ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

25 março 2015

Grudando etiquetas de amor pela casa!



Não sei se funciona, mas tenho uma amiga que gasta uma fortuna em adesivos, grudou pela casa inteira. 
Isso começou depois que assistiu um documentário sobre a água ( link) um pesquisador japonês colocou etiquetas em copos de água, para ver se elas recebiam a vibração das palavras e diferentes músicas. Quando ele escrevia ''amor'' e coisas assim, a água era colocada no microscópio e se podiam ver lindas figuras, quando a palavra era ''ódio'' a água fazia figuras estranhas. Diante de música clássica a água parecia fazer desenhos de cristal, mas quando a música era barulhenta e agressiva ela escurecia.

O pesquisador (link) resolveu fazer isso com potes de arroz, colocava mensagens bonitas e eles ficavam inteiros, quando as mensagens eram feias e agressivas o arroz apodrecia.

Minha amiga cismou com isso e coloca etiquetas em toda sua casa, eu acho engraçado, mas acredito que deve funcionar. Ela diz que tudo vibra e por isso coloca as etiquetas, para mostrar gratidão e amor pelas coisas, sejam materiais ou comida.

A teoria do pesquisador me parece correta, o corpo humano é composto de 70% de água, se um copo de água pode reagir ao som de uma música clássica e formar uma bela figura, imagine o que acontece no corpo humano quando escuta uma coisa boa ou ruim.

Tenho consciência do peso da palavra e de tudo que deve ser dito, infelizmente é difícil abordar alguns assuntos, como o machismo, sem descer o nível energético. Mesmo que eu tente desviar, acabo caindo no buraco de energia ruim.

E não é só pelo o que escrevo, também no dia-dia quando  tenho que lidar com diferentes situações que me irritam, o machismo impera em tudo e fico chateada quando essa conversa se estende com amigos e familares. É chato dizer para as pessoas ''olha, você está sendo machista'', mas é justo aguentar machismo alheio? Não dá, já tentei, mas não dá.

Também gostaria de viver em um mundo melhor, onde não existesse a necessidade de dizer a ninguém ''olha, você está sendo desagradável, babaca e machista, pode por gentileza respeitar?''.

Tenho vontade de encher minha casa de etiquetas como minha amiga, sair grudando ''amor e paz'' em todas elas, mas sei que isso não é suficiente, teria que escrever outras coisas, debaixo de um ângulo mais leve e positivo. Talvez o problema é que vivo no mundo errado, é hora de mudar para o planeta Moranguinho, onde existe igualdade, beleza e fraternidade. Porque onde estou não tem etiqueta que resolva.

Iara De Dupont

2 comentários:

Anônimo disse...

Já quis saber onde fica esse planeta também, pra me mudar pra lá, porque esse aqui continua a mesma porcaria que sempre foi. Principalmente para as mulheres.

Tadeu Diniz disse...

Sei que meu dia não é o mesmo se eu ficar sem ouvir música. Amo música.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...