ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

30 janeiro 2015

Novela Império: um homem obrigado a fazer sexo?

CORA E O COMENDADOR, AGARRANDO O HOMEM NA UNHA

Nem sempre é simples falar de feminismo, já que graças a um movimento contrário, a simples menção da palavra cria arrepios em muitos.
Mesmo assim, insisto, o feminismo não é um problema de mulheres, mas sim uma luta que deveria ser de todos, inclusive dos homens, também massacrados (mesmo que ligeiramente) pelo machismo.

Ontem assistindo uma novela pensei em como as coisas estão invertidas e muitas pessoas acabam com uma leitura pequena diante de um enorme problema.

Na novela  ''Império'', um personagem, Cora, é apaixonada por outro, o Comendador. Seu único sonho é uma noite de amor com ele, por isso esperou anos e se manteve virgem, mas ele não quer, não gosta dela, não sente atração e diz que prefere qualquer coisa do que se deitar com ela, então ela procura mecanismos de chantagem para obrigá-lo a ter relações.
No capítulo de ontem ela tentava de novo uma chantagem, acuado, ele resolve ter relações com ela. Tira a roupa e fica parado no quarto, com cara de desconforto enquanto ela fala maravilhas do seu corpo nu.

Assisti à novela com outras pessoas e todos gritavam, urravam, davam risadas, mandavam ela pegar, se pendurar no homem, continuar beijando. Eu me peguei dizendo ''fecha o olho e faz o que a moça pede, deixa de fazer cú doce!
Ela o agarrava, ele tentava desviar, mas não conseguia. A cena acaba quando ele é salvo pelo seu motorista, antes que aconteça qualquer coisa na cama.

Foi uma cena bem feita, ficou divertida, mas revela um horror que o mundo esconde, homens também sofrem abusos sexuais e chantagens em troca de sexo.

Vou ser sincera, minha educação foi clara, homens adoram sexo e não perdem a oportunidade, fazem com qualquer coisa, até com um melão. É isso que aprendi, homens não são empurrados para a cama porque eles mesmo se jogam ali e homens não perdem nenhuma chance de transar.

Mas nos meus tempos de teatro conheci outra realidade. Vi diretores acossando jovens atores, trocando sexo por indicações em testes.
Apesar de todos me garantirem que estava ''tudo bem'', eu via esses atores no dia seguinte e nem sempre pareciam confortáveis, mas nunca dei bola, porque o mundo masculino na minha visão machista sempre me pareceu desencanado e sem grandes preocupações.

Terminando a novela começou uma série, ''Felizes para sempre''. Entre vários enredos aparece o de uma médica que recebe a proposta de ser sócia de uma clínica, mas na entrelinha vem que será necessário ''transar'' com o dono da clínica. Sem alternativa, ela cede. E quem assistia aqui em casa subiu paredes, dizia que era ''muita sacanagem'' acossar assim uma mulher, que não era ''justo'' ela ter que ''dar'' para subir na vida e que deveria denunciar o homem.

Dá para fazer uma leitura rápida e perceber o horror do acosso com uma mulher, mas por que quando é o homem o acossado, é engraçado? 

Porque alguém nos disse que homens adoram sexo e quando são acossados ficam felizes, já que querem transar o tempo inteiro. Será que é verdade?

Mas homens são acossados? Não sei dizer, o mundo masculino me parece um mistério e ainda escorrego na minha educação machista, não acredito que eles possam negar sexo.
Tenho em meu registro três foras, três homens, eu teria deitado com eles, mas eles não quiseram, alegando diferentes razões. Isso me desestruturou demais, nunca achei que homem pudesse negar sexo, me perturbou muito ter sido rejeitada sexualmente.
Fui procurar consolo em amigos que me garantiram que nem sempre dá, às vezes não rola química e ponto.

Nunca vi homens sendo acossados da maneira que as mulheres são, o que me preocupou da cena foi o lado cômico de uma situação que é séria, acosso sexual não é uma coisa aceitável, nem em homens nem em mulheres. Não se pode inserir o humor em uma cena de estupro, mostrar um abuso como uma coisa ''normal'', isso vai distorcendo todos os valores e mexendo no esquema mental das pessoas, mostrando uma coisa que não é verdade, abusos sexuais são os responsáveis pela maioria dos traumas que um ser humano carrega e leva muitos ao suicídio.

É isso que o machismo não deixa os homens verem, existem números mostrando que 2% dos abusos sexuais acontecem com homens, pode ser um número pequeno, mas abusos sexuais não deveriam acontecer com ninguém.
Ter uma pessoa no quarto, nua, obrigada a ter relações, é uma das maiores violências que um ser humano pode passar.

Se a cena tivesse sido ao contrário, a mulher nua, obrigada a estar com um homem e tendo seu corpo elogiado por ele, as redes sociais teriam pegado fogo e a direção da Globo estaria se explicando.

Não precisa ser feminista para entender, abuso sexual é um crime, seja com homens, mulheres ou animais. E não é ceninha engraçada de novela, é uma tragédia, principalmente no Brasil, onde  centenas de meninos são abusados todos os dias e vendidos para o mercado sexual.

Dar risada diante de uma cena onde um homem está sendo obrigado a fazer o que não quer, é muito triste, esconde a parte mais importante, sexo tem que ser consensual, é coisa de dois, não de um obrigando o outro.

Poxa, e por que minha preocupação com o lado masculino da questão? Porque tenho homens na minha família que eu amo, vivo cercada de homens e são seres humanos, não são pedaços de borracha. E já tive um Romeu com um passado doloroso e uma vida atormentada pelos abusos que sofreu nas mãos de um tio. 

Tenho a teoria de que se trazemos tudo à tona, talvez fique mais fácil de ser entendido, ignorar a dor dos homens não ajuda em nada, talvez dando a dimensão exata do que é um abuso sexual, tanto para homens como para mulheres, as pessoas possam perceber como é importante acabar com esse horror.

E não é que eu tenha  ''peninha'' de homens, ou fiquei com ''dó'' de ver um sendo abusado, é apenas meu sonho de um mundo melhor, sem abusos sexuais, sem tanta dor.

Iara De Dupont



3 comentários:

May Pacheco disse...

Eu adorei o texto. Acredito que este assunto seja pouco abordado e é bem o que você salientou. Não se é homem, mulher ou animal. Sexo TEM QUE SER CONSENSUAL. Gostaria de saber mais sobre seu livro. Eu sou feminista e dona de uma livraria e me interessei.

Beijos.

http://www.maypacheco.com/

Anônimo disse...

Excelente o texto, e é bom pra lembrar como o machismo também agride e machuca os homens. Principalmente quando eles ainda são crianças, consideradas 'posses' dos pais e sem direito a voz. Machismo é algo tão nocivo e destrutivo que faz mal até pra quem é privilegiado por ele.

Anônimo disse...

Uma vez eu li um livro, um desses romances históricos, não lembro exatamente, mas mais ou menos a mocinha queria engravidar de todo o jeito; como o mocinho não queria, acho que ela o pega bêbado e consegue transar com ele. Achei aquilo tão sem noção, tão sem deprimente, que não consegui ler mais nada da autora.

D.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...