ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

21 outubro 2014

Pornografia revela alguém?



Uma amiga me contou sobre seu namoro, está preocupada porque achou no computador do rapaz umas imagens  ''estranhas''. Ela não me disse o que era e prefiro nem deduzir, já escutei cada coisa sobre pornografia na internet que me deram náuseas.

Já escrevi sobre esse assunto, mas não cheguei a nenhuma conclusão, é um dilema novo para as mulheres modernas, quando a pornografia que teu namorado assiste ultrapassa teu limite ético.

Passei por isso uma vez e não sei até hoje se agi certo ou não. Escutei de um amigo que assistir pornografia é pessoal, é apenas do interesse de quem assiste, não de quem namora. E concordo com ele até certo ponto, a maioria dos homens não mostra para a namorada o que  ''realmente'' assiste.

Mas é difícil saber como agir, porque é um conflito moderno. Eu nasci no século xx, nos anos setenta, na minha adolescência os rapazes compravam revistas de sacanagem na banca e assistiam filmes pornográficos no VHS e ali era tudo bem limitado, era sexo entre adultos.

Já a internet trouxe um mundo escabroso, cheio de possibilidades doentias. Existem pessoas que nascem doentes e  fazem coisas terríveis, mas muitas outras são levadas por influência ou identificação.

Uma vez assisti uma palestra sobre internet com um especialista, já depois conversando com ele disse que me surpreendi com o que chamou de ''efeito corda'', a pessoa puxa uma corda virtual e vai puxando, puxando, até ficar viciada, e a corda não termina nunca. Ele me perguntou se eu gostava de algum assunto em particular e respondi que perdia muito tempo lendo sobre perfumes, mas era porque um site me levava a outro e assim por diante, além dos grupos que conhecia que falavam sobre o tema. Então ele respondeu que era o mesmo mecanismo para tudo, desde pornografia até armas ou drogas, a pessoa entra ali e vai indo de site em site, acaba conhecendo aspectos que nem imaginava existirem e se misturando com pessoas erradas.

No caso do meu Romeu não soube como reagir. Eu tinha visto uns links e não soube o que fazer, pensei em falar com ele, mas aquilo me perturbou porque eram cenas que envolviam muita violência, tudo longe de quem ele parecia ser, uma graça de Romeu, um doce de pessoa. Uns dias depois por outros motivos ele pediu  ''um tempo'', aproveitei isso e me afastei, podia ter o procurado, até porque gostava demais dele, mas as cenas cruzavam minha cabeça e me deixaram perdida. Fiquei tão constrangida na época que não sabia com quem conversar a respeito, tentei uma amiga, mas ela parecia tão perdida quanto eu. De repente ela me dizia que tudo aquilo que eu tinha visto não tinha nenhuma importância, depois me dizia que mostrava o caráter do Romeu e suas perversões.

Um tempo depois uma das minhas amigas terminou seu namoro e me contou que tinha visto uns sites pornográficos que envolviam crianças no computador dele.

Uma vez comentei isso com um Romeu e ele me disse que homens são ''curiosos'' sexualmente, gostam de ver tudo, mas ''curiosidade'' não tem nada a ver com desvios de caráter.
Mas é a visão dele, eu sou conservadora em alguns aspectos e não acho simples  ''curiosidade'' abrir sites com crianças, isso pra mim é sinal de doença mental.

É um dilema novo e difícil de decifrar. Não tenho a menor ideia de como iria reagir se topasse novamente com uma situação assim. Meu limite de entendimento sexual é bem curto, entendo tudo que envolva adultos, apesar de não querer saber detalhes, mas se envolve violência ou crianças eu não tolero.
Não sei se estou no meio de um conflito geracional, já conversei com meninas de doze anos e elas pareciam surpreendidas com a minha opinião sobre a pornografia na internet. Uma delas disse várias vezes:

-Sério que você nunca viu tal coisa?

Não, não vi, não fiz e não tenho nenhum interesse. Para mim sexo envolve outra pessoa que eu goste e um quarto, o resto sai sobrando, tenho uma visão bem arcaica disso, não cresci vendo putaria na internet e não penso mudar agora.

Mas entendo o conflito da minha amiga e de muitas mulheres, quando o interesse sexual, mesmo que virtual, de um homem atravessa nosso limite ético. Não somos uma geração ensinada a lidar com isso, acho que muitas são como eu, ainda se surpreendem com a  ''curiosidade'' masculina e que tão longe ela é capaz de ir. E digo ''masculina'' porque só namorei homens até hoje, não sei como as mulheres agem no computador nem o que elas procuram nos sites. Por pesquisas sei que são grandes consumidoras de uma pornografia leve, gostam de histórias bem escritas e interessantes, mas não aparecem em números expressivos no consumo de pornografia pesada.

Não sou psicóloga nem psiquiatra, não sei se a pornografia que as pessoas assistem revela alguma coisa de sua personalidade ou é apenas um entretenimento sem importância. Já escutei de amigos que a melhor coisa que eu posso fazer é me apaixonar por um monge tibetano, pelo menos sei que não vai estar na internet assistindo aberrações. Mas a questão não é essa, não me importa o que Romeu assista, só vira um problema para mim se aquilo se transforma em um duelo interno. Se eu fico sabendo que ele assiste pornografia com crianças vou pensar o que? Eu deixaria ele carregar meu sobrinho no colo?

