ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

15 novembro 2014

A minha ascensão social (graças ao elevador). Me mudo para Dubai!

ACHO QUE VAI FICAR ASSIM O ELEVADOR DO MEU PRÉDIO (CHIQUE NO ÚLTIMO, MEU BEM)

Graças a uma administração faraônica meu prédio passa por reformas. A tentativa é transformar um simples e antigo prédio em um edifício à altura dos que existem em Dubai (Emirados Árabes), imagino que essa é a ideia do administração, até porque os custos acompanham os sonhos de grandeza de quem idealizou essas mudanças.

O elevador vai deixar de ser um pobre e miserável elevador, utilizado apenas para subir e descer pessoas. Pelo o que está se cobrando imagino que vai ser uma nave espacial, com mordomo dentro, cascata de chocolate e banheira de hidromassagem, salão de beleza e talvez com um pouco de sorte vamos ter uma academia de última geração lá dentro. 

A única certeza que tenho é que o chão vai ser de mármore, isso foi discutido ao cansaço,mas o argumento é que pobres pisam no chão e ricos no mármore!

Desde o começo fui contra essa intenção de transformar o prédio em um pedaço de Dubai, mas minha coerência, lógica e senso comum ligado à questão econômica foi voto vencido nas reuniões, aprendi uma grande lição, nada segura os delírios de grandeza de uma classe média baixa. O sonho de viver em um prédio moderno supera até o desgosto de ver a conta de condomínio cada vez mais alta.

Estamos sem elevador, o que me mostrou uma coisa que eu já desconfiava, seres humanos somos preguiçosos. Cansei de ver moradores reclamando que não podem mais pedir pizza, porque  ''é um saco descer escadas''. Não escutei de ninguém até agora os benefícios de subir escadas, queima calorias e deixa pernas e glúteos duros. 

Mas ninguém quer saber, todos reclamam da falta de elevador. E nesse período a coisa mais engraçada que aconteceu foi um morador que dormiu na escada, chegou bêbado e começou a subir os andares, mas perdeu a conta e não lembrava mais em que andar estava e acabou dormindo. Infelizmente também vomitou, o que causou uma multa por parte da administração, que segue a linha de trabalho da temida GESTAPO, a polícia secreta alemã da época da guerra. O porre custou um salário mínimo em multa, mas paciência, o dinheiro para tantas reformas têm que sair de algum lugar e moradores bêbados são ótimos para vomitar nos corredores e encherem os cofres da sinistra administração.

Já cansei de reclamar de tantas reformas, mas o pessoal que mora aqui está convencido que o prédio depois que tudo acabar vai sair andando e se instalar em um bairro nobre da cidade. Eu sou apenas uma, o que posso  fazer contra uma multidão de pessoas que têm certeza que com a reforma o status delas vai mudar e todas vão acordar milionárias?

E os projetos nem começaram, são centenas que incluem também pintar todo o prédio por fora e trocar as janelas.

Com todos esses custos e o aumento da água no ano que vem minha conta de condomínio vai ser equivalente a um aluguel em uma zona residencial de alto padrão em Miami. Mas não é culpa da administração, se abriu uma votação e foi a maioria que decidiu que era hora de pegar um prédio mequetrefe e dar a ele ''a cara da riqueza'', a ideia contou com o apoio de um pessoal que mora aqui e trabalha na USP, são os que mais jogam pilha para as reformas, mas como todo mundo sabe, o pessoal da USP não têm problemas de dinheiro e se a conta de condomínio apertar, mamãe e papai pagam.

Eu continuo revoltada, acho um investimento enorme e desnecessário, até porque juntaram parcelas de várias coisas, não foram fazendo por etapas. 

Por essas e por outras que considero São Paulo a cidade mais provinciana do mundo e mais jeca do planeta, no momento em que todos os países atravessam uma crise econômica o pessoal do meu prédio quer transformar esta merda em um prédio de Dubai, uma ideia sem eira nem beira. Ninguém pensa no inútil que é gastar tanto dinheiro em reformas estéticas em um país com uma inflação galopante.

