ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

15 agosto 2014

Romeu concluindo que estou traumatizada



Recentemente aconteceu uma coisa engraçada. Tenho um amigo que seu irmão  há tempos me paquera, mas não vai além disso. Sou curiosa e resolvi perguntar para meu amigo porque o irmão dele só enrola e me respondeu:

-Ah, ele é apaixonado por você, mas te acha muito traumatizada com toda essa questão do peso sabe? Sabe que não vai ter saco para aguentar tudo que vem incluído nisso.

Vou negar? Não, sou mesmo uma traumatizada pelo meu peso, foram anos de tortura e cometi um erro quase fatal, não percebi o que realmente acontecia. Encarei tudo ao meu redor como uma questão pessoal, me parecia que as pessoas me odiavam  e então detonavam meu peso, fui ignorante e não percebi que esse ódio não era comigo, era com todos os gordos.

Ninguém me explicou e eu não sabia o que era gordofobia, não percebia os elementos de perseguição e não via que estava na mesma categoria das meninas negras perseguidas pelo racismo e das meninas judias, perseguidas pela religião. A diferença das meninas negras e judias é que elas sabiam que eram perseguidas por preconceito, eu não tinha a menor ideia do que acontecia, então não soube nunca me defender dos ataques, o que me deixou mais vulnerável do que elas ao mundo.

Muitas coisas na minha vida teriam sido evitadas se alguém tivesse me dito que eu era gorda e as pessoas não gostam de gordos e  desenvolvem uma fobia a eles, um preconceito estúpido, pelo menos eu teria tido uma explicação para tudo que sofria na escola e nas ruas.

E agora vem um candidato a Romeu me dizer que eu sou uma traumatizada, poxa, mas a vida não é minha? Os traumas não são meus? E ele, está tão acima disso? Não tem nenhum trauma?
E ainda disse que ''não vai ter saco para lidar com tudo que vem incluído no meu trauma''.

Mas que bobão! Muitas coisas vem incluídas em mim e elas são incríveis, besta ele que acha que meu trauma é meu norte e só dali pode sair tudo o que sou.
Pessoas são todas iguais, se fizeram no remendo, todo mundo em algum momento se rasgou, se costurou, se levantou e decidiu seguir em frente, ninguém passa pelo mundo imune a dores e traumas, a única diferença é de como lidamos com isso.

Tenho meus traumas, mas também tenho meus momentos ''gracinha'', também sou fofa, não apenas uma traumatizada. E não estou assim pela gordura, mas por viver em um mundo tão intolerante e infeliz quando o assunto são os gordos. Meu peso nunca teria me incomodado, talvez nem tivesse percebido, mas o mundo me apontou tanto o dedo que me fez perceber cada quilo que me separava do resto do mundo.

Ser gorda em um mundo cheio de ódio pelos gordos me trouxe muito mais do que traumas, me deu uma noção maior de compaixão pela dor das pessoas, um sentido real ao que é importante e a visão da maldade humana. Apesar de tudo sou grata por ter vivido essa experiência, talvez se tivesse nascido e crescido magra não seria um ser humano tão conectado com tantas coisas, talvez estaria mais distante da dor e seria mais ignorante em relação ao preço que se paga por viver em um mundo onde as diferenças são condenadas e não celebradas.

Mas esse Romeu está certo, ele não tem paciência para lidar com meu trauma e eu não tenho paciência para lidar com alguém que ache que sou apenas isso. É pequeno achar que um ser humano é apenas os traumas que carrega.

E quanto mais eu vivo mais me convenço que meu trauma nunca foi ser gorda, meu trauma foi viver em um planeta tão cruel. Se um dia eu conversar com Deus não vou mais perguntar porque não nasci magra, mas por que o mundo é tão desumano.E isso não tem nada a ver com peso, tenho certeza que no fundo todas as pessoas com um bom coração também se sentem traumatizadas por viver em um mundo tão ruim e cheio de maldade. Trauma para mim não é ser gorda, é ser humana. 

Iara De Dupont

7 comentários:

Anônimo disse...

Tadinho,nao vai se relacionar com ninguem durante a vida inteira? Ninguem o avisou que TODAS as pessoas tem uma bagagem com traumas e neuras que muitas vezes nem elas mesmos percebem? Homens e mulheres sáo assim,e como voce disse,nossos traumas colaboram para o que somos e náo somente de uma maneira negativa. Homens e mulheres tem seus traumas,mas acho que as mulheres sao mais transparentes,em pouco tempo de convivio ja podemos conhece-la,mas os homens se revelam durante uma vida toda,ai sim e bem mais dificil de se lidar.

Anna Lara

alessandra Tofoli disse...

Ele não está pronto para lidar com tudo o que vêm no pacote? Então não está pronto pra relacionamento nenhum.

Suzana Neves disse...

Foi muito educado da sua parte chamar ele de bobão

Anônimo disse...

Ele tem razao
sua amargura transborda
esse odio aos gordos só gente como vc q enxerga

vc pode ser uma pessoa melhor
torço por isso

Leninha

Iara De Dupont disse...

Tem razão Leninha, todos podemos mudar e ser uma pessoa melhor, é parte da evolução.

E concordo também com a questão do ódio aos gordos, isso é coisa da minha cabeça, menciono no blog porque só existe aqui, não a lá fora. Fui eu inclusive que inventei a palavra ''gordofobia'' e registrei em vários movimentos americanos, também ajudei a colocar ela em alguns manuais de psicologia, saiu tudo da minha cabeça, mas como eu sou a única pessoa no mundo que vivi esse preconceito ninguém dá bola para minhas teorias! Mas ainda bem né? Imaginou se o mundo fosse como meu blog? Cheio de amargura e gordofobia? Graças a Deus o planeta não é assim, por isso todos são tão felizes...

C.Belo disse...

Meu Deus, mas que comentário besta o da "Leninha"!

Como não existe o preconceito contra os gordos??? Vc por acaso é gordo(a) pra falar isso com tanta certeza? Aposto que é uma pessoa magra, branca e riquinha que acredita o mundo é belo e as pessoas tb e não existe preconceito! Aff!

Concordo com vc, eu tb penso assim, acho que se a pessoa nunca sofreu na pele algum preconceito, principalmente o preconceito contra os gordos, que HOJE EM DIA é o pior que existe por não ser tão óbvio, consequentemente essa pessoa NÃO PRESTA. Simples assim. É, só categórica mesmo, FODA-SE!!!

Anônimo disse...

Vc é gorda, Leninha? Se não for, fica quietinha e deixa quem entende do assunto falar. Se for, fica quietinha e abre o olho pra sair desse mundinho cor-de-rosa, onde gordos têm as mesmas oportunidades e tratamento que pessoas magras.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...