ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

03 dezembro 2014

Eminem e Bill Cosby: o lado monstruoso do entretenimento

Bill Cosby
Eminem e Iggy Azalea. (Foto: Getty Images)
O doido do Eminem e Iggy Azalea

Levei anos  para entender que não são os homens que vão parar a violência que as mulheres sofrem no mundo.

Mesmo sendo criticada e chamada de radical ainda penso que tudo pode mudar quando as mulheres perderem sua enorme margem de tolerância, porque mesmo devoradas por propagandas machista continuam consumindo os produtos e não parecem incomodadas em se ver retratadas como idiotas e bichos domésticos.

E isso inclui o  ''entretenimento'' que consumimos.
Essa semana aquele otário do  Eminem se meteu em outra polêmica ao escrever uma música dizendo que sonha em estuprar uma cantora, Iggy Azalea (link) e que nem adianta ela gritar porque ele fica mais excitado.

Em 2003 um amigo me deu um cd do Eminem, ''The Eminem show''. Não gosto desse tipo de música, mas meu amigo insistiu tanto que acabei escutando e gostei de algumas canções. Naquela época quem cantava esse estilo já estava na pegada da ostentação e Eminem fazia o caminho contrário, suas músicas eram sobre a infância traumatizante, o abandono do pai, a mãe drogada, a pobreza e sua adolescência na bebida. Gostei dele porque me parecia humano e sem a preocupação de parecer perfeito e ignorei umas duas músicas que dizia sonhar em matar sua ex-mulher.

Todos passamos por fases e superamos, mas ele não conseguiu superar seu ódio com as mulheres e continuou fazendo músicas dizendo o quanto quer ver todas mortas. 
Nunca mais escutei nada dele e fechei esse assunto.

E agora veio com essa idiotice de querer estuprar a cantora. 
ponto em Eminem é o seguinte, a maioria do seu público é composto de mulheres, são elas as responsáveis pelos milhões na conta dele, tudo isso porque há uns anos ele tinha uma cara doce, não era o velho ridículo de hoje.
Não adianta chorar e reclamar na mídia, as mulheres foram tolerantes e enriqueceram um idiota.

E também vieram à toa as acusações que pairam sobre o comediante americano Bill Cosby (link), acusado de mais de dezoito estupros desde dos anos sessenta.
Ele foi um comediante revolucionário, criou e insistiu em colocar um programa sobre uma família negra classe média, a emissora apostou na ideia e foi um dos programas mais famosos do mundo.

Mas deve ter gastado muito de sua fortuna para cobrir tantos estupros, mesmo assim apenas agora as coisas começam a aparecer.

Não vejo como ter tolerância com esse tipo de situação. As americanas são muito conscientes, mas me surpreende que Bill não esteja na cadeia nem tenha sido castrado, porque um homem que coloca drogas e estupra mulheres em seu camarim merece ter seu pênis cortado em praça pública.

É importante perceber a violência em todas as camadas que se vive, para poder combater. Não podemos ser tolerantes com violência na televisão, música, propagandas ou filmes, porque caso contrário a luta se enfraquece. Do que adianta centenas de feministas americanas lutando para acabar com o estupro enquanto outras centenas consomem música de Eminem?

A mídia precisa entender que não existe diálogo nem margem de tolerância para a violência sexual, mas só vai entender isso o dia que afetar seu bolso.

Não adianta fazer passeata contra o estupro e consumir comerciais violentos, onde a mulher é mostrada como objeto. Tudo ao nosso redor tem seu peso e fechar os olhos para alguma coisa significa fechar os olhos para o que acontece.

Pode parecer paranoia, mas enquanto as mulheres forem tolerantes com todos os  tipos de violência os homens vão continuar achando que tudo está bem, porque para eles está. Eles não são os estuprados e não vão se mexer para acabar com a violência. As únicas que podem mudar a história são as mulheres e isso só vai acontecer o dia que pararem de serem tolerantes com tanta violência, inclusive no fantástico mundo do ''entretenimento''.

Iara De Dupont

3 comentários:

Thais de Fátima Vaz disse...

Esse Eminem é, pra dizer o mínimo, um surtado. Só pra efeito de curiosidade, dizem que ele, nessa música que você citou, na qual ele fala que vai matar a mulher cortando a garganta dela", dizem fofocas que ele era obsecado, adorava ela e ela não queria mais nada, rsrsrs. Um idiota, enfim.

Anônimo disse...

A maior parte das fãs brasileiras nao sabe o que esta cantando mais sai repetindo...agora quanto as americanas, deveriam simplesmente esquecer dele e ouvir outra coisa melhor!!!

Anônimo disse...

Incrível é que esses caras como o tal Eminem agem assim depois se acham no direito de reclamar e se fazer de coitados quando as mulheres fogem deles e não querem nada com essas pragas. Quanto ao tal Crosby, é só um bandido mesmo que se aproveita da fama e do dinheiro pra escapar impune dos crimes que cometeu e tem que ir em cana aprender a ser gente.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...