ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

02 junho 2014

Danilo Gentili: o outro lado da inteligência

Danilo Gentili

Não sei em outros países, mas no Brasil é difícil escrever sobre televisão e quem trabalha nela porque isso sempre desperta a fúria dos fãs, que diante de qualquer crítica reagem de maneira descontrolada.


Há dois anos os apresentadores Rafinha Bastos e Danilo Gentili viviam se metendo em polêmicas baratas, com suas piadas racistas, homofóbicas, sexistas, elitistas e machistas. 

Escrevi sobre esses episódios e todas as besteiras que falavam até enjoar, mas bati em uma parede, os fãs de ambos. Donos de fãs clubes enormes que não se cansavam de me perseguir no twitter nem no e-mail me levaram a fazer uma coisa contra meus princípios, desapareci os posts onde eram mencionados e jurei ao pé da cruz nunca mais falar escrever sobre eles, cansada de tanta perseguição de fãs malucos.

Eu falava muito deles porque sempre os vi como um retrato do país, uma elite branca, supostamente hétero e cheia de privilégios, que achava engraçado tirar ''sarro'' de pessoas com deficiências e minorias. Eram como os dois meninos ricos que se divertem às custas dos empregados, muita gente diz que eles foram os percussores do ''humor politicamente incorreto'', mas sempre os vi com a perpetuação do ''humor coronelismo'', os filhos dos coronéis, e já que os ''filhos'' não podem mais levar os escravos ao tronco agora se divertem tirando sarro de sua pobreza, cor, gênero e deficiência. O que eles fazem em um palco imagino que aconteceu sempre na sala da fazenda, todos os coronéis e seus ''meninos'' descascando quem consideravam inferior a eles.


Mas muitas coisas aconteceram nesses dois anos, uma delas foi que esse ''humor'' agressivo e elitista começou a dar sinais de cansaço,  o mercado foi saturado por mais e mais ''moleques'' imitando os horrores que Danilo e Rafinha diziam e isso acabou enjoando todo mundo.


Nesse meio tempo tanto Danilo como Rafinha foram ''fritados'' na televisão, passaram por mudanças, ficaram um tempo fora do ar e tiveram que se adaptar. Nesse ponto da história mudei minha percepção em relação a Danilo e confirmei meu horror a Rafinha.


De um lado Rafinha se negou a ceder, pressionado pelas besteiras que um dia disse, como por exemplo, que todas as mulheres feias que fossem estupradas deveriam agradecer o estuprador, nunca se desculpou e se recusou a descer do seu pedestal, foi e é arrogante, sem carisma e prepotente. Dava entrevistas dizendo ser perseguido pela imprensa, se fazendo de vítima e coitado que todos queriam trucidar. Quando Danilo saiu de uma emissora para ir a outra Rafinha ficou no seu lugar e novamente pressionado teve que ''pagar de gatinho'', mas esqueceu que pedidos de desculpas tem hora marcada, não dá para enrolar e se desculpar anos depois. Sem audiência tenta bancar o fofo, meigo, corre atrás do prejuízo, mas esquece que as câmeras de televisão pescam seu olhar cínico e arrogante, afastando o público. Rafinha está na televisão, mas sua maneira de se vitimizar e jogar a culpa de tudo na imprensa faz dele uma bomba de tempo.


Danilo também passou pela mesma ''fritura'' que Rafinha, na época dos escândalos estava a ponto de estrear seu programa solo, mas era tanto o repúdio dos meios de comunicação que ninguém sabia se um dia iria ao ar. Nesse período Danilo se desculpou discretamente com quem tinha que se desculpar, ficou quieto em relação a imprensa e jamais se fez de coitado, se fechou em copas e seguiu seu caminho. Não reclamou publicamente das críticas nem da torcida contra, jamais desceu o nível como Rafinha nem se mostrou desesperado. Em algum ponto um jornalista de televisão insistia em dizer que Danilo já tinha sido fritado e não voltaria a televisão e grandes patrocinadores garantiram que o jornalista estava certo, e novamente Danilo foi mais inteligente que todos, ficou quieto e reagiu moderadamente depois da estréia do seu programa, mas sua reação foi amena, de cabeça fria e longe do  ''tom pessoal '', ao contrário de Rafinha que sempre reage emocionalmente à tudo.


