ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

23 setembro 2014

Zeca Camargo: não foi pessoal, bem-vindo ao Brasil

ZECA CAMARGO
Um dos fatores que atrasa o planeta é a ideia de que nossa vida não está ligada a nenhuma, nada do que for feito por nós vai ter impacto em outras pessoas. E mesmo vendo com essa noção destrói o mundo, contamina os mares, envenena a terra, continuamos pensando que somos seres individuais e nada está conectado.

Perceber que existe essa conexão é irritante e cansativa, porque então somos obrigados a pensar duas vezes e largar nosso constante egoísmo e a procura maluca por um prazer que nem sabemos se existe. Não sou um monge tibetano, também acho um porre a ideia de que tudo está ligado e eu sou mais responsável pelas coisas do que gostaria de ser, mas fazemos parte de um eco-sistema e temos que pensar nas consequências.
E talvez na Suécia eles sejam obrigados apenas a refletir sobre o impacto que seu consumo causa na natureza, mas no Brasil, um país desigual e injusto, em algum momento vamos ter que pensar sobre nossa ética em todos os setores da vida. Cada movimento nosso cimenta conceitos errados que derrubam lentamente o país e no fim das contas não vamos ter moral para subir em uma cadeira e dizer que  ''o Brasil é uma merda''.

Ao contrário do que se diz  não escrevo mal da Globo, respeito a empresa e assisto suas novelas, mas talvez algumas vezes sou movida pela grande mágoa de uma humilhação que passei ali durante um teste e me mostrou como as coisas funcionam no Brasil.
E vejo a mesma história se repetindo e me pergunto se não está na hora das pessoas que trabalham em altos cargos começarem a pensar na contribuição que fazem a sociedade, perceberem que sua mensagem está alinhada a injustiça que invade o Brasil.

Esta semana saiu na imprensa que o apresentador Zeca Camargo foi afastado do programa ''Vídeo Show'' pela baixa audiência. Zeca não me parece uma figura ideal para o formato do programa, está acima disso, mas existe um ponto que não foi reconhecido, ele é um profissional de longa trajetória, não caiu de paraquedas. E dizem que foi substituído por Grazi Massafera.
Não tenho nada contra a moça, acho ela bonita, meiga, mas é esse o ponto que ajuda a derrubar um país. Até quando podemos viver sem a noção de meritrocacia? É justo tirar um jornalista de sua função e colocar uma pessoa que nunca se preparou para isso?
Os diretores fazem esses movimentos e depois reclamam que pessoas como o Tiririca se candidatam e ganham, mas ora, eles estão contribuindo com a ideia de que no Brasil não se precisa trabalhar nem estudar, é só ir na malandragem.
A desculpa é que Grazi atrai anunciantes, mas a verdade é que o programa ''Vídeo Show'' já afundou há anos, deveria estar na grade de ''Globo Arqueologia'', junto com o Fantástico. O problema não é o apresentador, é o conceito ultrapassado do programa. O que sei de televisão é que anunciantes pagam o programa e garantem o lucro, mas não significam audiência nem são os responsáveis pelo ibope. Ter um anunciante grande, uma marca internacional, não quer dizer que o público está assistindo.

E tenho que repetir mil vezes, nada contra Grazi, mas estou exausta de reclamar de coronéis e seus filhos na política e vejo a mesma atitude na televisão, onde filhos de famosos ou ''sortudos'' como Grazi entram sem trabalhar por isso. E nem adianta me dizer que Grazi estudou na Oficina de Atores da Globo porque também fiz essa merda e posso garantir que não se aprende nada ali além de questões técnicas de como se posicionar em uma cena.

O Brasil não vai mudar nem melhorar enquanto atitudes assim forem incentivadas, pessoas que lutaram anos pelo seu espaço são empurradas para fora por alguém que não tem preparo para o cargo.

Não exigo de nenhuma emissora grandes ''exemplos'' nem lições de moral, porque não é a função delas, mas que assumam sua responsabilidade diante da construção de um país e não reclamem de candidatos a cargos políticos que são analfabetos e sem preparo. Contratar pessoas em uma emissora que também não estudaram é a mesma coisa, não existe diferença nenhuma.
O Brasil deve ter centenas de faculdades de comunicação lotadas de alunos e eles estão vendo como o país funciona, na hora de apresentar um programa basta ser a favorita dos anunciantes, que se dane o contéudo ou a falta dele na pessoa.

É essa mensagem que as emissoras passam  sem dó. Sempre penso como seria se os hospitais trabalhassem como as emissoras, empregando as pessoas sem que elas tivessem dedicado sua vida a estudar e trabalhar pela vaga.
Muita gente fala que televisão não tem nenhuma importância, mas é o reflexo de quem somos, e a injustiça no nosso país não começa em Brasília, ela se forma em todos os lugares e a televisão contribui para que isso fique cada vez mais claro na cabeça de todos. Somos um país falido moralmente, dirigido por coronéis, onde predomina a injustiça em todos os setores  e cada pessoa tem sua responsabilidade nisso, se o país afundou é porque todos fizemos nossa parte para que isso acontecesse. Incentivamos e aplaudimos a lei do paraquedistas, aqueles que caem do nada no meio do campo, atrapalhando quem está ali trabalhando.

E tem gente que me diz, ''não escreve sobre a Globo, porque pode te prejudicar no futuro''. É possível isso? Mais ainda? Eu sou uma cidadã que já fui prejudicada por morar em um país desigual e agora não posso falar mais nada? Tenho que ficar quieta diante de tantas injustiças? Eu só digo a Globo que use menos fofice no seu ''Criança Esperança'' e comece a trabalhar a meritocracia.

E a quem diz que é apenas televisão só posso dizer uma coisa, não é, é um país sendo construído e eu e muitos merecemos um lugar melhor para viver, uma nação mais justa e coerente. E a justiça começa até na televisão.

Iara De Dupont


3 comentários:

Anônimo disse...

Feminismo é coisa do passado!

A próxima geração de mulheres vai acabar com o feminismo:

http://womenagainstfeminism.tumblr.com/

C.Belo disse...

Eu sinceramente não vejo talento nenhum nessa menina, o que vejo é que ela é MUITO LINDA e magra e gatinha e etc....aliás, raramente reconheço um verdadeiro talento na rede globo.

no mais concordo com tudo que vc disse, a televisão, assim como demais meios de comunicação, nada mais faz do que refletir a sociedade para quem ela vende seus "produtos". Assim como existe pedofilia porque existe quem a consome, existe deixar pra escanteio o talento e a experiência em troca de beleza vazia, pq VENDE, e vende pq tem quem nada mais queira além de colírio para seus olhos.

Anônimo disse...

A Globo está é uma grande porcaria, isso sim... nada que preste, só programa sem graça, novela chata, filmes imbecis, roteiros falidos, péssimo elenco. Nem ligo mais a TV aberta, só dou uma zapeadinha pra assistir Chaves de vez em quando. Merece mesmo a baixa audiência.

E você, criatura contra o feminismo, para de se meter com movimentos políticos e vai lavar as cuecas do teu macho, que política não é coisa de mulher. Não quer o feminismo? Devolva, então, todos os benefícios que você conseguiu com ele, inclusive o de trabalhar e ter seu próprio dinheiro pra comprar seu computador. Volte pra cozinha e por tanque e seja infeliz pra sempre com seu príncipe-sapo, mas nem se atreva a tentar arrastar a mim e a várias outras mulheres com miolos junto.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...