ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

19 fevereiro 2015

Fardo não é ser gordo, é ser pobre

ANDRE MARQUES EM SUA CASA

Tudo que dependa de dinheiro sempre vai ter de minha parte a visão crítica.
Estamos acostumados pela mídia a babar diante de histórias de superação e força de vontade, mas quem conhece o mundo sabe a diferença que o dinheiro faz no meio dessas histórias de pessoas que conseguem mudar sua realidade.

Não adianta mencionar Deus, jurar aos pés de Jesus e agradecer a Virgem Maria, uma história de superação com dinheiro não é a mesma coisa do que uma sem.

Um apresentador da Globo, André Marques (link) perdeu 71 quilos, após uma cirurgia no estômago.
Perder peso nunca é fácil, exige demais da pessoa, mas no momento que ela toma a decisão de emagrecer, quer aquilo de qualquer jeito, então o dinheiro entra como fator decisivo.

Uma pessoa que não trabalhe na Globo, não tenha o melhor convênio do país, nem milhões na conta, tem duas chances, ou paga um convênio simples e corre atrás de uma cirurgia, ou espera na fila do SUS.

Quem já tentou emagrecer ou quis, sabe que não serve de nada a boa vontade sem dinheiro.

Me cansei desse ar de bobice e contos de fadas que todos querem dar a sua vida, dizendo que mudaram apenas porque tiveram a força de vontade para isso. Ah! Sei.

Conheci uma atriz em uns testes, pouco simpática, também era gordinha. Um dia a encontrei e estava mais magra, me contou que tinha feito uma dieta e disse:

-Olha, vale a pena se esforçar, se puder emagreça!

Não a conhecia muito, mas a moça da agência de atores era amiga dela e viu que eu fiquei meio sem graça com o comentário e veio me dizer:

-Qualquer uma no lugar dela emagreceria! O pai dela é dono de uma agência de publicidade, ela trabalha lá e quando quer emagrecer fica três meses em um spa, longe de São Paulo, onde a diária custa quinhentos reais!

Olha só! Que força de vontade incrível de se isolar três meses em um paraíso para emagrecer!

Ah, mas é difícil resistir as tentações! É sim, eu garanto, não é fácil, pode ser rico ou pobre, tem que resistir, mas o que discuto aqui é que depois que a decisão de emagrecer é tomada, fica mais fácil com dinheiro. Vontade de comer todo mundo tem, isso não faz diferença, mas com dinheiro é possível se controlar mais, já que se conta com apoio psicológico e ajuda de profissionais.

Voltei a encontrar essa atriz e estava gordinha novamente, puxei conversa e me contou sobre suas idas ao spa, lipoaspirações, sessões de massagens e infinitos tratamentos para emagrecer, mas continuava gostando de comer, ainda por cima era ''viciada'' em viajar e comia muito durante suas férias. Dizia que passada uma parte do ano na Itália e não recusava nenhum prato.

Meses depois nos cruzamos em outro teste e ela estava esquelética, me contou que iria se casar e o pai tinha pago uma cirurgia bariátrica. E jurou que nunca mais iria engordar porque tinha sofrido muito com as cirurgias de retirada de pele, logo depois de perder o peso. Perguntei se eram caras essas cirurgias para retirar a pele e ela me respondeu:

-Entre as cirurgias, massagens linfáticas, vitaminas, cremes e tratamentos já gastei mais de 500 mil reais.

Achei que estava brincando, mas me fez uma lista enorme de vitaminas, suplementos alimentares, remédios e tratamentos estéticos e vou ser sincera, vi ela se trocando nos bastidores e ficou perfeita, não dá para olhar e pensar que um dia foi gorda, parece que nasceu magra.

E tudo isso não foi apenas força de vontade, foi o dinheiro junto com sua decisão de emagrecer.

Mas a moça teve força de vontade e lutou! Ora, lutar em consultório particular me parece mais agradável do que na fila do SUS. Poder pagar a comida certa para emagrecer me parece mais simples do que se virar com o que tem. Entrar em uma sala de cirurgia sabendo e conhecendo os médicos me parece mais tranquilizante do que encarar o rodízio de médicos da rede pública. E academias com personal trainer me parecem mais atraentes do que parques e ruas abandonadas.

Reconheço o esforço que emagrecer exige, sei que a pessoa fica limitada, tem que se segurar, mas não precisa ser hipócrita! Com dinheiro dói menos!

Não adianta chorar perto de mim, não me comovo com pessoas que têm o mundo aos seus pés, emagrecem e saem dizendo que foi uma ''luta''. Me parecem todos uns mimados, sem noção da realidade.

Conheço pessoas que conseguiram emagrecer caminhando pelo parque, dando voltas por aí e reduzindo a comida, isso acontece, mas chegar a perfeição ou perder muito peso exige pelo menos consultas médicas. 

Não me comove ninguém que tenha condições de emagrecer e faça isso. Depois de anos lutando com meu peso percebi a importância de ter ajuda psicológica, não é só uma questão de visitar a nutricionista, mas psicólogos custam e se a pessoa não puder pagar pode ir marcar no SUS, onde levam seis meses para responder a solicitação.

O dinheiro dá acesso a bons profissionais, comida de melhor qualidade, incentivos e ainda ajuda a manter o pique.

