ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

13 maio 2014

Até um muro revela a jequice brasileira....

O mural ''brasileiro''

Não sou dessas que acreditam que grandes mudanças podem ser feitas por apenas uma pessoa, acho lindo na teoria, mas na prática me parece impossível.


A única coisa que penso ser viável é o que cada um pode fazer neste mundo, nem que seja pegar do chão um pedaço de papel, e se cada um assume sua responsabilidade e faz um pouco as coisas podem melhorar.


E perto da onde moro tem uma escola, agora no dias das mães fizeram um mural gigante, com frases de alunos para suas mães, mas tudo em inglês. Eu passava por ali e perguntei a uma professora que estava na rua porque estava tudo em inglês e ela me disse que na escola as crianças tinham aulas de inglês. Sim, essa parte eu entendi, mas a escola tem um muro gigante e metade dele foi usado para esse mural em inglês, por que não usar a outra metade para fazer em português? E ela me disse que era uma homenagem, não uma disputa de murais. Poxa, não podem homenagear as mães em português?


Sorte que meu filho não estuda nessa joça, porque se fosse assim eu arrancava o mural, acho um absurdo não terem feito em português.

Para começar o tempo já é outro, não adianta ensinar inglês a essas crianças, se é para ajudar na sua vida deveriam ensinar mandarim, porque elas vão trabalhar para os chineses.

Para que um mural seja feito professores e diretores discutem isso e entram em um acordo. Então temos um grupo de pessoas que achou importante colocar tudo em inglês, apesar das crianças serem brasileiras e a duras penas saberem falar português. Onde essas crianças aprendem o idioma? Os pais trabalham e deixam elas na escola, nos intervalos correm para seus celulares e suas expressões americanas, escutam nos seus fones de ouvido uma música que diz ''Aqui dois papo não se cria...'' e os professores mandam grudar recados para as mães em inglês. 


A choradeira do outro lado todo mundo conhece, professores trabalham demais e ganham pouco, o Brasil é um dos países que menos respeita os professores, as crianças estão agressivas e fora de controle, o governo não apoia nenhuma iniciativa educacional. Tá, e aí o que um professor faz diante de tanto descaso? Ensina criança a escrever em inglês? Ignora o própio idioma?


Minha revolta com esse mural é apenas porque não fizeram um em português e acho que é obrigação de todos os professores preservarem o idioma, que deixem a colonização para os filmes, isso não é dever da escola, se as crianças querem fazer cartazes em inglês e com a mão do Facebook no dia das mães o problema é delas, mas a escola não deve permitir isso tipo de coisa. É um gesto pequeno, mas eu sempre tive professores que foram atentos e faziam questão de preservar o idioma, uma vez levei bronca porque escrevi  ''hot-dog'' em uma redação. 

Hoje entendo e acho super justa a bronca, não posso aprender inglês antes de dominar meu idioma e mais ainda se sei que a cultura brasileira é totalmente direcionada aos americanos e seus lixos de entretenimento.

E tudo isso volta ao mesmo ponto, é o sítio Brasil, a jequice, tenho certeza que os professores acharam ''lindo'' um mural em inglês, devem achar que isso torna a merda de escolinha deles em uma Harvard infantil, ficam orgulhosos de mostrar a mamãe e papai que estão pagando mil reais por mês que seu filho está aprendendo o idioma do império.


Esse mural só mostra o outro lado da questão, os professores ganham mal e se queixam, mas alguns deles nem merecem o que ganham. Já que querem fazer murais em inglês sugiro que peçam aumento de salário aos americanos. Que façam sua choradeira lá com o Obama, porque aqui não tem ''mom'' nenhuma, é ''mãe'' mesmo.


Iara De Dupont

2 comentários:

Alessandra Tofoli disse...

Eternos baba ovo de americanos.

Joice disse...

Se a decisão de fazer o mural em inglês foi da escola, realmente, é bem ridículo e só mostra o qnt somos deslumbrados... No entanto, fiquei pensando aqui se isso não teria sido idealizado/organizado por uma professora de inglês apenas como exercício... Eu dava aulas de espanhol para crianças e fazia a mesma coisa. E não foi uma atividade que eu decidi fazer, era uma necessidade das crianças. Quando estávamos nessas datas comemoraticas, eles queriam vivê-las no idioma estudado. Queriam escrever carta pro pai e pra mãe em espanhol, queriam músicas de Natal em espanhol, saber como eram os costumes nos diferentes países que falam o idioma pra comemorar as festas, queriam escrever um bilhetinho pras pessoas que amavam no dia de San Valentín, queriam escrever até carta pro Papai Noel e pro Coelhinho da Páscoa em espanhol, hehehe... Nesse sentido, se foi a professora de inglês que fez o mural pensando na sua disciplina e nessa necessidade das crianças, acho que não é algo condenável!

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...