ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

18 julho 2014

Agente acelerador



É só olhar ao redor para perceber que a história sempre é contada do mesmo jeito, as pessoas se encontram e se apaixonam e tudo isso pode acontecer em segundos.

Nos últimos tempos algumas coisas mudaram e hoje se fala abertamente de pessoas que são viciadas em relacionamentos, mentiras ou sexo. A psicologia já mostrou que rapidez em algumas coisas da vida mostram um comportamento errático, daqueles que devemos fugir.

Mas ainda assim existe o elemento surpresa, algumas pessoas cruzam o nosso caminho e gostamos delas imediatamente, parece que a química rola. Teorias místicas, espirituais, falam de encontros, de vidas passadas, contas penduradas e acertos astrais, então não existiriam pessoas ''estranhas'', todos que cruzam nossa vida nos conhecem de um jeito ou de outro.

Tanta informação e teorias alimentam a confusão que muitas sentimos diante de situações inesperadas.

Passei por isso há anos, era muito garota e conheci o que chamo de ''agente acelerador'', um Romeu intenso, meio descontrolado, mas o impacto foi tão forte que depois de umas semanas ele começou a falar em casamento. Naquele contexto aquilo parecia normal, mas eu sempre tive um temperamento crítico e detalhista, comecei a fazer perguntas, tentava trazer o relacionamento a terra, mas fazia tudo isso sem saber o que acontecia. Meu comportamento cansou o Romeu, irritado dizia que não confiava nele nem nos seus sentimentos e acabei levando um fora.

Fiquei muito mal, foi um dos piores momentos que tive, mas com o tempo fui percebendo de longe que esse Romeu vivia assim, na intensidade e pessoas eram apenas figurantes na fantástica peça que ele pensava ser sua vida.

Mantive os olhos abertos e consegui driblar alguns Romeus, até porque ''intensidade'' sempre foi uma coisa atraente para mim e ao mesmo tempo poucos homens me chamam a atenção, então quando acontece me sinto  atraída como um imã.

Mas o ano passado cruzei com um Romeu ''agente acelerador''. Tudo parecia fora do lugar, mas me apaixonei. Passaram alguns dias e ele já me pedia para que me mudasse a sua casa. De novo e sem planejar, comecei a questionar a rapidez, ele respondia dizendo que eu era ''brochante'', ''queria controlar a vida'', ''sabotava os sentimentos'' e coisas assim. Levei um fora, mas depois descobri que ao terminar comigo já tinha um bom tempo com outra.

Fiquei sabendo que estava com essa nova namorada e estavam se preparando para o casamento, agora em novembro. Tive um momento de pensar que era real, que talvez ela era o amor que ele tanto procurava e tinha achado. Mas esses dias fiquei sabendo que ele cancelou o casamento e já está namorando com outra.

Senti pena da moça que ia se casar, mas depois achei que foi um golpe de sorte, pena que não posso avisar isso para ela.

Esses dois Romeus que cruzaram meu caminho não bebiam, não fumavam e levavam uma vida normal, nada que indicasse terem algum desequilíbrio mental, mas seu comportamento com as mulheres e esse fator ''acelerador'' sempre mostraram que alguma coisa ali não funciona.

O que faz esses Romeus serem difíceis de identificar é o fato de que vivemos em uma sociedade que gosta e celebra o ''encontro de almas'', aqueles que acontecem em segundos, como nos filmes, novelas e livros. Romeus desequilibrados entram nessa parte da história e parecem fazer parte dela.

O pensamento é simples, se eu já conheço o Romeu de outras vidas e me encontro com ele nesta, assim como todos dizem que acontecem essas histórias, qual o problema dele me pedir em casamento uma semana depois do primeiro encontro? Não parece nada fora do normal e não chama a atenção, por isso não se fala do assunto. Apenas recentemente a psiquiatria começou a falar sobre esses comportamentos erráticos e ''intensos'' e dizer que não são saudáveis, nem de pessoas confiáveis.

Imagino que alguns dos que parecem ''agente acelerador'' possam ser amores verdadeiros misturados no meio da confusão, mas a vantagem do amor é essa, o tempo espera, se o amor é bom não tem problema, ele dura, mas se for apenas uma ação de acelerar ela termina em algumas semanas do mesmo jeito que começou, com o vento. Deixa rastros e umas lágrimas, mas não era nada real, apenas a loucura de alguém que cruzou o caminho sem avisar, ainda bem que dá para se recuperar. Eu sofri muito quando pensei que tinha perdido dois amores, mas hoje vejo claramente a situação, eu estava sozinha acompanhada de duas pessoas que nunca estiveram ali, fosse eu, fosse outra eles se comportariam da mesma maneira, com aquele falso ''amor tsunami'', cheio de ondas, mas no fim só deixa devastação.


Não nego que ''encontros'' aconteçam nesta vida, já vivi muitos e sou grata, mas loucos se infiltram em tudo, por isso é importante estar atenta e saber que o amor e o tempo sempre estão juntos, quando um parece fora de ritmo é porque estamos vivendo a história errada, mas o tempo mostra o amor, esse sim é sólido e eterno, não uma chama fugaz de algum louco.

Iara De Dupont

Um comentário:

Poeta da Colina disse...

De pensar que com toda certeza do mundo e sentimentos, eu esperei mais de dois anos para noivar, tudo precisa acertar arestas, passar por situações, para depois ir para as situações que só um casamento ou morar junto vai trazer.

Amor não te faz voar, coloca um chão debaixo dos nosso pés, é para pisar firme.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...