ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

11 junho 2014

Chega de reclamação! Para estar no século XVII o Brasil está ótimo


Imaginei desde o começo que durante a Copa ia ter que responder algumas perguntas constrangedoras de estrangeiros que conheço.


Eu não entendo o Brasil, por isso sei que as pessoas têm uma dificuldade enorme em entender todas nossas contradições.


E conversando com um amigo estrangeiro ele me perguntava sobre a programação de televisão aos domingos, dia conhecido em muitos países por ser o dia ''da família'' assistindo e o mais forte em anunciantes.


Meu amigo assistiu televisão neste último domingo e quis saber porque não tem um negro nem negra apresentando algum programa justo no seu dia mais forte.


Putz, eu não sei. Também acho absurdo ligar e ver Celso Portioli, Eliana, Rodrigo Faro, Faustão e Geraldo Luis, todos brancos, ricos e supostamente héteros.


É inaceitável que a televisão em pleno século XXI continue fechada a grande maioria deste país, não só no controle da programação, mas no seu conteúdo e apresentação. Não ter negros escrevendo, produzindo, dirigindo e apresentando é uma das coisas que mais me envergonham deste país e me prova o atraso que vivemos, sendo que televisão tem que ser um veículo democrático e deve representar a todos os brasileiros, não apenas os brancos e ricos.


E meu amigo ainda disse que na novela que assistiu a única negra que aparece é empregada de uma branca chata e mimada.


Mas meus dias de otimista acabaram, é verdade que a televisão é racista, não tem apresentadores negros, mas essa mesma faca corta a todos, o Brasil é campeão mundial em homicídios, é o país onde mais gays são assassinados, nem países orientais de políticas duras e medievais chegam a esse número. Também bate recordes em estupros e as leis são fracas, fazendo do Brasil um dos países onde morrem mais mulheres. Aqui só brancos, héteros e ricos estão protegidos pelas leis e por Deus, o resto, ou seja, mulheres, gays e negros não existem, talvez nem na Constituição apareçam seus direitos.


Não somos só racistas, somos sexistas, elitistas, machistas e homofóbicos. 


Falei para meu amigo olhar para o Brasil como um país antes da revolução industrial, lá pelo século dezessete, então ele vai ver que somos um puta país, mas se quiser olhar com os olhos do século XXI  vai cair de costas. Se jogar a sua percepção para um país que os negros acabam de conquistar sua liberdade e as mulheres um dia vão votar estamos muito bem na fita, não é tão ruim assim, só falta 60% da população do Brasil ter acesso a saneamento básico e temos apenas 40% da população analfabeta, em números do século dezessete somos quase um primeiro mundo.


Meu amigo insistiu, quer saber porque os brasileiros assistem televisão no domingo se o apresentadores não correspondem a maioria da população.


Ah, meu amigo que me desculpe, mas se ele soubesse tudo o que nós, brasileiros, fazemos sem saber o porquê ele não acreditaria, até votar a gente vota sem saber. 


Ele se disse enjoado com tanta ''branquice'' aqui no Brasil. É verdade, enjoa mesmo, principalmente no domingo e nos seus programas, transmitidos diretamente do ''sítio Brasil'',para que todo mundo conheça os filhos dos coronéis e possa ver suas gracinhas.


É, o Brasil enjoa mesmo com tanto coronel e suas bobagens. Mas eu tenho esperança, talvez a coisa mude depois da revolução industrial, talvez com a chegada do século dezoito este sítio possa virar um país. 



Iara De Dupont

2 comentários:

Suzana Neves disse...

Eu precisei acessar o portal do plano de saúde , eu me senti enojada com a foto da família, eram todos loiros sorridentes e magros ainda por cima.

C.Belo disse...

Olha, Eu sou suspeita para falar mal do Brasil pois moro aqui e sou maltratada como cidadã todos os dias e por isso falo mal mesmo, não vejo nada de que me orgulhe aqui. Agora mudando um pouco o foco do assunto, eu não percebo esse racismo apenas aqui não, viu. Eu luto para que minha filha conheça os diferentes tipos de belezas mas fica complicado, tendo em vista que ela está em uma fase de gostar de filmes de princesa e todo este universo mágico e glamouroso que envolve apenas personagens loiras, brancas, magras e heteros cujo principal sonho é encontrar um príncipe encantado e se casar com ele! Fica complicado ensinar outros horizontes desse jeito! Como opção para mostrar a ela diferentes belezas e diferentes condutas tenho apenas 3 filmes: A princesa e o sapo, cuja personagem principal é negra, e mesmo assim aparece a maior parte do filme como uma sapinha verde! Mas ao menos ela tem como maior sonho de sua vida é montar seu próprio restaurante e não se casar; Tem tb a Mulan, cujo maior feito tb não foi encontrar um príncipe e se casar com ele e que possui uma beleza diferente tb; E a Valente, que tb possui uma beleza diferente e nem sequer encontra ennhum príncipe. só!Gostaria muito, por exemplo, de comprar uma boneca (estilo barbie ou suzy, que é o tipo de boneca que minha filha gosta) Bem bacana, linda e negra, com um vestido digno de uma princesa suntuosa e glamourosa mas não existe!!! Fico sem opção! Essas referências são muito importantes para a formação da personalidade do indivíduo e não possuímos representantes de diferentes "raças" e estilo de vida e comportamento nestes filmes que as crianças tanto gostam! Assim fica complicado...

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...