ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

17 maio 2014

Olha a parede!



Tenho um amigo muito engraçado que quando a gente vai fazer besteira ele diz ''olha a parede'', sinal de vamos bater em alguma coisa.


E hoje vi uma coisa no Facebook e fiquei me perguntando, mas é uma pergunta em silêncio, cada um vive sua vida do jeito que quer e no amor também vale isso.


Uma amiga chama seu namorado de ''meu menino''. Não sei como começou isso, mas eu conheci eles quando já deviam ter uns dois anos de namoro e uma vez ela se referiu a ele assim e eu disse que não sabia que ela tinha filho, ela me corrigiu e disse que era o apelido carinhoso que tinha dado a ele.


Há anos não vejo ela, mas aparece na minha timeline as coisas que ela publica. E vi uma festa de crianças e ela escreveu ''parabéns ao meu menino''. Como não cheguei a conhecer seu filho mandei um recado parabenizando, ela respondeu na hora, dizendo que era aniversário do marido.


Nessa parte já fiquei meio surpresa. Conheci ela quando éramos muito jovens e chamar o namorado de ''meu menino'' fazia parte da vida que todos levavam naqueles dias. Mas quinze anos já se passaram, eles se casaram, tiveram filhos e passam dos trinta anos. Então eu me pergunto, será que não vai dar merda chamar o marido assim de ''meu menino''?


E só pensei isso pelo  machismo existente no mundo, não conheço ou nunca tive o prazer de conhecer nenhum homem que quer ser chamado de ''meu menino'' pela mulher que ama.


Perguntei a uns amigos e todos disseram a mesma coisa, é forçado, depois de um tempo não dá, atinge a frágil imagem de virilidade que eles tanto gostam de vender.


De longe não posso falar nada, mas pensei no meu amigo e na vontade de gritar ''olha a parede!'', porque me pareceu que isso de continuar chamando ele de ''meu menino'' não é boa ideia.


Mas é engraçado como mulheres são mais sensíveis a essas questões, as amigas que perguntei acharam super fofo o apelido e ele ainda gostar de ser chamado assim. Também me alertaram para uma coisa, ela pode chamar ele de ''meu menino'' na intimidade, mas chamar de ''tigrão'' na cama, então seria a lei da recompensa, ficaria tudo bem ali.


É que na verdade eu penso mal de homem mesmo, não acho que algum goste de ser chamado de ''meu menino'', todos eles se esforçam tanto no machismo para parecer que são durões e irresistíveis que parece meio fora de onda dizer ''meu menino''.


Parece um detalhe besta, mas já vi casais que depois de se separar confessam que odiavam o apelido.


Eu nunca tinha tido problemas com isso, porque sou uma mulher má e não dou apelidos a namorados, chamo pelo nome ou abrevio, mas nunca chamei de ''xuxuco'' e coisas assim. E não faço isso porque não gosto, sei lá o motivo, a única vez que quebrei o protocolo e chamei de '' meu xodó'' só consegui irritar o fulano, então acabei desencanando e chamando pelo sobrenome.


Não tenho nada contra esse melado no amor, mas eu não conseguiria nem chamar alguém de ''meu menino'' nem ser chamada de ''minha menina'', no meu ouvido dizer a um homem ''meu menino'' parece que infantiliza o rapaz, eu não ia conseguir beijar depois. E esse ''meu menino'' não é um santo, conheço bem, ele na época de namoro batia nela, não sei se ainda bate.


De qualquer jeito o apelido é dele e faz o que quiser com isso, eu só fiquei aqui divagando hoje porque lembrei de um namorado que reclamou quando eu chamei ele pelo nome e me disse:

-Nossa, você é dura! Nem meus pais me chamam pelo nome...

E quer que eu chame como? Benhê?


-Não, mas chamar assim em seco é foda....


Ah, esses homens, meu problema com eles é que são uns românticos incuráveis, homens são dengosos, nenéns, adoram ser mimados e ter uma namorada que chame de ''meu menino'' e coloque no colo deve ser a glória suprema. Talvez minha desgraça  foi essa, nunca ter sido uma romântica.



Iara De Dupont


7 comentários:

Anônimo disse...

Nao ha problema em nao ser romantic Iara,na verdade ha sim hahah,mas nao chega a ser um grande problema,pois mesmo todos os homens esperando de nós essa melação,quando eles percebem que não somos romanticas ( eu nao sou,nunca fui) eles acabam percebendo outras qualidades em nós ,trocam o prazer efemero de serem mimados pela admiracao ou por outras qualidades que nos definem. Eu não gusto de gente pegajosa,e se fosse homem gostaria menos ainda. Carinho se expressa de varias maneiras,nao precisa ser em public ( facebook) e nao precisa ser desse jeito romantoco/possessive.

