ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

12 maio 2014

Na dúvida de porque gays são gays? Seja elegante!

Poxa, mas o que é isso?

Besteira todo mundo diz, pensa e escreve, isso não é privilégio de ninguém.

E nem faz diferença no mundo, é tanto lixo que circula que mais um não muda nada.

Fiz parte de um grupo de teatro que o diretor incentivava os atores a falarem sobre o trabalho do outro. Isso é um erro fatal, se criam inimizades e situações ruins ficam piores, do nada surgem um mal entendido. Mas uma vez ele fez uma observação que achei muito interessante, disse:

- Se for criticar evite pegar no estômago porque a pessoa fica com raiva e no coração, porque a pessoa fica magoada, tirando esses dois nenhuma crítica machuca.

Levei muito tempo para entender, mas consegui, dá pra dizer algumas coisas sem irritar ou machucar a pessoa.


Eu cresci em um ambiente machista e verbalmente violento, mas por razões que eu desconheço nunca escutei um comentário racista ou homofóbico. Meus pais tinham amigos negros e gays e eles iam na minha casa, por isso me choca tanto o racismo  e a homofobia, porque é uma coisa que eu não entendo, não conheci, meu cérebro foi preparado para entender que todos são iguais e apenas lamento que meu pai não incluiu o mesmo pensamento em relação as mulheres.


Depois entrei no teatro, eu era muito garota e os gays sempre me protegeram, devo isso a eles. No mundo não falta homem libidinoso e eu era boba, mas meus amigos gays faziam uma parede e me mantinham longe de tudo isso.


Não sei dos outros, mas eu conheci muito sofrimento com meus amigos. Por fora tudo parecia bem, eu ia com eles nas boates, naquele clichê que todos conhecemos, aprendia as coreografias e dava risada. Mas como trabalhava o dia inteiro com eles conheci o outro lado, a rejeição da família, o medo de contar, o pânico de decepcionar, a insegurança de amar alguém que não podiam apresentar aos outros. Vi muito dor, só quem está ali perto sabe do que eu estou falando.


Nunca tive um amigo que me dissesse ''Eu quis ser gay'', o que entendi de todos eles é que se ''nasce assim'' e ponto. Entendo perfeitamente, não lembro dos meus pais me dizendo para ser hétero, eu sempre gostei de meninos, sem ninguém me dizer nada. 


E vi agora no Facebook a frase acima, da senhora Sarah Sheeva dizendo

''Vc sabia que uma pessoa pode ser tornar gay através de uma transferência de espíritos? E que os espíritos atuam no sistema nervoso central?''

Já vi que ela reclamou de ser criticada e disse que isso foi dito em um contexto, mas eu não li, não consegui entrar no seu twitter.


Mas não vou ser hipócrita, não tem sentido chegar aqui e detonar a moça se eu penso a mesma coisa das religiões, se as pessoas soubessem realmente como vejo as religiões eu estaria frita, por isso fecho a boca. Tudo o que essa moça pensa dos gays, penso das pessoas como ela, mas existe uma diferença, eu sou elegante e me mantenho, já ela não.


Todos temos o direito de dizer o que pensamos, ninguém pode censurar ninguém, mas isso também não deveria dar margem a tanta besteira e babaquice.


Fico triste de pensar na quantidade de pessoas jovens e gays que podem ler o que ela disse e pensar que talvez tenha razão, são coisas ditas que machucam, tem muita gente neste mundo sofrendo porque não é aceito por ser gay e a opinião dessa moça não ajuda e se não ajuda, então pra que serve falar?


E apenas digo, se não pode espalhar conhecimento, tudo bem, acontece, mas não espalhe ignorância e ódio, porque no momento mais da metade das guerras no planeta é por motivos religiosos, na total intolerância. E me vejo obrigada a dizer a essa moça, nessas brigas religiosas as mulheres e crianças são as que mais sofrem, ela como mulher deveria pensar pelo menos nisso, tem sorte de seguir uma religião que deixa ela se expressar, mas eu queria ver essas opiniões naquelas religiões que a mulher não pode nem abrir a boca sem autorização do homem.


