que nem eu decifro o motivo, continuo pensando que elegância é um fator definitivo nas pessoas, ainda tenho aquela sensação de que se a pessoa não sabe ser elegante em um determinado momento, não vai saber ser nunca. E essa elegância vem de berço, a pessoa aprende em casa, já nasce com uma tendência a adotar um comportamento mais fino na sociedade. Conheço pessoas de dinheiro que são deselegantes e pessoas sem dinheiro que são elegantes.

Não sou conservadora, não tenho nada contra postagens de sexo nem as que levantam questões sexuais, apenas não gosto de ver isso vulgarizado e dito de maneira ordinária.

Nunca gostei de homens falando baixarias e eu nem sabia o que era feminismo, mas depois que comecei a estudar o feminismo percebi o quanto as baixarias são inaceitáveis e abjetas, porque todas reduzem as mulheres a brinquedos e na maioria das vezes humilham, em outros casos são a eterna adoração adolescente ao falo e aquele sonho masculino, os homens que acreditam que nesta vida tudo se resolve com um pênis. 
Mas nunca escutei ninguém falando sacanagem de maneira respeitosa com a mulher, sempre a diminui e pisa.

Cada vez mais me irrito com esse comportamento masculino, que é apenas a confirmação do mundo machista em que vivemos e como tudo se transformou em frases de sacanagem barata, onde a mulher é coadjuvante das taras masculinas.

Contei sobre a postagem a três amigos e tive as mesmas respostas, ''você queria o quê?'', ''pelo menos o cara gosta da coisa'', ''eu não teria postado, mas é engraçado'', ''homem é assim mesmo''.

É, homem é assim mesmo. E me dói ver que mulheres reagiram a postagem dele, acharam engraçado. Porque podem falar o que quiserem, algumas pessoas  me dizem que é liberdade fazer o que queremos, mas eu vejo muitas mulheres fazendo o que os homens querem que elas façam e parece que elas não percebem o jogo, acabam fingindo que gostam de coisas que não gostam, apenas para agradar.

Nunca gostei de baixarias, mas depois que percebi que não existem baixarias que não humilhem as mulheres, peguei horror.

Passei o dia pensando, tudo bem, à primeira vista a postagem do Romeu é engraçada, mas caramba, ele não poderia ter marcado alguns amigos e ter mantido a brincadeira na surdina? Precisava ser na frente de todos, descendo da escadaria de seus trinta e cinco anos e parecendo um moleque de doze anos?

Eu vejo meus amigos reclamando das mulheres, mas a questão me parece bem simples, os homens não estão sendo elegantes e ponto. Assim, não são.

Sei que existem mulheres que não se importam com isso, o Romeu pode sentar do lado delas e começar com seu repertório de putarias e elas não se incomodam, mas existem algumas como eu, que quando isso começa elas mentalmente esfriam e descartam o homem.

E no meu estilo de vida tem hora para tudo, se Romeu quer dizer algumas besteiras em algum momento, tudo bem, mas de resto me nego a ser orelha substituta do seu time de futebol dos domingos. Não sou amiga de namorado, no sentido masculino da palavra, não quero escutar sobre outras mulheres nem as baixarias que fez ou faria com elas. 

Nós, mulheres, somos perseguidas por tudo o que as pessoas pensam que está ligado ao comportamento feminino, o mito dos sapatos, da maquiagem, da futilidade, somos criticadas constantemente e viramos alvos de gozações, mas sobre os homens e suas piadas sexuais ninguém diz nada, porque finalmente é ''coisa de homem''.

Não aguento mais escutar ''homens são assim'', porra, não dá para evoluir? E não estou dizendo que queimem a língua cada vez que digam uma sacanagem, mas que se limitem a exercer seu machismo com seus amigos, longe das minhas orelhas e olhos. Claro que gosto de sonhar com um mundo perfeito e seria mais feliz se todos os homens do planeta abandonassem esse jeito de vulgar de fazer piadas sexuais e percebessem como tudo o que dizem é rude.

