ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

01 setembro 2014

Romeu era tudo, hoje é nada


Limpando uns arquivos no computador achei umas fotos de 2007, da época que namorava um Romeu que gostava demais, era totalmente apaixonada. 

Abandonei essas fotos em um arquivo perdido porque me causavam muita dor. Durante muito tempo achei que o fim do namoro tinha sido uma coisa que poderia ter sido evitada e sonhei muito com a volta.

Depois que tudo acabou uma pessoa que participou de um evento onde eu tinha ido com o Romeu me mandou o arquivo com as fotos, apenas abri, vi umas e larguei no fundo do meu computador.

Salvei o arquivo e mesmo trocando de computador várias vezes durante sete anos ficou tudo ali no canto.

E ontem ao abrir e ver as fotos pensei que a vida é mais estranha do que parece, mais rápida do que pensamos e talvez amamos menos do que acreditamos amar.

Naquela época achei que esse Romeu era alguém importante na minha vida e hoje percebo que ele não significa nada, ver as fotos foi como se tudo aquilo tivesse acontecido em outra vida, longe de quem eu sou agora.

Os Romeus que amei ainda mantenho na alma, se vejo fotos deles meu sorriso aparece, mas esse Romeu que eu pensei amar loucamente não me diz mais nada agora.

Durante um segundo pensei em apagar tudo, esquecer esse passado que não faz mais sentido, mas como várias pessoas que gosto aparecem nas fotos resolvi guardar.

E não se passaram mil anos, apenas seis desde o fim do namoro. A última vez que falei com ele foi no Natal de 2008, quando tudo já estava perdido. Sofri menos do que achei que iria sofrer, mas mesmo assim não foi uma boa experiência.

Para mim isso parece uma das piores coisas da vida, a maneira como alguns sentimentos se dissolvem, parecendo açúcar na água, como se nunca tivessem existido.

Com o tempo parece que tudo se sente com menos intensidade e ingenuidade, muitas coisas começam a ficar claras e perdem o encanto.

Conforme passam os anos vemos com clareza o que ''acreditávamos'' sentir, e talvez eu perceba isso agora , nunca amei esse Romeu como pensava amar, caso contrário alguma coisa teria ficado, nem que fosse apenas um sorriso. O único que restou foi um arquivo com fotos que não significam nada, são imagens perdidas de um momento da minha vida, que me parece nem ter existido, sinto que nem estava ali.

Se alguém tivesse me dito naquela época que toda minha dor era em vão e em menos de sete anos tudo aquilo iria desaparecer eu não teria acreditado. Mas agora sinto que a vida é assim mesmo, estranha, sem explicação, avisos e nem tempo para contemplação. 

Parece que só temos o ''agora'', o resto é uma lembrança que não faz mais sentido. Não sei porque pensei que os sentimentos se armazenavam, mas percebi que muitos desaparecem com o passar dos anos, nem tudo que parecia eterno fica. Deve ser uma maneira do coração filtrar o que é importante e não guardar lixo.

E não é só uma questão pessoal, mas cósmica. Alguém me disse que muitas coisas iriam mudar no ser humano depois de 2012, quando começaria um período de purificação da humanidade e sentimentos vazios seriam descartados. Pensei que cada um teria que fazer isso ao seu modo, mas parece que o universo decidiu fazer o trabalho por nós e começou uma limpeza sem dor, nem memória. Melhor assim, já é suficiente trabalho lidar com tantas emoções para ainda ficar limpando as gavetas emocionais, principalmente aquelas que nem lembramos mais que existem. Dou total apoio ao universo para que leve todos esses sentimentos que não fazem mais sentido, que tudo ruim possa ser varrido e jogado fora, longe, no espaço.

Iara De Dupont




Um comentário:

Anônimo disse...

É assim mesmo a vida : talvez amamos muito menos do que pensamos ter amado.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...