ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

07 maio 2014

Quando amadores e profissionais se encontram

Amadores e profissionais são como trens que batem de frente

É assunto de centenas de posts, e sempre volto nele. Meu sonho é ver um aviso no mundo, alguma placa que avise quem é amador, quem é profissional.


E não dá para ser profissional em tudo, eu diria que a maioria das pessoas é amadora em algumas questões de sua vida e profissional em outras.


Eu sou totalmente ''amadora'' no sentido das relações humanas, melhor dizendo, as sentimentais. Por isso aprendi a ler no rosto de algumas pessoas que elas também são amadoras, diria que ''nós'', os amadores, somos facilmente reconhecíveis, não escondemos o olhar que brilha nem o sorriso aberto, não calculamos as palavras nem os gestos como os profissionais fazem.


E hoje encontrei na rua uma conhecida com seu novo namorado. Ela é amadora, ele é profissional, vi isso nos olhos dele.


A tendência é dar merda. Essa combinação nunca dá certo, quem é amador vai pagar caro demais se envolver com um profissional. E ser ''profissional'' envolve muitas coisas, no caso do namorado dessa moça eu desconfio que é o famoso ''conquistador''. 


Para eles existe o objetivo, é apenas uma caça, não faz diferença a mulher que está ali na frente deles, o barato é apenas conquistar, mesmo que isso dure uma semana, depois descarta e vai atrás de outra.


Fiquei pensando no ruim que é isso, comigo aconteceu no começo deste ano, em janeiro, tive o azar de ver meu caminho se cruzar com um ''profissional'', um conquistador, alguém que apenas se divertia caçando, derrubando e mudando de ideia.


Não recrimino nem condeno, acho que cada um faz o que quer de sua vida, meu único ponto de reclamação é quando ''profissionais'' batem de frente com ''amadores''. O que aprendi até hoje da vida é que profissionais não saem machucados nesse choque, quem sai de joelhos quebrados são os amadores.


Dessa conhecida o que pouco que sei se parece um pouco comigo, é direta, reta, sem grande malícia e totalmente amadora. Já ele parece profissional, um jogador de liga e eles sabem bem seu alvo, essa é uma regra para profissionais, não se envolvem.


Uma amiga uma vez me perguntou  ''Se  você sabe que existem profissionais por que se envolve com eles?''.

Justamente por isso, porque eles são profissionais e sabem esconder bem qual é o time que jogam.

Me senti mal por essa conhecida, não desejo a ninguém esse choque de trens, a situação é ruim até quando começa, porque sentimos alguma coisa errada ali, mas não sabemos o que é, o que vem depois é pior, o chão parece areia movediça e nunca sabemos onde vai ser ''seguro'' pisar. Até que tudo acaba da maneira mais rápida e dolorosa possível e a gente passa dias se perguntando como não percebemos que a outra pessoa era ''profissional''. No meu caso nem tenho tantas justificativas, porque sempre soube desde o primeiro dia que era mulherengo, mas não pensei que era ''caçador de uma semana'', achei que apenas gostava de dar em cima de todas as mulheres, tentando tampar os buracos de sua insegurança masculina. Não levei muito tempo para perceber que não era a única, pelo contrário, era a número três de uma longa lista. 

Mas ele vive assim, não é meu problema, é o jeito que ele gosta e leva sua vida. O problema sou eu, que sabendo ser do time de ''amadoras'' demorei para perceber que debaixo da simpatia do rapaz se escondia um ''profissional gabaritado'', de uma frieza assustadora.

Sei que aprendi muitas lições com ele, frieza alheia sempre faz a gente questionar todos os aspectos do ser humano e porque fomos capazes de atrair alguém assim, que não considera os sentimentos de ninguém. 


Mas ficou claro para mim que existem sinais indicando quem é profissional ou amador, o instinto avisa. Homens profissionais têm outro olhar, são frios em questões que muitos não e são ótimos para envolver a pessoa, são predadores naturais, precisam de horas para seduzir alguém, não enrolam nem dias nem meses, essa é uma regra clara dos profissionais, eles têm pressa de conquistar porque semana que vem o objetivo será outro. Carregam na conversa de ''almas gêmeas'' e tudo que parecer sedutor. Onde tem pressa tem um profissional e existe outro fator, eles nunca estão sozinhos, quando deixam uma no almoço correm para jantar com outra, não existe ''espaço'' de tempo entre uma conquista e outra, fazem uma espécie de rodízio, profissionais não choram porque não se envolvem nem perdem seu tempo com ladainhas, todas as mulheres são iguais, eles só mudam as que ''derrubam'', mas não procuram nada específico, o jogo é apenas conquistar e descartar.


E não sei antes, mas nos tempos de hoje o objetivo não é só a cama, é pelo menos umas horas antes deixar ela um pouco apaixonada, então eles dão o bote. Sexo por sexo eles não querem, a diversão é enrolar a mulher, dar a impressão que realmente ''gostaram'' dela, querem ver nos olhos dela que ela caiu no jogo e então concluir o assunto. Imagino que o troféu deles se divide em duas partes, a primeira deve ser a glória da conquista e a segunda é saber que magoou alguém, profissionais são sádicos e isso parece divertir bastante eles, pelo menos o que eu conheci posso garantir, o maior troféu dele foi me magoar, achou que tinha conquistado o mundo apenas porque quebrou meu coração com tantas mentiras.


Minha avó já dizia que temos que dormir de olhos abertos, ela tem razão, também reparei isso, profissionais não querem saber de outros iguais a eles, querem os amadores, como dizem por aí os lobos não se interessam pelos lobos, preferem a carne mole e quente das ovelhas. É, eu chamo de profissionais e amadores, mas a Bíblia chama de lobos e ovelhas. Parece que estamos falando a mesma coisa.


Iara De Dupont


Nenhum comentário:

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...