E percebo bem a estrada que nos divide. Romeu foi lá e postou uma piada sobre o tamanho dos pênis e a felicidade das moças, ora, e se fosse eu falando sobre o tamanho dos seios e a felicidade dos moços? Isso me transformaria em uma ''vadia virtual'', enquanto ele ao postar imagens de pênis vira um ''engraçadinho'', um homem cheio de carisma e sem formalidades. Também é possivel que se eu postasse fotos de seios o Facebook me bloquearia, mas no caso dele não aconteceu nada.

Existem coisas que odeio no Brasil e essa é uma delas, a cafajestice assumida dos homens, o prazer em ser canalha, a alegria na baixaria e a realização no machismo.

Já cansei de dizer que tudo isso é uma parte podre da cultura e sempre escuto a mesma merda ''você é muito ingênua, homem é assim mesmo''.

Então para não dizer que é ingenuidade não discuto mais o assunto, apenas penso, desenho na mente e imploro a Deus, por favor, que os Romeus sejam elegantes, que percebam que não sou o amiguinho do bar, o colega do escritório, o irmão do futebol, eu não sou essas pessoas e não quero escutar nem ver baixarias.

Posso garantir que elegância não mata ninguém, não tira pedaço e não custa dinheiro, é só fechar a boca na hora certa e não sair postando imagens obscenas.
E ainda digo, essas coisas queimam o filme, fica feio, machismo é uma merda e machismo exercido na satisfação e orgulho mostram um homem burro e limitado culturalmente. Vocês, homens, acham que estão arrasando, mas apenas estão se colocando o carimbo de ignorantes e desprezíveis.

Poxa, mas era só uma brincadeira! 
É, depende do lado né?
Se eu fosse um homem estúpido, acharia engraçado, mas sendo mulher tudo ali me pareceu indigno.

E chega dessas brincadeiras que acentuam a cultura machista, a adoração ao falo, a propagação do que é um ''homem'' e do que eles ''gostam''. Não é possivel que não possam andar pra frente e falar de sexo de maneira mais consistente e agradável.

E o pior de tudo? Os homens nem imaginam o poder da elegância. Estão tão contaminados de machismo que não tem a remota ideia de como as coisas poderiam ser boas para todos se eles fossem elegantes.

É tanta miopia que eles assistem filmes e não percebem que os heróis são elegantes, ora, quem já assistiu um filme com homens grosseiros, mal educados, falando baixarias e no fim ficam com as mocinhas? Isso não existe nem em novela. Não tem um filme do George Clooney, símbolo máximo da elegância masculina, sentado em um bar contando proezas sexuais ordinárias. E os músicos que as mulheres tanto amam? Também se mantém na elegância. E os livros, teatro, e todos os tipos de arte? Existem os conflitos humanos e os heróis problemáticos, mas nunca deselegantes. Elegância faz parte da vida, rege a arte e muitas vezes quando essa linha se cruza começam aqueles rótulos de ''arte isso ou aquilo'', mas na verdade é apenas falta de elegância.

E elegância não é ser hipócrita, nem fingir alguma coisa, é apenas saber que existe o momento certo para dizer e fazer as coisas e que ninguém, especialmente as mulheres, somos obrigadas a escutar o lixo sexual que os homens adoram falar a respeito.

Já tive minha lista de qualidades que queria ver em meu Romeu, mas depois um tempo percebi que todas se reduziam a uma palavra: ELEGÂNCIA.

Passei por suficientes coisas na vida para saber, um homem elegante é sempre um homem elegante, sabe se comportar em qualquer situação.

E no mar de ignorantes asquerosos que é o Brasil, elegância é uma raridade. Aqui os homens acham engraçado mandar fotos de seus pênis pelas redes sociais, postar piadas de cunho sexual, usar adjetivos vergonhosos e contar histórias (de pescador) na internet. Eu fico com pena desses coitados, mas ao mesmo tempo agradeço que mostrem a cara logo, assim não tem erro, já sei que estou lidando com um homem se elegância, sem a menor noção.

