ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

15 fevereiro 2015

O segredo do homem perfeito

INFANTA CRISTINA NO DIA DO SEU CASAMENTO COM INAQUI


Dando uma geral em alguns portais achei uma entrevista de Jennifer Aniston, falando de um ex-namorado, Vicent Vaughn (link). Me chamou a atenção porque ela se referiu a ele como ''amável''.

Fiquei pensando nisso o dia inteiro, como uma palavra pode significar tanto e se os homens soubessem a importância disso, em um relacionamento, o mundo seria outro.

O Romeu que mais amei e até hoje choro sua ausência poderia perfeitamente se encaixar nessa discrição, se o tivesse que definir em uma palavra, seria essa: amável.

Não sei de outras mulheres, mas para mim um homem que é amável me parece um sonho e não falo com bases românticas, mas concretas, ser amável é uma coisa tão rara que quando a gente cruza com alguém assim se derrete inteira.

Ser amável me parece uma coisa simples, mas talvez não é e mais ainda em um homem, dada a educação rude e ignorante que a maioria recebe desde criança. Não são educados para serem amáveis com nada nem com ninguém.

E ficaria difícil dizer o que é um gesto amável, só quando a pessoa faz percebemos isso, não dá para sair dizendo que ser amável é fazer tal coisa.

A minha avó adorava ver casamentos reais e eu estava na sua casa o dia que a Infanta Cristina da Espanha se casou com Inaqui.  Assistíamos  o casamento, transmitido ao vivo, e de repente, ela vinha saindo da igreja, linda, maravilhosa, quando seu véu se enrolou perto do rosto, ela sorriu e tentou arrumar, vendo que não conseguia seu marido, Inaqui, a ajudou a arrumar, os dois sorriram e continuaram caminhando. Minha avó se virou e disse:

-Que gesto amável dele! Gosta mesmo dela, repara no que acontece, podia estar deslumbrado com o casamento, mas reparou que ela teve dificuldades como véu.

Até hoje me pergunto porque gravei essa frase da minha avó, mas ela tinha razão, a cena era linda e o gesto amável, deixava claro que ele estava mais concentrado nela do que no que acontecia ao redor.

E não é tão fácil achar um homem assim, a maioria é autocentrada, mulheres sabemos o quanto toleramos as grosserias masculinas.

Por isso esse Romeu que tanto amei ficou tão marcado, lembro de incontáveis gestos amáveis dele, eram sutis, mas estavam ali. Uma vez estávamos em um bar e um amigo dele, chatinho, pegou minha bebida, disse que queria experimentar e bebeu, sem me dar tempo de dizer nada. Romeu me conhecia e sabia que eu era do time das ''nojentinhas'', não gosto que peguem minha bebida nem comida. Eu não disse nada para não criar clima, mas Romeu deu uma disfarçada, foi ao balcão e comprou outra bebida igual, depois colocou na mesa sem chamar a atenção. Quando percebi fiquei toda derretida, querendo gritar o quanto o amava, ele estava ali, percebendo o que acontecia, isso me parecia a coisa mais incrível do planeta.

E tínhamos horários diferentes, eu dormia e acordava tarde, algumas vezes ele ligava para minha casa e eu estava dormindo, ficava conversando com minha mãe e deixava o recado, pedia para ela não me acordar.

Às vezes eu comentava alguma coisa, falava para ele conhecer meus amigos, família, e ele me perguntava:

-É importante para você?

Eu dizia que sim e ele respondia:

-Então conte com isso.

Era amável com todos que me cercavam e sempre foi assim, como namorado e amigo. Depois que terminamos o namoro a amizade continuou, mais pelo seu espírito amável do que por minha vontade.

Anos depois ele se casou, quando me convidou eu estava namorando, mas uns dias antes o namoro terminou. Liguei avisando que não iria ao casamento, me sentia deprimida. Na verdade foi tudo demais para mim, um namoro terminando e meu Romeu amado se casando com outra, mas ele foi a minha casa e me convenceu de ir ao seu casamento, comentei que não queria ir sozinha, mas ele tinha tantos argumentos que aceitei.

No dia do casamento quando cheguei na festa vi no mapa do salão e eu estava marcada na mesa da família dele, fiquei ali com os pais e irmãos, achei aquilo amável, porque eu gostava de todos, me sentia próxima deles, não queria ficar em outras mesas sem conhecer ninguém. Na hora da comida a mãe dele me disse:

-Olha, o crepe é de verduras, porque Romeu sabe que você não come carne.

A personalidade dele é assim, sempre é amável como todos, talvez por isso é tão amado, ele percebe as pessoas ao redor, não é egocêntrico nem egoísta.