E eu vejo grupos e mais grupos de diferentes religiões questionando porque algumas pessoas são gays, da onde vem isso e tal. Nossa, isso é tão fácil de se resolver, é só largar os livros sagrados e começar a ler outros livros, então a mente se abre e fica fácil entender as coisas neste mundo, não precisa ficar filosofando e sofrendo tanto com isso. Os gays são gays porque são  e ponto. E sempre que se chega nisso eu me pergunto, poxa, cadê a espiritualidade? Se os gays incomodam tanto algumas pessoas religiosas porque elas não se limitam a enxergar o ser humano que está ali e sofre com as mesmas dores? Por que se precisa dessa diferença, quem é gay ou não? Da onde vem essa obsessão sem sentido?


Quando escuto alguns religiosos me pergunto de que Jesus eles falam, porque o que eu conheço jamais humilharia um ser humano por sua condição sexual. Me faz mal pensar em tantos líderes religiosos se perguntando a noite inteira porque algumas pessoas são gays.


Mas vou ser sincera, eu também grudo os olhos no teto à noite e me pergunto o que leva uma pessoa a abandonar o bom senso e repetir um discurso medieval de ódio? Já me perguntei do que adiantaria melhorar o ensino no Brasil se existem tantas igrejas ensinando tudo errado? Ah, eu também me pergunto muitas coisas, mas aprendi a ser elegante e não falar em voz alta nem escrever sobre isso.


A diferença entre essa moça e eu é que sou elegante, sei que assim fica mais ''bonitinho'', prefiro a elegância que faz perguntas em silêncio do que a ignorância que berra, porque o silêncio nos deixa com impressão que estamos em um mundo que avança e melhora, mas o barulho da ignorância nos faz lembrar que nem saímos da idade média.


Iara De Dupont

4 comentários:

Anônimo disse...

Por que, ó céus, por que as pessoas simplesmente não conseguem parar de discutir um assunto que já foi repetido mil vezes e simplesmente respeitar o ser humano? Por que custa tanto assim respeitar quem é diferente, sendo que essa diferença não afeta a vida de ninguém além dos gays? Sinceramente, eu acho que essa homofobia toda só tem duas explicações: ou é enrustido às pencas querendo disfarçar ou é pilantra querendo tirar dinheiro de trouxa e de gente ignorante.

Anônimo disse...

Essa mulher já uma boçal dentro da própria visão protestante.
Esse "culto das mulheres" "namoro de corte" e tantas outras asneiras que ela vem propagando.
Olha Iara, peço que não leve os cristãos protestanes por esses projetos de megalomaníacos, não nos tire por saras, malafaias e infelicianos da vida.
Esses caras não tem bíblia que justifique as asneiras pregadas.
Nós namoramos, votamos (infelizmente alguns erroneamente), enfim somos iguais aos católicos, ateus enfim. Eu costumo dizer que hoje o evangélico está igual ao brasileiro no congresso: Master mal representado.
Esse povo não me representa, homossexualismo tem várias interpretações e e algo presente na história, em pleno 2014 esses retardados buscam "curas", "soluções", na minha visão cada um tem suas falhas, dúvidas, aações diante de Deus e ELE julga todos por igual. Esses caras são terroristas, não pregam amor, apenas o medo, por favor não comente de religião referindo se como se fosse uma opnião geral.

Anônimo disse...

Triste tudo isso,lamentavel,faco minhas a palavras do anonimo ai de cima,se eu fosse escrever ou comentar algumas coisas que penso nao iria prestart,alias nem entre amigos posso falar,tambem preciso ser elegante.
Anna

C.Belo disse...

O que eu ia escrever já escreveram. Pricipalmente a triste questão da má representação dos cristãos no congresso, uma lástima.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...