ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

21 fevereiro 2015

Sonho de consumo: homens doces (ai que vontade de um desses)


Apesar de nunca ter sido boa em matemática, vivo de um jeito ou de outro fazendo cálculos.
Cismo com uma coisa e fico fazendo minhas contas.
O outro dia estava pensando em um gosto meu e calculei em base a isso. Gosto e não sei o motivo, de homens doces, meigos. Aqueles que falam alto, gritam, berram, discutem e fazem questão de afirmar sua frágil masculinidade sempre me assustaram.

Difícil definir o que é doçura em um homem, acho que só conhecendo podemos saber. Eu, que sou uma conhecedora, apreciadora, amante de homens doces, não sei explicar, apenas reconheço e me derreto, doçura em um homem vai além de qualquer coisa que possa ser dita ou sentida, é como uma chuva em um dia quente, cama em dia frio, gelo no calor. Doçura faz bem a todos que estão por perto.

Mas cheguei a um resultado assustador, pensei em todas minhas amigas e seus Romeus e nenhuma delas namora um homem doce. Não tenho a menor ideia do que está acontecendo no mundo, mas em tempos passados existiam mais homens meigos no planeta. De repente a maioria começou a acreditar que sexy é ser besta, ignorante e tratar mal as mulheres.

Cresci com homens cheios de defeitos, mas à sua maneira doces. 
E me parece um problema geográfico, conheço poucos brasileiros doces, acho que é tanto o desespero em se afirmar como homem que engolem qualquer gesto meigo.

Uma vez me encantei com um Romeu e comentei a um amigo, disse que era doce, justo como eu gostava e ele me respondeu:

-Para mim homem ''doce'' é viado!

É, me parece que é um pensamento generalizado, homens doces são ''viados''. Bem a cara do Brasil e suas ideias absurdas.

Lembro que desde pequena nunca gostei do mais bonito da sala, nem do mais forte, eu ficava encantada com o mais doce. Quando fiquei mais velha minha lista de sonhos era feita de músicos, atores, poetas, pintores, qualquer um que lidasse com realidades paralelas e trouxesse um pouco de doçura a minha vida.

Mas nos últimos tempos, por mais que me esforce, não lembro de nenhum Romeu doce. Podia ser legal, generoso, ótima pessoa, mas não lembro de um meigo.

Nossa, que pena por mim, porque é uma das minhas preferências! E pelo o que tenho visto se extinguiu do país, homens doces hoje devem ser tão raros como políticos honestos.

Foi azar o meu, porque é uma das características que mais me seduzem, troco qualquer outra por doçura.

Meiguice em um homem é um afrodisíaco tão poderoso que transcende a beleza e determina a personalidade.

Dia desses cruzei com um homem muito bonito em um teste, maravilhoso. Fiquei conversando um bom tempo com ele, inteligente, engraçado, mas com um jeito seco de falar, várias vezes me peguei pensando ''nossa, se fosse doce seria perfeito''.

Fico desanimada porque já escrevi muitos posts sobre características humanas que são simples, como gentileza e doçura, mesmo assim recebo emails dizendo que fico sonhando com um homem que não existe ou querendo um namorado gay.

Poxa, como é possível viver em um mundo onde um homem doce é considerado um homem que não existe ou impossível de ser encontrado! 

Que loucura tão grande é essa! Ser doce é apenas uma maneira de ser, não é um homem feito de pedras azuis com olhos de diamantes.

Tenho certeza que muitos homens são doces, mas engolem o açúcar para que ninguém os chame de ''viados''.

Tive um Romeu doce e fiz questão de ressaltar isso, logo ele me respondeu:

-Doce é um jeito educado de dizer ''frouxo''.

Fiquei chocada! Não tem nada a ver uma coisa com a outra. Homem doce é homem doce, homem frouxo é homem frouxo. Mas é tão complexo de explicar a doçura em um homem, só quem gosta e já conheceu um Romeu assim sabe do que estou falando.

Muitos homens se surpreenderiam com a diferença que doçura faz em um relacionamento. Sempre digo que homem doce é como um brigadeiro no meio da tarde, uma experiencia inesquecível, que muda o dia.

Meiguice em homem me faz suspirar, mas ando guardando meus suspiros, apenas os uso se assisto algum filme fofo, caso contrário não. Sei que o Brasil está cheio de Romeus que entendem de futebol, sabem de pornografia, conhecem cervejas e discutem assuntos de jornal. Mas não são geneticamente doces, alguma coisa na mistura secou e eles são mais diretos do que outros homens.

E assim como me recuso a tirar o chocolate da minha alimentação, me recuso a estar com um homem que não seja doce. E vão dizer que sou bobona, criançona, romântica, abestalhada e sei lá mais o que. Mas existem coisas que não aceito negociar na vida e gostar de homens doces é uma delas. Não vivo sem brigadeiro nem homens meigos. 