É se enfeitar demais dizendo que perdeu peso apenas porque quis, porque lutou por isso, estando rodeado dos melhores profissionais. André fica dando entrevistas, contando de seu grande logro de perder 71 quilos e dizendo que ''ser gordo é um fardo''.

Não, meu bem, ser pobre é um fardo. Queria ver se você fosse um rapaz qualquer, com um trabalho normal, tentando emagrecer no meio de uma vida corrida e desgastante. Na tua mansão e com teu salário, emagrecer foi apenas uma decisão tua, que o dinheiro te proporcionou. Glória não é o que conseguimos fazer com dinheiro, porque ele faz tudo por nós, mas sim o que se consegue fazer sem um centavo, é aí que está a vitória.

Iara De Dupont

6 comentários:

Suzana Neves disse...

APOIADA!!!!!!

Anônimo disse...

so li verdades, vale aquela maxima: "vc nao era feia, vc nao tinha dinheiro"
se gasta para emegrecer sim, vc imagina uma mae ou pai de familia, tendo que comprar produtos diferenciados para seu dia a dia, imagina vc vai comprar um queijo branco que custe ai dez reais, ou um pacote de arroz para a familia, vc pode vamos la se virar com que tem na geladeira, no armario, mas geralmente vem a familia em primeiro lugar, a uns anos atras, marquei nutricionista pelo posto de saude, para mim e mnha filha, depois de um ano me chamaram, no começo foi uma maravilha, so que la tem muitos estagiarios, qdo finalmente acertava, mudava de pessoa, e cada um tinha um jeito de tratar, fora as merdas que vc escutava, abandonei, depois de anos, passei pelo convenio com um endocrino de renome, que me deu uma dieta que teria que trabalhar em dois empregos para sustentar, e ainda mais, ele disse que se nao resolvesse, ele talvez iria me indicar o tal do "ervalife", so de escutar essa coisa de ...life, ja me da vontade de socar o peao (assunto quem sabe para um post)Tbm nesse mesmo posto de saude, onde passava meus filhos com uma pediatra,que qdo eu entrava no consultorio ja começava as ofensas, falava assim para minha filha, nossa precisa de uma dietinha, ou vc vai querer ficar igual a sua mae desse jeito ai, ja pensou, imagine qtas pessoas nao passasm por humilhaçoes desse tipo em consultorios, agora qdo vc paga o fdp tem que te atender sorrindo a hr que for, infelizmente nao sou tao a toa na vida, preciso trabalhar se nao morro de fome literalmente.....

Fátima disse...

Concordo com voce. Ja tentei emagrecer mas vi que a dieta não cabia no meu orçamento. Ou eu pagava as contas de agua, luz, telefone, iptu, crc ou comprava tudo que o médico me mandou consumir na dieta...depois um outro médico me receitou xenical, dois comprimidos ao dia. Quando vi o preço de uma caixa, que duraria 15 dias, vi que não estava ao meu alcance. E viva os esforçados gordos ricos, que depois que emagrecem ainda escrevem livros e fazem palestras, sobre o esforço sobre humano que fizeram para perder peso. Abrir a carteira é um exercicio aeróbico!

Alessandra Tofoli disse...

Sabe o que me irrita profundamente? Ouvir esse blá, blá, blá de gente com grana que "teve muita força de vontade" e deixar isso como se os que não emagrecem é porque são um bando de folgados e desleixados.

Tadeu Diniz disse...

Iara, minha preterida escritora, desta vez tenho que discordar. A dieta exige muita disciplina e não muito dinheiro. Quanto aos ricos contarem vantagens dizendo ser esforço concordo que são idiotas. Em 2010 pesava 160 kg e após muita disciplina nos exercícios físicos (levanto as 6 da manhã e caminho 10 km de segunda à segunda) e dieta restrita, arroz, feijão e salada, sem carne durante a semana. Consegui emagrecer até hoje 65kg. Não digo que é fácil ou simples, mas é apenas disciplina. Atualmente preciso emagrecer mais 20kg e não consigo, porque? Porque fiquei preguiçoso, caminho agora 5km e aumentei a quantidade de comida. Claro que não vou continuar emagrecer. Beijos linda!

Anônimo disse...

"Não existe mulher feia, existe mulher pobre". Com dinheiro pra gastar em SPA, nutricionista, lipo e tudo mais, ah fia, assim fica fácil! Quero é ver madame acordar de madrugada pra ir na feira livre (supermercado tá caro) comprar frutas, legumes e verduras, andar 5, 8, 10 km na calçada esburacada ou no parque detonado, recusando doce e cortando a gordura enquanto todo mundo se lixa pra sua dieta-porque, né, todo mundo sabe que dieta é besteira e querer apoio é frescura de mulher.

Ah, e não esqueça: pessoas de dieta ficam irritadas e difíceis, afinal ela está se privando de uma necessidade básica (comida) enquanto tudo em você é programado pra EVITAR isso. E quando a pessoa está assim, ainda tem que ouvir um "Afe, isso é fome sua mal educada, vai comer pra ver se fica menos insuportável". Porque né, mesmo lutando contra toda a lógica da natureza e se privando de COMIDA, ainda assim a mulher tem que ser educada, gentil, sempre feliz e satisfeita. Ir tomar um chá de semancol ninguém quer, né?

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...