E Romeu, poxa, que pena viu? Ia tão bem a tua imagem de fofo, meigo e de repente escorrega nessa baixaria, mostrando o que minha avó definia em uma frase '' a gente é, ou  não é''.

E sabe o que? Assim não dá para mim, porque não tenho muitas regras na minha vida, mas uma delas me guia em relacionamentos, até porque eu sou uma sobrevivente de relacionamentos abusivos, então hoje só quero saber de homens elegantes. Aprendi que eles não são abusivos nem idiotas, a elegância indica a eles de maneira instintiva até onde podem ir e nunca transpassam essa linha.

Ah, Romeu, Romeu, Romeu, poxa, eu poderia ter te perdoado qualquer falha de comportamento, desde que você não fosse violento, mas não posso relevar a tua falta de elegância, porque ela me indica que você deve ter uma ideia equivocada das mulheres. Meu bem, me escute, sem elegância não dá. Tchau.



Iara De Dupont

4 comentários:

Erres Errantes disse...

E nessa ideia de que "homem é assim mesmo", as mulheres aceitam tudo dos homens, desde deselegância, passando por infidelidade e chegando até a agressão física. Enquanto que nós, mulheres, pisamos sempre em ovos com medo de sermos vistas como "fúteis", "ambiciosas" e outros adjetivos que comprometam nossa imagem de "mulher pra casar". Nós somos muito bestas, e os homens se aproveitam disso à exaustão.

Cristina disse...

Os homens sabem que o que eles fazem é machismo e sabem que podem evoluir. Mas sabe como é, evoluir dói, dá trabalho, exige que você se olhe no espelho e entenda que o mundo não gira ao seu redor e que você não é o máximo só por ter um pênis. É mais fácil e menos doloroso ficar no machismo ouvindo mentiras sobre você ser o máximo só por ter seu pintocard e que quem não concorda é viado ou vadia. E eles ainda se dizem o sexo forte, os racionais, etc. Eu não sei se é de dar raiva, vergonha alheia ou pena.

C.Belo disse...

Entendi e concordei com seu ponto de vista, mas devo admitir q eu provavelmente me encaixaria no seu perfil de pessoa deselegante kkkkkkk

Patricia Gabriel disse...

Iara,onde assino?Concordo em numero gênero e grau com tuudo o que postou!Por menos que isso,me afastei do facebug,lá só dá gente palhaça tentando ser o que não é ou provocando os outros,quer achar gente legal?Que tal numa livraria...essa é velha,mas sempre caímos naquelas de espiar a vida faceboquiana,e sempre nos arrependemos,melhor deixar de lado...ah,e por coisa semelhante ao que você falou,no meu trabalho,já dei gelo e dei sermão em muito cara casado,querendo ser o freudião(dava vergonha alheia,eu imaginava que,quando eles estavam falando porcaria,a esposa deles estaria ouvindo as mesmas porcarias de outro cara casado..)...quando dei sermão,por não aguentar tanta besteira,você imagina se não virei a moralista velha,a invejosa,se não ficaram comigo de marcação,para judiar,humilhar em pequenas coisas(tipo,nossa,fulana,você está com tanto cabelo branco,hein..)então,fiz algo que,se não resolveu,pelo menos me vingou:não dei platéia,quando começavam,eu saía do recinto.Olha,funciona,os caras não tem pra quem contar a vantagem e ficam jogando o siso,é até engraçado!Porque,né,não tem graça falar merda de mulher,se não tem mulher para ouvir os bonitinhos!A praga da deselegância masculina pega geral,não tem idade,situação financeira,se é solteiro ou casado,mas posso garantir,ouvir drogas de homem casado,falando de menina novinha é a pior coisa,dá náusea,e pior ainda,falando indiretamente para as "velhas" do recinto,que elas estão "velhas",ultrapassadas,etc..a melhor arma é ignorar,se afastar por um fone de ouvido,e tchau e bença,fio!

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...