ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

07 maio 2014

E daí? Continuo ''gostosa'' do mesmo jeito (ou melhor)....


Algumas pessoas tem acesso tão direto a nós que não machucam seus comentários porque sabemos que não são feitos na maldade.


Em fevereiro alguma coisa aconteceu no céu, não sei o que, mas eu acabei perdendo peso, me esforcei, mas foi a primeira vez em anos que vi um resultado tão rápido.


Mas os meses seguintes têm sido de um stress impossível de descrever e acabei comendo mais e assim engordei de novo o que já tinha perdido com tanto trabalho.


E uma pessoa próxima me comentou isso, mas sem má vontade, apenas me disse:
-Você engordou de novo né?


E não sei porque respondi:

-É. E quer saber? Que se foda.

Passei o dia me perguntando porque disse isso, mas posso garantir que essa resposta saiu da minha alma. É  a primeira vez na minha vida que encaro uma subida de peso assim, no fodismo total. 


A única resposta que encontrei é que estou exausta. Vai adiantar começar a me torturar de novo? Ora, não posso ser tão burra, são mais de trinta anos de dietas e já aprendi isso, se a gente engorda começa tudo de novo no dia seguinte, não adianta chorar o leite derramado nem sair comendo mais, é só voltar para os trilhos.


Vou morrer dizendo que só quem faz ou fez dieta entende estes posts meus. Emagrecer um pouco às vezes te faz sentir no céu, se você está procurando esse resultado e engordar te desce ao inferno, é a bipolaridade que todos os gordos sofrem.


Mas cada dia me convenço mais que a subida, descida e manutenção do peso está ligada diretamente a nossa alma, quando estamos bem conseguimos o que queremos, seja descer ou ficar no peso, mas quando estamos mal tudo desanda e o corpo  incha.


Com o tempo a gente percebe que o peso não é todo nosso problema, milhões de coisas também podem atrapalhar e tem horas que não dá para lidar com tudo ao mesmo tempo.


Não tenho mais a energia dos vinte anos para surtar com peso, se ele voltou um dia eu mando embora de novo, mas até lá não tenho mais condições emocionais de lidar com tanta pressão e frustração.


De vez em quando temos que empurrar esse assunto de ''dieta'' para um canto, porque a cabeça não aguenta mais e  alma grita. Nada no mundo me cansou mais do que esse assunto e no momento não tenho condições de me centrar nele e começar a sessão de tortura. O corpo cansa de ser agredido com dietas rápidas e um dia ele manda recado.


E lembro de uma garota que conheci quando era modelo plus size, ela tinha um namorado muito engraçado e uma vez eu fui jantar na casa dela. Fiquei sem ver ela durante uns meses e percebi que tinha engordado, do nada ela comentou durante o jantar sobre uma viagem e o peso que ganhou.


Então o namorado disse:
-Eu não vejo nenhuma diferença, ela continua gostosa. Se um dia isso mudar, então vamos ter uma conversa séria.


Eu comecei a dar risada e ele comentou:
-Mas não é Iara? Não faz diferença se a mulher engorda ou emagrece, o que interessa é que ela continue gostosa!


É, foi isso que eu pensei hoje, realmente o peso voltou, minha roupa está apertando, mas eu continuo gostosa, então está tudo certo. 


Iara De Dupont


Um comentário:

Suzana Neves disse...

Os rótulos estão perdendo a cola isso é bom

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...