Não adianta tirar a importância, tem gente como eu que fica pensando, achando que tudo ali pode ser um sinal de uma personalidade doente.

Mas pode não significar nada! É, também existe essa possibilidade.
Talvez pensando nisso o computador de uso pessoal foi inventado, cada um no seu mundo, construindo seu planeta com os sites que gosta de ver. Labirintos humanos não devem ser explorados pelas pessoas que amamos, a  melhor coisa que cada um pode fazer é esconder e neutralizar suas perversões.

A alma humana pode ser uma rede de esgoto, em poucos pontos do caminho entra um pouco de luz, o resto é água suja.
Não sei se é bom saber o que Romeu assiste e se isso vai além do tolerável não sei o que deveria ser dito, nem como me comportar. Reconheço que é um dilema do qual quero distância, já sofri demais com isso e nem assim aprendi a lidar com o problema.

Muitas coisas na época da minha avó aconteciam de portas fechadas e às vezes em lugares distantes de sua casa. Começo a achar que é melhor assim.

Iara De Dupont 


7 comentários:

Anônimo disse...

Iara querida, penso do msm modo, acho que os homens tem uma certa fantasia por sexo, bem exagerada por sinal, mas tem uma linha bem tênue e perigosa ai, ver filmes Brasileirinhas é uma coisa, agora ficar fuçando em sites que tem criança, ou animais, acho sim que isso mostra e muito o caráter da pessoa. Tem coisas que não dá pra assistir e não ficar indignado, com nojo e com raiva, agora se ao invés da pessoa sentir isso, ela sente prazer no que está vendo, é que trata isso com a maior naturalidade, pensa em nós mulheres, podemos achar lindos certos atores de tv, ver eles sem camisa até é bonito, mas ver um menino de 10 anos sem camisa se insinuando numa foto ou num vídeo é constrangedor, não é uma coisa que vemos naturalmente. Então sim, se vc encontrou isso, corre, isso vale para todas. Agora se ele ficar vendo playboy e tals, dá até pra dar um desconto kkkkkkkk

Elisane disse...

Bom dia Iara. Concordo em certos pontos contigo. Eu, como mulher, nunca vislumbrei nada referente a sexo e crianças na internet, primeiro porque me deixaria nauseada e segundo porque ter acesso a este tipo de material é crime tipificado no ECA (Estatuto da criança e adolescente). Porém, como sou curiosa, como muitas outras pessoas ja assisti pornografia pesada, zoofilia, lesbianismo, homossexualismo, e outros tipos. Por vezes me deparo com coisas que não tenho coragem de olhar, pois acredito que até perversão tem um limite e no mundo da internet não existe este limite. E mesmo assim minha vida sexual é bem normal, pois é só curiosidade mesmo que, por vezes, nos levam a ver certas coisas e nos traz a compreensão de que o humano é um bicho estranho.

Patrícia disse...

Se eu descubro que um romeu tem o hábito de ver pornografia que na minha opinião é doentia, envolvendo crianças, violência e animais (fora outras atrocidades), tenho certeza que meu nojo seria maior que qualquer sentimento, não ia querer nunca mais na minha companhia. Sem contar que muitos querem levar estes hábitos para seus relacionamentos, e muitas com medo de perder o parceiro se submete, eu to fora, não quero nem papo!
Imagina se tudo que todas as pessoas acessam no computador fosse tornado público, acho que o mundo ia acabar!

Célio disse...

Nenhum amor eterno deveria resistir a um pedófilo e muitas mulheres se calam, aceitando que eles peguem suas filhas, netas, sobrinhas, porque simplesmente amam o bandido. Nenhum amor eterno deveria resistir ao estupro e resiste porque muitas mulheres sao estupradas diariamente por seus maridos e se calam. Nenhum amor eterno deveria resistir a violencia moral e ele resiste, porque é melhor para a esposa se mostrar casada para as amigas encalhadas, que dar basta no traste. Nenhum amor eterno deveria se fortalecer com burrice, comodismo, fanatismo ou medo...e ele se fortalece.

Anônimo disse...

Eu não faria escândalo se descobrisse uma playboy, uma sexy ou algo assim nas coisas do cara. Mas se achar alguma coisa tipo zoofilia, pedofilia ou estupro (é assustador a quantidade de pornô com temática de estupro ou abuso sexual) aí eu saio é correndo e não tem quem ou o que me faça voltar. Claro, se houver crianças na família o sujeito é que vai pra fora. Sério, dá nojo.

Anônimo disse...

DENUNCIEM!! Pedofilia é crime e não tara! Estupro é violencia e não fetiche! Zoofilia deve ser algum tipo de falta de desenvolvimento mental. DENUNCIEM!!!

Patricia disse...

é descobrir e temer o cara,e ter nojo dele também,eu esfriaria na hora,...e mandaria ele pastar!Pornografia com crianças?è crime,e deve ser tratado como criminoso o sujeito que ve essas coisas!Eu toh fora!

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...