Anna

Anônimo disse...

Você conhece a palavra "misandria"? Misandria equivale a misoginia. É a misoginia com sinal trocado. Você, Iara, não passa de um machista ao contrário. Por enquanto isso ainda pode passar despercebido porque o nível de consciência da sociedade é muito baixo. Mas os homens já começaram a lutar pelos seus direitos e há uma revolução em curso na mentalidade masculina. Daqui a vinte ou trinta anos, os textos deste blog, REPLETOS DE PRECONCEITOS ESCANCARADOS CONTRA O SEXO MASCULINO, se relidos, soarão como pérolas do atraso e da ignorância, do mesmo modo que hoje em dia se repudia o fundamentalismo religioso que proíbe as mulheres de frequentar a escola e usar calças.

Iara De Dupont disse...

Clap, Clap, adorei anônimo! Acho que já foram mais de três mil comentários e nenhuma tinha me chamado de misândrica! Poxa, nunca neguei que sou mesmo, e daí? Tá miimimi por que? Você pensou o que e ser mulher neste planeta?

Ah, mas os homens estão se organizando para lutar pelos seus direitos? Porra, mais ainda? Que direito falta a vocês, cerveja grátis e prostitutas que não cobrem e pornografia 24 horas? Tá muito difícil ser homem?

E muito fofo insinuar que meu blog vai ser lido em vinte anos, adorei!

Mas vou te dizer, tudo o que eu digo vai se manter igual em trinta anos e sabe por que? Porque o sistema é desenhado por homens e para homens, minha misandria só seria um problema em uma sociedade igualitária, mas você acha que eu vou viver mil anos para ver isso acontecer? Vocês homens atrapalham a nossa luta pela igualdade e em vinte anos vai ser a mesma merda que é hoje. Por tanto, eu me atrevo a dizer que em vinte anos você ainda vai estar lendo o que eu escrevo.

E já escutei que ''odeio homens'', apenas porque sou a favor da castração química em pedófilos e ai os ''hominhos'' vem ao meu blog fazer mimimimimimimimimiii....

Mas olha, todos temos nossos defeitos né? O meu é esse, sou misândrica assumida e você é um covarde que entra aqui sem se identificar, por tanto, vamos concluir, o mundo está uma merda mesmo, de um lado uma feminista misândrica e do outro um covarde. Putz, que b...

Anônimo disse...

Anônimo da misandria, você não se precisar se preocupar. Caso você não saiba, mulheres misândricas não costumam sair por aí agredindo, espancando, estuprando e matando os homens, ao contrário do que fazem os misóginos e os machistas. Você provavelmente nunca vai ser espancado no meio da rua, estuprado ou mesmo assassinado por uma misândrica porque elas não fazem isso. Só odeiam os homens à distância e evitam se relacionar com eles. Infelizmente, o contrário não acontece, sabe? Misóginos não se contentam em odiar mulheres à distância, fazem questão de sair por aí destruindo mulheres pra expressar seu ódio por elas. E nenhuma mulher, nenhuma, está a salvo do ataque de um misógino. Então, antes de sair por aí mimizando porque nem todas as mulheres te amam e querem sua preciosa companhia, tente se informar mesmo que só um pouquinho do que as mulheres sofrem nas mãos dos homens e se colocar no lugar delas. Empatia, sabe? Não mata.

Francine Galiano Pinto disse...

Chamo meu pai de "meu menininho" e ele ama, fica todo derretido, coisa fofa q ele é :)
Mas namorado/marido, chamar de "meu menino", sei lá... Parece meio pedófilo....rs


É, voltei! Saudades :D
http://nomundodafrancine.blogspot.com.br

C.Belo disse...

Caracaaaaa eu ia comentar algo MUITO parecido com a (presumo que seja mulher, só pode) anônima acima. Ela falou TUDO e perfeitamente colocado. Tô rindo da cara desse anônimo que deve estar se coçando agora por não ter como retrucar kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Viu anônimo misógino? Tá vendo isso? Não adianta argumentar contra o que são FATOS!

Anônimo disse...

Pois é C. Belo, eu sou mulher sim(anônima que deu um fora no carinha da misandria)e convenhamos, pra rebater as besteiras que esse cara falou é só olhar pra realidade. E já me chamaram de misandrica também, sabem o que eu fiz pra merecer esse título? Disse umas verdades prum cara que estava se fingindo de poliamorista pra ficar com duas mulheres, mas detalhe, sem deixar nenhuma das duas ter um relacionamento com outro homem que não ele. Legal, né? Você diz a verdade, que o cara é um cafajeste safado, aí vem um mané qulquer e te chama de misândrica por.. tcham, tcham, tcham... dizer que um safado é safado! Ser misandrica aparentemente é fácil, né?

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...