Os dois são amigos e sócios, mas é interessante ver a grande diferença na maneira de agir. Danilo vem demostrando uma inteligência emocional acima do normal, parece ser focado e não se desvia, enquanto Rafinha gasta toda sua energia em criticar quem o criticou, bate o pé e chora.


Não gosto de nenhum dos dois, continuo achando um absurdo as piadas sexistas, mas aprendi a admirar Danilo pela maneria como conduziu sua vida profissional no meio do furacão que ela estava.


Tenho visto em televisão casos piores, pessoas que surtam no ego, começam a reagir a tudo emocionalmente e perdem o caminho, gente que tinha tudo dentro do sistema e um dia acorda sem nada. Já vi casos demais assim, uma pisada em falso e a pessoa é ''fritada'' pelo sistema, por isso o comportamento de Danilo é tão admirável, uma pessoa que conseguiu sobreviver e se superar em uma fase tão tensa, não perdeu a cabeça e não saiu chutando canelas.


Inteligência emocional é uma das coisas mais difíceis de ter, as piadas idiotas que ele ainda conta vão sumir com o tempo, com melhores assessores e informação seu conteúdo vai mudar, mas a inteligência emocional que ele demostra ter vem de berço, a pessoa tem ou não e eu concordo com os especialistas, a diferença entre o sucesso e o fracasso na vida não mora no talento, mas na inteligência emocional e se depender disso a carreira de Danilo será longa.


Se Danilo tem desafetos e ódios por pessoas do meio ou pela imprensa foi inteligente em ficar quieto, já a lista negra do Rafinha todos conhecem.


Sair no berro nunca é uma boa atitude, esses dois casos confirmam a teoria, Rafinha tem uma imagem arranhada, frágil e instável, já Danilo vem cementando a dele de maneira diferente, como um profissional concentrado em produzir e não em perseguir e ofender seus inimigos.


Tanto Rafinha como Danilo não chegaram ainda aos quarenta anos, mas funcionam bem como exemplos do que deve se feito ou não. Quem vive como Rafinha, no grito, na reclamação,  se vitimizando, jogando a culpa nos outros e se recusando a aceitar suas responsabilidades navega em águas turbulentas e imprevisíveis, já quem age como Danilo, tranquilamente, longe das brigas, afastado dos discursos de ''coitado de mim, o perseguido'' consegue se concentrar nas suas coisas, produzir mais e assim gerar confiança na emissora e anunciantes que o patrocinam. Danilo entendeu a importância de não reagir publicamente durante o período de críticas e de não demonstrar o que estava sentindo, o que ele achou de tudo o que aconteceu ninguém sabe e nessa discrição conseguiu ganhar tempo e virar o jogo.


É um ponto fundamental na vida se segurar no meio de uma crise e esconder o que sentimos, controlando  nossas reações, isso evita sair por aí dando tiros no pé. É importante recuar e pensar duas vezes antes de agir, ganhar margem de manobra para evitar perder tudo à toa.


Não admiro Danilo como comediante nem apresentador, continuo achando dele tudo o que achei um dia, mas acho um grande exemplo de inteligência emocional e gelo no sangue, soube ser frio no momento exato para salvar sua pele, não perdeu a cabeça nem deixou seu ego controlar a situação, isso sempre é uma coisa admirável, ainda mais em alguém tão jovem.

Em termos de talento e estudo não sei se merece o lugar que tem na televisão brasileira, mas em termos de inteligência emocional merece estar onde está.


Iara De Dupont

2 comentários:

C.Belo disse...

Bom, pelo que se vê nesta foto, ele gosta de gatos, então já é um bom sinal.

Não sei pq, mas não confio em que só gosta de cachorros e diz que gatos são "traiçoeiros". Pra mim isso cheira a gente arrogante que gosta de estar ao lado de uma criatura submissa. Divagando total kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Ora, alguma coisa ele tinha que saber fazer certo, não? Todo mundo tem que saber fazer alguma coisa certa... bom, exceto talvez o Rafinha Bastos, que tá só dando um fora depois do outro.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...