ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

24 abril 2014

Príncipe Charles: se não deu pra ele imagine pro resto...

Príncipe Charles: poxa, não era pra pegar tão pesado

Entre meus sonhos de um mundo melhor queria ver todas as monarquias desaparecerem do mundo. Não é só a questão econômica, o fato de apertarem os países com seus impostos, mas é a questão mental.


Ter um rei significa que existe alguém ''acima de nós'', mais capacitado para tomar decisões e cuidar do povo-neném. A monarquia existe em dezessete países e na maioria não tem poder, é figurativa, custa uma fortuna, fingem que estão ligados a assuntos de Estado e o parlamento depende deles, mas é apenas o cerimonial, como diz uma amiga, '' é só show''.


Muita gente defende dizendo que eles geram dinheiro para o país porque existe um interesse na figura deles, mas o dinheiro gerado não é maior do que os gastos que eles têm.


Minha teoria de uma humanidade mais consciente começa com a possibilidade de se libertar e assumir responsabilidades, acabar com a figura do ''papai real'' que cuida dos interesses dos seus súditos. Pessoas devem entender que liberdade é consciência, isso tem um preço, mas é melhor do que pagar fortunas a um rei que vive da ideia de ser melhor que todos ''nós''.


Poucas monarquias no mundo são mais conhecidas do que a inglesa, fruto de uma ótima divulgação. Mas ninguém erra mais com a imprensa que o Príncipe Charles, sempre foi de uma incompetência à toda prova.


Quando a Princesa Diana, sua esposa, decidiu dar uma entrevista em 1995, em um programa de televisão inglesa, escolheu muito bem as perguntas e o jornalista. É uma das principais entrevistas e a mais importante, foi a primeira vez que um membro da realeza abria as portas de sua casa e contava detalhes do que tinha sofrido durante seu casamento com o Príncipe Charles.


Foi tão grande a repercussão que Charles se viu obrigado a dar uma resposta e foi a outro programa, errou nas perguntas, no jornalista e até hoje essa entrevista é conhecida por ser patética e absurda.


E o ano passado, 2013, ele de novo errou, abriu as portas de sua casa para uma jornalista americana, Catherine Mayer, que escreveu um perfil contraditório sobre ele, que pouco vai ajudar na batalha que ele vai enfrentar. Fala que ele é distante, meio isolado da realidade, mas que está consciente de que vai subir ao trono.


É nesse ponto que a história vira, sua mãe, a Rainha Elizabeth da Inglaterra nunca escondeu que acha o filho meio ''mole'' para ser rei e se recusou a ''passar '' o trono para ele. Charles desde que nasceu é preparado para ser rei em todos os sentidos da palavra, tem mais de 65 anos esperando o trono. Isso é difícil para ele, está deprimido porque sabe que pode arriscar a monarquia inglesa se assume o trono.


A grande maioria dos ingleses não querem ele no trono, acham ele ''estranho'' e pensam que foi o responsável pela morte da Princesa Diana, coisa que eu também acredito, a teoria da conspiração diz que o pai do Príncipe Charles, o Príncipe Philip foi quem organizou a morte de Diana, que atrapalhava demais a monarquia.  É verdade que Diana foi ingênua demais, fazia campanhas contras as minas terrestres, mas esquecia que elas eram produzidas pelos ingleses e isso gerou um conflito na casa real.


O problema de Charles é que ele foi educado para ser rei e seu ego só responde a isso, mas um rumor vem ficando bem forte, a Rainha Elizabeth está diminuindo seu ritmo de trabalho e já percebeu que quando Charles vai aos compromissos oficiais com sua esposa Camila Parker ninguém dá bola, mas quando manda seu neto, o Príncipe William e sua poderosa mulher, Lady Catherine, o mundo inteiro presta atenção e isso movimento a indústria da moda inglesa, já que todas querem copiar o look da Lady.


