ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

15 abril 2014

Thammy Gretchen: as outras é que são marketeiras?

Thammy, a correta e Vanessa e Clara, as marketeiras

Não acho que viver um país corrupto possa ter um lado positivo. Mas muitas coisas que acontecem no Brasil eu poderia tolerar, caso o resto não fosse tão difícil de lidar. É complexo lidar com um Estado ausente, ao mesmo tempo que empurra a todos na parede, tirando até a última gota.

Dentro desse panorama poucas coisas me irritam mais do que os valores invertidos e a noção da ''malandragem''. Tenho impressão que vemos a ''malandragem'' como se fosse característica de gente mais inteligente e os ''malandros'' no Brasil adoram dar lição de moral nos outros. Por isso muitos assuntos que eu tinha jurado não voltar aparecem na minha frente e me sinto tão indignada que é impossível descrever.

Semana passada Thammy Gretchen deu uma ENTREVISTA dizendo que Clara e Vanessa, duas garotas do programa Big Brother eram ''tremendas marqueteiras'', isso porque as duas mantiveram um caso durante sua permanência na casa.

Só entro no tema pelo fator ''Brasil'' e por estar exausta de ler essas coisas. Thammy reclamou que as duas moças usaram o fato de serem lésbicas para chamar a atenção da mídia, mas faço questão de lembrar que Thammy apareceu em vários programas para falar de sua condição sexual, sem acrescentar nada a luta dos gays, apareceu apenas para se promover, orientada por uma mãe, Gretchen, que vive de golpes baratos de marketing, como por exemplo, inventar um casamento atrás do outro.

Foi apenas pelo fato de Thammy ser ''tremenda marqueteira'' que conseguiu um papel na novela ''Salve Jorge'', da autora Glória Perez, que viu Thammy em um programa desses de quinta categoria e chamou ela, causando a revolta de muitas atrizes, inclusive eu, que detonei milhões de vezes essa decisão de Glória, de chamar uma pessoa que não é atriz e dar espaço para ela.

E depois disso Thammy vem se mantendo na mídia na base de golpes de marketing, assim conseguiu um trabalho no SBT. Estudar que é bom, ela não precisa, esconde da mídia ser filha de um homem de ótimas condições que poderia pagar uma boa faculdade, mas isso ela não quer, vai fazendo sua carreira a golpe de marketing como sua mãe, sempre inventando casamentos, todos os dias posta fotos com sua namorada, isso não é marketing?

Na entrevista Thammy detonou as moças, dizendo que é bagunça e palhaçada, mas não acho que ela pensava isso quando aceitou um papel para um personagem sem nunca ter estudado.

Esse fator Brasil me tira do sério, esses malandros posando de grandes moralistas, incapazes de olhar para o própio rabo. É o DNA Brasil, vemos isso em políticos sem nenhuma ética, roubando, mas aparecem na frente das câmeras pedindo ''punição exemplar'' para os corruptos.

Discurso fofo todo mundo faz, já li entrevista de apresentador de jornal dizer que ''jornalista não pode se vender'', mas não é?

Essa falta de valores, ou de valores invertidos é o que derruba um país por dentro, viramos a república dos malandros que fingem serem honestos e acham isso incrível.

Quando Thammy se disse atriz passou por cima de mim e de centenas de pessoas que estudamos e muitas sem a condição dela, mas agora que alguém se promove dizendo que é lésbica ela se sente no direito de chamar de ''palhaçada''. Poxa e isso critério não valeu pra ela na hora da novela?

Não jogo a culpa em cima de ninguém, tenho plena consciência dos meus erros e da minha estupidez em escolher um caminho reto e com estudos, sei que isso teria sido ótimo na Dinamarca, mas foi uma escolha infeliz para quem mora no Brasil. Meu drama foi não ter tido uma mãe como a Thammy que me ensinasse a capitalizar minha bunda e depois de entrar no sistema ficar bancando a juíza da moral e dos bons costumes e chamando os outros de ''marketeiros''.

O Brasil é a nação dos malandros falidos moralmente, incapazes de assumir seus limites e cheios de graça na hora de detonar quem faz a mesma coisa que eles. 

Sorte minha que já aprendi a lidar com minha vergonha de ser brasileira, porque cada dia vejo mais claro a falência moral deste país e sei por experiência que qualquer país se levanta de uma guerra, da fome, da miséria, mas um país cheio de malandros está com seu destino selado, sem valores não chega a lugar nenhum e pelo jeito não vai chegar nunca. A única coisa que me deixa tranquila morando no Brasil é saber que existem aeroportos aqui e a saída está sempre aberta.

Iara De Dupont

2 comentários:

Anônimo disse...

O clássico sujo falando do mal lavado.

Anônimo disse...

na verdade digo mais: as duas não se rotularam lésbicas, elas duas héteros se identificaram, sentiram atração e não rotularam sua relação. Como qualquer ex participante elas fizeram fotos e ensaios, porem como tiveram envolvimento conseguiram uma torcida gay essas moças não estao dando entrevistas dizendo que são gays, quem tem feito isso é a dona thammy, enfim pior que tacar o dedo na ferida alheia e acusar as pessoas: thammy de boa vai se tratar... Eu honestamente nem acredito nesse lesbianismo dela parece que ela tenta se justificar, pra mim ela faz isso pra se diferenciar da mãe, essas moças sao jovens e livres e estao aproveitando. E thammy nao aceita o sucesso alheio e fica de mimimi.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...