Não tive o apoio de ninguém quando reclamei dos tapetes colocados na entrada, não são qualquer coisa, o nome do prédio vem escrito neles e isso triplicou seu custo. Bati o pé, ora desde quando prédio tem nome ou precisa de tapetes com ele escrito? Por acaso vai sair andando direto a escolinha?
E a resposta foi direta ''os tapetes têm o nome do condomínio porque é chique''!
Ah, me desculpe por perguntar então!  
Cada um custou quinhentos reais, mas a ''chiqueza'' é cara né? 

Os únicos argumentos são ''é para dar refinamento'', ''é para melhorar'', ''é para dar melhor impressão''. Só merda que paulista fala na sua pretensão, não percebem que vivemos em uma cidade abandonada pelo poder público, sem água e somos todos uns pobres diabos para o sistema, menos o pessoal do meu prédio que tem tapete com o nome do condomínio escrito!

Paulistas são cafonas, metidos a ricos e pensam que um prédio tem que ser símbolo de status e de  ''mostrar para o outro'' onde a pessoa chegou, bem naquele esquema mental de fazenda, um coronel dizendo que tem mais vacas do que o vizinho. 
São essas coisas que me levam a perguntar que porra eu faço aqui nesta cidade caipira, jeca, limitada mentalmente e preocupada em esnobar o vizinho, imagina quando o quarteirão inteiro souber que o meu prédio vai ter um elevador de luxo! Vai ficar todo mundo de ''carão''.

Essa mania brasileira de querer mostrar que  ''está podendo'' me deprime, porque não traz benefícios reais, ninguém precisa de um elevador de luxo em um prédio antigo e xexelento.

De mim o pessoal do prédio diz  ''essa daí só reclama''! Mas não é?
Não tenho culpa de acreditar em viver de acordo com minhas possibilidades, se não posso morar em Dubai vou tentar reproduzir isso em um prédio velho no centro?

Eu já avisei que o dia que o elevador for inaugurado  vou dar uma festa lá dentro para meus amigos, porque estou pagando por ele como se fossem cinco festas de casamento de luxo, me vejo no direito de fazer minha festinha.

E uma vizinha ficou revoltada quando alguém contou que eu faço oposição a esse elevador de sheik árabe e veio me dizer:

-Qual é o teu problema? Não quer um elevador novo? Credo, parece que não quer  melhorar na vida!

Misericórdia, a esse ponto de cafonice chegamos? Onde um elevador caro significa melhorar na vida? Porra, então em uma semanas quando ele começar a funcionar eu vou avançar umas cinco linhas na divisão de classe social, vou sair da média para os super ricos. Vou entrar bem linda, gostosa, no dia da abertura do elevador, respirar fundo e apertar o botão que diz ''Dubai''. E lá vou eu direto para a riqueza, saindo de um elevador de luxo de prédio xexelento, vou subir os ''andares sociais''.

Meu Deus, como eu era burra! Achei que para melhorar de vida precisaria estudar e trabalhar, mas errei, era apenas entrar em um elevador e apertar o botão de luxo e chegar ao andar da riqueza. Dubai, me aguarde, sua nova e milionária diva está chegando! Acelera reforma, já quero ser rica!


Iara De Dupont

2 comentários:

J.Universo disse...

Iara, você pensa que é em Sampa? Que é o seu prédio? Tá acontecendo em muitos outros lugares.
Prédio de gente "chique" é assim. Tem que ter portaria decorada, para exibir, tem que ter piscina aquecida para exibir, tem que ter salão de festas reformado para exibir. Agora, propões fazer um poço artesiano, captação de água de chuva, medidor individual de consumo de água, que são investimentos que tarão economia para o resto da vida, economia de água, baixar o valor do condomínio. Nã, nã, nã...
A pior pobreza é a pobreza da arrogância e de espírito. Eu posso, eu tenho.
Outro dia um babaca "mandou o porteiro acender todas as luzes da quadra e da piscina, pois ele iria receber convidados e queria "exibir", de seu apartamento, o prédio para onde ele tinha recentemente mudado.
Eita pobreza !!!

Anônimo disse...

Se gera economia ninguem quer fazer, porque economia é coisa de pobre. Agora ostentação, todo mundo quer, se funkeiro da periferia pode, porque não eu? Muitos do seu predio, garanto, não gostam de sair do mundinho e se misturar a gentalha, então no mundinho tem de ter tudo do bom e do melhor. Não se desespere, o proximo projeto é um hospital particular para os condominos e um cemitério no fundo, para nunca mais sair de lá, viver chique, até depois de morto!

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...