E não é só questão de Romeus, meu irmão também é amável, sabe que o mundo gira e tem outras pessoas nele.

É fácil ser amável? Não. Exige prestar atenção no outro, reparar nos detalhes, saber o tempo exato e tudo isso dá trabalho e exige tirar os olhos do umbigo e colocar o ego na gaveta.

Tive pouca sorte com Romeus amáveis, acho que foi só esse mesmo. Mas já encontrei desconhecidos amáveis, sempre lembro de um ator, durante um teste, eu estava enrolada apenas em um lençol e de vez em quando eu ficava segurando para não escorregar, em algum momento estava começando a escorregar quando o ator se aproximou e arrumou logo. Ele foi tão amável!

E faz tanta diferença! Ser amável é importante para todos, quem não quer ser bem tratado? Mas talvez seja uma experiência mais intensa para as mulheres, porque vivemos em um mundo onde somos agredidas o tempo inteiro, vigiadas, submetidas, acorrentadas e pisadas. É raro encontrar homens amáveis, ao contrário das mulheres, que parecem amáveis o tempo inteiro. E não falo do sentido romântico, é pela raridade do gesto mesmo. 

Mulheres sabem disso, escutamos barbaridades o dia inteiro, somos massacradas pela mídia, vampirizadas pela família, acossadas por chefes e diminuídas por Romeus, recebemos respostas cortadas, tiram barato com nossos sentimentos, dão risada com nossas angústias, no nosso mundo ''homens amáveis'' são tão comuns como elefantes azuis com estrelas douradas. Desde pequenas somos ''treinadas'' para aguentar homens violentos, grosseiros, estúpidos e arrogantes, que ignorem o que pensamos e sentimos, porque como dizem por aí ''homem não tem frescura''. O mundo é violento para as mulheres, em todos os sentidos, nenhum escapa, pessoas amáveis não são maioria na vida de uma mulher, pelo contrário, todos acham que as mulheres devem aguentar e apoiar o nervosimo e má educação dos outros. Somos consideradas o pilar emocional do planeta, a gente que aguente os chiliques masculinos, porque homens são assim, paciência.

E na cama então? Quantas mulheres tiveram homens amáveis? Eu só tive um e era mais ou menos amável, fora meu Romeu. 
É a educação machista, homem pula na cama achando que precisa ''mostrar serviço'', fica tão enlouquecido que esquece o que é ser amável, acaba passando por cima, achando que está arrasando. 

A maioria dos homens é babaca e mantém o pensamento que mulheres só querem saber de homens com dinheiro. Ah, vamos ser sinceras, dinheiro é tudo de bom, mas um homem com dinheiro que não é amável não serve de muito. Os homens ficariam loucos se soubessem o que poderiam conquistar sendo amáveis, o mundo deles mudaria na hora, tamanho o impacto. É a regra dos relacionamentos, se alguém é amável como você, a vontade é de retribuir. E o homem amável é o homem perfeito.

E algumas vezes ser amável é um gesto, outras é uma frase, mas quando alguém é amável nossa alma sente na hora. Talvez seja isso que todos procuramos, uma pessoa amável.

Iara De Dupont

6 comentários:

Anônimo disse...

Em suma: homem ideal é o paizinho assistencialista que se antecipa às menores necessidades da princesinha antes que elas a afetem.

Iara De Dupont disse...

Em suma: os anônimos ideiais são aqueles que sabem a importância de ser amáveis nos comentários.

Patrícia disse...

São detalhes que fazem toda a diferença!
Se as pessoas fossem no geral mais amáveis em todos os aspectos o mundo não estaria este esgoto.

clarissa disse...

Exatamente a isto que me refiro, Iara, quando falamos de relacionamentos... ser amável,ou, gentil, como eu prefiro, é o que preserva o amor. Procure a gentileza em quem você se relaciona..
Meu marido costumava dizer "como vc é educada, sempre cumprimenta com um sorriso, diz bom dia e com licença, e agradece aos outros";parece óbvia a obrigação de ser assim, mas anda tão difícil... Com o tempo ele ficou mais gentil nestas pequenas coisa... educo minhas meninas para serem assim, se não falam as "palavras mágicas", eu não faço o favor, não deixo sair da frente etc... funciona comigo, e com todo mundo! bjoo

Anônimo disse...

Em suma: olhe além do seu umbigo e entenda que o mundo não gira ao seu redor. A partir daí você pode pensar em se relacionar com as pessoas, e terá maiores chances de sucesso.

Suzana Neves disse...

Em suma anônimo é muito chato,meu marido é muito amável na horas difíceis.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...