ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

21 setembro 2014

Só temos duas caras?



Já me avisaram várias vezes sobre aquele dia sem maquiagem, onde mulheres postam fotos com o rosto limpo, sem nenhum produto cosmético.
Me parece interessante esse movimento porque quebra a estética que estamos acostumados, onde todas as mulheres aparecem super produzidas e fica difícil reconhecer seus traços naturais.

Usar maquiagem pode parecer uma brincadeira, diversão à toa, mas pode ser um processo que escraviza. Eu levei anos para me livrar da ideia de que tinha que estar com maquiagem, as vezes que não usei me perguntavam se estava doente. Me acostumei as cores e pensava que precisava daquilo o tempo inteiro. 

Comecei a ler a respeito e perceber como estava doutrinada e tudo que poderia ser divertido tinha ficado chato. Eu acordava mais cedo para fazer uma boa maquiagem, chegava de noite cansada e tinha que tirar tudo com cremes especiais, parece que não terminava nunca, minha liberdade tinha sido trocada por produtos quimícos.

Ao mesmo tempo eu percebia um processo estranho nas minhas amigas, elas pareciam uma pessoa com maquiagem e outra sem. Fiquei me perguntando como ia lidar com aquilo nos meus relacionamentos, eu não queria ter ''duas caras'' e elas me diziam para dormir de rímel ou colocar batom ao acordar. Pra quem sempre procurou como eu relações transparentes aquilo tudo me parecia sintético e falso.


E me perguntam quando vou postar minha foto sem maquiagem e fiquei pensando nisso. Cheguei a uma conclusão, mesmo que esse movimento seja para quebrar a estética não acaba sendo tão sufocante quanto usar maquiagem?

Porque então fica parecendo que como mulher só tenho dois lados, ou uso maquiagem ou apareço com o rosto limpo, novamente as mulheres continuam parecendo um objeto reduzido, que pode ou não usar maquiagem, como se não pudéssemos ir além disso.

No momento que estamos vivendo no planeta não deveria fazer diferença a maquiagem,  mas sei que faz, é a quarta indústria mais poderosa do mundo, mesmo assim me pergunto porque não criam movimentos ligados ao que as mulheres pensam, que não é apenas aparência. Dia para comentar sobre seu posicionamento político ou opiniões e sugestões ligados aos conflitos sociais ninguém parece interessado, mas aparecer sem rímel pode ser uma grande revolução.

Diante da escravidão que a mulher vive sei da importância de se livrar de todas essas correntes que incluem roupas sexys e maquiagem carregada, tenho plena consciência que tudo isso deve ser questionado e mostrado a sociedade como é limitamente e escraviza. Mas é necessário fazer mais, ir além, não somos bonecas com ou sem maquiagem, pensamos e somos maioria em um planeta que insisti em nos oprimir e jogar brinquedos na nossa direção, como se toda a alegria das mulheres fosse um batom novo.

Não tenho nenhuma vontade de aparecer com ou sem maquiagem, isso não me move, meu único interesse é continuar falando em um planeta que cala as mulheres, o resto me parece sufocante e eu apenas procuro liberdade, essa que a indústria da beleza não vende.

Iara De Dupont

6 comentários:

mariana disse...

Eu nunca uso maquiagem, no máximo um batomzinho... e em dia de festa mais elaborada, passo uma base, uma sombra e o mesmo batom... pra mim todo dia é no makeup day!

Andrea Bitencourt disse...

Oi Iara!!!
O movimento em si me pareceu bem interessante, mas o que realmente me incomoda é que, na verdade, a grande maioria adere por ser "modinha" e não pelo real intuito...aí, me perguntei: vou defender um ideal e ir contra outro (entrar em modinhas)...
Beijos!! =)

Anônimo disse...

Gostei do seu ponto de vista. Eu também usei o desafio para tecer uma crítica nas redes sociais: a ditadura da beleza natural.

Primeiro, a "naturalidade" tão defendida é apenas a ausência de cosméticos, mas as mulheres continuam com chapinha/progressiva/babyliss, pele tratada com tratamentos caríssimos e avançados, depilação (por vezes à lazer) e várias intervenções nada naturais (e as fotos com muita luz, por vezes com phtoshop).

A segunda é que o natural nem existe. Fazer um corte legal nos cabelos ou as unhas já tira a naturalidade.

Eles elitizam a "beleza natural", fazem as famosas parecerem ainda lindas e maravilhosas sem maquiagem, enquanto a maioria das mulheres tem olheiras, espinhas, rugas, rosácea, manchas, melasmas, vitiligo e reais "defeitos" que são auxiliados pela maquiagem. Queria ver um desafio mais feminista, menos imposição de padrão de beleza para mulher. Enquanto isso os homens não tão nem aí com nada disso.. com barba, sem barba. Com grisalho, sem grisalho.. ai, ai.

Carol disse...

Ontem foi meu aniversário e me assustei com a quantidade de comentários dizendo que sou "linda".
Eu acabei de me formar na universidade com mérito estudantil e faço trabalho voluntário há mais de ano... Poxa, sério que minha qualidade é ser "linda"?
Mesmo sabendo que ninguém falou isso na maldade, fiquei chateada.

C.Belo disse...

Olá Iara! Quanto tempo não comento aqui!

Bem, quanto a este "movimento", eu tenho algo a dizer: que acho a ideia central ótima, que é a de libertar as mulheres dos padrões estéticos e a tal "loucura da beleza", que de fato precisa ser parada. Ok. MAS...o que eu tenho visto de verdade são mulheres postando suas fotos "ao natural" (coloco entre aspas pq depois de tirar milhões de 'selfies' para escolher a que ficou mais bonita, estando com o cabelo e peles tratados com zilhões de cosméticos poderosos, não é exatamente o que eu chamo de natural) para esfregar na fuça "dazinimiga" que mesmo sem maquiagem é linda! tipo "tô sem make, mona, mas continuo mais bonita que tu". AHHHHH VÀAAAA!!!!

Qualquer movimento pode até ter uma ideia libertadora para mulheres, mas elas próprias são machistas e prestam um desswerviço às causas.

Anônimo disse...

Eu sou uma mulher naturalmente esculhambada, como já falei pra minha família. Não uso maquiagem NENHUMA, nem um corretivo pra espinhas. Só ando de jeans, tênis ou chinelo e camiseta. Abomino vestidos e saias. Uso o cabelo curto, pq não tenho o menor saco pra tratar (e cabelo curto tem seu charme) e ODEIO ir no salão de beleza. Também detesto comprar roupa nova. Nunca tirei as cutículas, deixei de usar esmaltes faz tempo. Salto? Nem aparece no meu armário. E não faço isso num dia só, mas todos os dias da minha vida. E, cara, como isso é bom! É bom demais vestir o básico do básico e sair sem se preocupar com mais nada na minha aparência. Vê lá se eu vou trocar isso por curtidas no facebook (que eu nem tenho, aliás?).

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...