ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

12 setembro 2014

Tem certeza que eu mudei?


Tento, mas não consigo lembrar de toda nossa conversa. Parece que minha mente só registrou a última frase que saiu da tua boca ''você mudou, não é mais a mesma''.

Por um segundo pensei que estava certo, eu tinha mudado, mas depois percebi que não. Talvez essa seja a origem de todas minhas angústias, eu não mudo, fico parada no mesmo lugar.

Quando te conheci não sabia o que era IPTU, agora sei e pago. Mudei nisso, cresci. Mas continuo sem gostar daquele perfume teu que tem cheiro de café.

Até aprendi sobre vinhos, mas continuo gostando mais de guaraná. É meu paladar infantil, não mudo. Recuso sobremesas requintadas e aceito brigadeiros. De vez em quando passo uma mascára no cabelo para hidratar, coisa de mulher adulta, mas ainda tenho meu perfume da Hello Kitty no meu quarto, aquele que você tanto odeia.

Não mudei, mas você acha que sim. A porta bateu com essa frase no ar, ''não é mais a mesma''.
Vou dizer o que? Eu me sinto a mesma, nem sei porque não evolui mais. Fui a todos os casamentos que me convidaram e sempre fiz a mesma pergunta quando me ofereciam um pedaço do bolo ''é de chocolate?''. Ainda faço isso, ainda chego procurando a mesa de bombons. Escuto a mesma música e danço do mesmo jeito. Ralo a cenoura e jogo limão, porque dizem que emagrece, exatamente como fazia quando você estava aqui.

Ainda dou risada com as besteiras que teu irmão contava, talvez meu humor não mudou.
Se vejo ofertas de cremes para o corpo entro para comprar, grudo fotos que gosto na porta do meu armário, como se fosse adolescente.

Queria ter mudado em muitas coisas, mas não mudei ainda. Aprendi a estar esperta e não me deixar enganar, mas não consegui mudar mais do que isso. 

Nunca mudei o que sentia por você.  E agora me diz que não sou a mesma. Como assim não sou a mesma? Sou a mesma que você conheceu, a mesma que te amou. Não mudei nisso, não mudei em muitas coisas, ainda amo o que costumava amar, ainda odeio o que costumava odiar.

Mas o barulho da porta batendo me mostrou que você acredita mesmo que mudei, que não sou a mesma. Já tinham me dito que voltar com ex-namorados sempre dá errado, como aquela frase besta que diz  ''figurinha repetida não completa álbum''.

Ter voltado com você é a maior garantia que eu não mudei. Meus sentimentos ficaram ali, eu ainda sou a mesma. Talvez alguma coisa mudou quando a porta bateu, não fui atrás, não chorei. Mas comi muito sorvete, provando mais uma vez que não mudei.

Mesmo com o barulho da porta meus sentimentos por você não mudaram e tua última percepção pode estar errada.

Lamento o segundo fim, o fracasso da segunda volta. E talvez nisso mudei, agora sem dramas, acabou e foi assim. Mas nem por isso deixo de  pensar que podia ter dado certo, ainda gosto de você, mas tua miopia emocional te impediu de ver a situação, se eu mudei não te afetava em nada, o que era importante para nós dois eu mantive, o que senti e sentia por você nunca mudou. Isso era o mais importante e você não percebeu. Não fui eu que mudei, foi você que deixou de gostar de mim.

Iara De Dupont


Um comentário:

Fátima disse...

Todos nós mudamos querida! Voce mudou sim, ficou melhor, sabe mais o quer, sabe como conseguir, tem uma nova visão do futuro, da vida, amadureceu...não tem culpa se a mente do romeu não obteve 1% de bençãos do crescimento! Não foi só voce que mudou, foi ele que pensou que o tempo não passa e que as pessoas tem de ser como ele!

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...