Mas não existem mais homens meigos!

Paciência. Prefiro ficar sem, do que aguentar o gelo seco dos brasileiros e sua maneira grosseira de ser, se pelo menos jogassem um pouco de açúcar na alma.....


Iara De Dupont

4 comentários:

Anônimo disse...

O problema é que, na prática dos relacionamentos, quanto mais agressiva, egoísta, cruel e abusiva for a mulher, maior é a sua exigência de que o homem mantenha um comportamento sempre impecável, fino, meigo e doce.

A mesma mulher que valoriza ou diz valorizar características opostas ao esteriótipo masculino pune o parceiro de forma violenta e impiedosa quando ele pede compaixão ou demonstra fragilidade. Esse é um depoimento universal do homem casado.

As mulheres gostam apenas de contemplar a doçura masculina, à distância. No interior do relacionamento, a mesma doçura, outrora celebrada como qualidade, passa a ser repudiada e punida como defeito.

Iara De Dupont disse...

Anônimo,não confunda as coisas, doçura é apenas isso, doçura!

E ninguém consegue se manter impecável em um relacionamento, todos escorregamos, até pelo excesso de intimidade.

Mas olha, existe o divórcio, ninguém precisa sofrer nas mãos de uma mulher abusiva, egoísta, cruel e agressiva. É possível se separar e ainda conseguir ajuda em grupos de apoio.

E não confunda doçura com frouxice, uma coisa é ser doce, outra é ser frouxo, encostado, e folgado. Isso não é doçura!

Anônimo disse...

Pra mim é bem o contrário. Quanto mais macho o cara tenta demonstrar que é, mais eu duvido da sua masculinidade. E acho que não sou a única. Recado pra todos os machões: quanto mais vocês se esforçam pra parecer másculos, menos um bocado de gente acredita na sua virilidade. Fica a dica.

...

E aí, mascutrollzin?

Desista. Sério, desista. Ninguém aqui vai ficar desesperada e se converter em capacho de mascu só pra não morrer solteira. Eu sei que você se sente muito sozinho, deprimido, mal amado, mas olha: sendo babaca você não vai conseguir que alguém goste de você não, viu?

Discreto disse...

Olá, querida, tudo bem?

Bom, em primeiro lugar, eu cheguei por aqui através do google, pois eu joguei na busca "homem doce" e, automaticamente, fui direcionado à sua página - que beleza!

Prazer, sou o "Discreto", tenho 33 anos e, pelo que tudo indica, eu preencho a lacuna do chamado "homem doce". Sim, eu nâo cheguei à essa conclusão por acaso; cheguei com base nos comentários das garotas presentes em meu círculo de amizades, das minhas primas, tias, e, claro, das mulheres com quem tive algum tipo de relacionamento.

Vou te contar um segredo: não é fácil ser homem doce nesse mundo de hoje; a modernidade diz que um homem sensível, meigo, daquele tipo fortemente impulsionado pelas correntes emocionais, é, de certa forma, um cara frágil, inseguro e incapaz. Por quê?

Sinceramente, eu procuro ser uma exceção à regra, isto é, procuro contrariar essa máxima, mas, sem dúvida, eu sofro para manter minha postura, minha individualidade, minhas percepção das coisas.

Um outro detalhe relevante: as garotas mais novas não respeitam os homens meigos, embora eu não saiba o motivo. Eu percebi isso com mais nitidez quando me relacionei, por exemplo, com garotas na faixa dos vinte anos. Aliás, a meu ver, poucas mulheres respeitam esse tipo de homem e, portanto, muitos homens deixaram o seu lado meigo de lado e, aos poucos, mudaram o seu jeito.

Por outro lado, eu me sinto lisonjeado quando sou elogiado, reverenciado ou admirado por meu lado meigo. É incrível! Há alguns anos, por exemplo, tive um breve relacionamento com uma mulher mais velha - ela tinha 39 anos, e eu, 27. O tempo passou, nós não estamos juntos, porém, uma coisa é certa: ela me trata com o maior carinho e respeito e, quando nos encontramos, ela sempre faz questão de me elogiar e dizer que eu sou um dos poucos homens meigos que ela teve a oportunidade de conhecer.

Em suma, isso é que dá o combustível necessário para eu trilhar o meu caminho, mantendo minha postura, meu jeito e, sem dúvida, a convicção de que existem mulheres que, defnitivamente, admiram os homens meigos. E você, pelo jeito, é uma delas! :)

Meus parabéns pelo blog e pelo texto, que, diga-se de passagem,ficou fantástico!

Saudações,
Discreto.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...