A Rainha é conhecida por sua dureza de caráter, não foi educada para ser rainha, o trono era do seu tio, Edward, mas ele renunciou para se casar com uma plebeia, Wallis Simpson, e o pai de Elizabeth, George subiu ao trono, mas morreu quando ela tinha  21 anos e foi obrigada a assumir o trono. E se mostrou desde o primeiro dia uma rainha firme, sem nenhum escorregão emocional, entendeu o dever com seu país e considera isso mais importante que sua família. E dizem que ela vem sondando essa questão, como passar a coroa direto para o neto? Em teoria não dá, pela linha de sucessão, ela seria obrigada a passar o trono para Charles, não tem como pular ele, e depois de coroado, se ele quiser, ele pode no mesmo dia renunciar e coroar o filho William, mas isso depende dele e dizem que a Rainha está fazendo reuniões a portas fechadas para ver como tira o filho da jogada.

Charles nunca contou com o apoio da mãe, mas conforme ela envelhece, está com 87 anos, mais ela confirma a ideia de que não o considera capaz de assumir o trono.

A Rainha está atenta as finanças da casa real, Charles e sua mulher Camila, não rendem prestígio, nem dinheiro e ainda por cima sua mulher é odiada, por ter sido sua amante e inimiga pessoa de Diana. Também existe outro problema, a juventude inglesa não se identifica com a monarquia e colocar uma pessoa acima de 60 anos no trono poderia complicar a situação da casa real, porque eles vem perdendo ano trás ano o apoio dos ingleses.


Tudo isso é claro, dizem que pessoas ligadas ao Príncipe Charles sabem que sua chance de subir ao trono é frágil, poxa, então pra que ficar falando isso para ele?

Não gosto dele, sou uma fanática pela Princesa Diana e quero ver Charles explodir no inferno, mas fico com pena, pra que ficar falando tanto que ele não vai chegar lá? Ele fez tudo que mandaram, aguentou uma mãe fria, um dos piores colégios internos do mundo, foi educado na carreira militar, obrigado a se casar com Diana, gostando de Camila e tudo isso pra quê? Porque diziam que ia ser rei e o trono exigia esses sacrifícios e não deu em nada, pelo contrário, ele fica só olhando como cada dia cresce a popularidade do seu filho William, primeiro pelo casamento, depois pelo nascimento do filho e agora pela imagem da nova família inglesa, jovens e lindos.

A moral da história de Charles, e  lamento não poder dizer isso a ele, é que não adianta jogar na vida com uma lista de ''possibilidades'', ninguém tem o trono garantido, se ele tivesse sido um porra louca, se tivesse se casado com Camila no começo, tudo isso podia não dar em nada, mas pelo menos teria sido um pouco mais livre, mas foi obrigado a seguir uma linha reta em um mundo de curvas, uma monarquia de pedra em um mundo de plástico flexível e agora está aí, virando capa de revista americana, que chama ele de o ''Príncipe esquecido''.


É, essa vida é maluca mesmo, é melhor cada um fazer o que quiser, ser livre e não se deixar levar por convenções nem promessas alheias, porque se nem Charles garantiu o seu, imagina o resto do planeta.



Iara De Dupont



2 comentários:

Anônimo disse...

Eu nao defendo a monarquia,ate porque nao tenho conhecimento profundo pra isso,mas gusto,ja falei isso aqui. O que eu ja li e assisti em documentaries (nao sei se me enganaram) e que a monaquia inglesa,nao sei quanto as outras,mas a inglesa tem muitas terras que passam de geracao em geracao e nao podem ser vendidas e dao muito lucro,li que supera em muito os gastos da casa real,mas vai saber ne,a gente sabe o que eles querem que a gente saiba. Acho o Charles tudo isso o que voce falou,mas pelo menos ele teve coragem de ir contra tudo e todos e ficar com a mulher que ama,meio tarde,mas admiro isso porque ele sempre teve muito a perder.

Anna

Clara Sol disse...

Olá amigo Macio.
Bom dia!
O importe é persistir que no final se vence, é só esta a questão e um dia quem sabe possa ser Rei.
Em muitos fatos pode até ser custoso, mas o Príncipe Charles, não tem resignado e conseguiu casar com a mulher qual sempre amou, talvez para nós não fosse a ideal, mas para ele era o seu desejo, então o respeito por ser um homem qual tem atitude e atitude num homem é tudo que eu respeito. Grata por compartilhar sempre que postar me indique que eu gosto de participar e ser retribuída se não houver empecilho, pois fica a critério. Abraços sempre.
ClaraSol

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...