ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

19 abril 2014

O novo ''significado'' das palavras (pra mim é falta de educação)


Cada palavra tem seu significado, mas no mundo que vivemos tudo virou uma salada, palavras foram trocadas e tiveram novos significados.

Uma delas é a palavra ''gentileza'', confundida nos últimos tempos com a palavra ''machismo''. Tenho tanto post disso que nem eu acredito que volto ao assunto, mas volto.

Tenho uma vizinha que namora e toda sexta-feira seu namorado vem passar o fim de semana aqui, mas ele chega no mesmo horário que eu e como sou uma alma que repara em tudo comecei a olhar para ele e notar que nunca trazia nada nas mãos. Passaram semanas, dias, meses e nada mudou. Ao mesmo tempo percebo que na segunda-feira de manhã minha vizinha desce o lixo e sempre vejo garrafas de vinho, pizza, potes de sorvete, só comida boa.

Eu não sou amiga dela, mas sou de outra vizinha que é muito amiga dela e tenho um lema na minha vida, não me meto na vida alheia, mas se vejo um mecanismo de exploração vou lá e falo. Então contei para a vizinha que conheço, falei que o rapaz vinha toda a semana e não trazia nada. E ela me perguntou:
-Mas por que ele tem que trazer alguma coisa se é namorado? Acho que essa tua colocação é machista, parece coisa de ''cliente'' sabe? O cara tem que levar flores para transar com a namorada?

Essa é a confusão das palavras, acham que ''gentileza'' é sinônimo de ''machismo'', quando uma coisa não tem nada a ver com a outra.

Posso estar errada e não nego isso, mas minha avó sempre disse que a gente não podia ir na casa de ninguém, caso fosse convidado, sem levar alguma coisa. Minha mãe me disse a mesma coisa, desde criança tenho que levar alguma coisa se vou a uma casa como convidada.

É educação, é gentileza, não importa se é namorado ou não. E hoje minha educação vai também na questão econômica, então como é que fica? A minha vizinha paga tudo? O rapaz chega aqui na sexta-feira e fica dois dias, gasta luz, água, comida e não traz nada?

Eu fico reparando e faço isso porque só tive namorado canalha e mal educado, aprendi na marra que educação é um luxo que temos que exigir. Um namorado meu uma vez trouxe um vinho, mas depois nunca mais trouxe nada na minha casa e chegou a ficar fins de semana inteiros. Já eu quando ia na casa dele sempre levava alguma coisa, lembro que uma vez os anjos quiseram me iluminar, chegando lá a primeira coisa que ele me perguntou foi o que tinha ''levado de comida'', foi a primeira vez que percebi uma folga nele que me irritou.

E com outro namorado uma vez eu fui na sua casa mas não tinha grana e não sabia o que levar, então peguei umas caixinhas de incenso e fiz um pacote lindo, até hoje ele disse que foi o presente mais legal que já ganhou.

Nada do que escrevo tem a ver com homens ou mulheres, tem a ver com educação e gentileza. Poxa, o rapaz vem aqui na casa da namorada e come do bom e do melhor e não traz nada? E nem adianta dizer que traz, porque tenho meses vendo ele entrar com a roupa do corpo, nunca vi nem carregando sacola de lixo.

Sou obrigada a dizer que problema é local, brasileiros não tem essa educação, parece que é normal ir na casa da namorada, comer por lá mesmo e não levar nada. Eu morei uma época com uma tia e minha prima estava namorando, fiquei lá nove domingos, e o namorado foi em todos almoçar com a família, nunca levou nada, nada, nada. Só um dia me deu uma carona para comprar um sorvete na padaria e mesmo sabendo que o sorvete era para todo mundo ele não colocou um centavo.

Para  mim isso não dá mais certo, porque eu sou uma pessoa gentil e educada, mas não penso ser assim com alguém que não é comigo. E minha vizinha não é a única que me disse isso, meu irmão também me disse, quando me viu ganhar uma caixa de chocolates de um namorado disse:
-Mulher é tudo igual, fica dando uma de feminista mas é só ganhar chocolate que se derrete!

Mas não me derreti pelo machismo nem pelo feminismo, fiquei derretida com a gentileza e fosse quem fosse eu teria adorado. E sinto que os homens estão com o discurso do feminismo errado e usando de uma maneira inadequada, ficam quietos e não fazem nenhuma gentileza, alegando que isso é '' machismo''.

E o mundo pode girar mil vezes, educação é educação, ninguém muda isso. Eu me irrito com tanto descaso, tanta falta de educação e quando falo alguma coisa ainda alguém vem me dizer que é ''machismo exigir que o homem leve alguma coisa''. Mas não faz diferença se é homem ou não, eu podia namorar uma mulher, também não ia gostar de ver ela passar o fim de semana na minha casa sem trazer nada, também ia pensar que é uma sem educação, sem noção de cortesia.

E com meu último namorado reparei isso, ele era encostado e folgado, mas eu ficava com medo de parecer uma ''bruxa'' chata e não falava nada. Um dia ele veio a minha casa e viu que eu tinha comprado um monte de velas, me pediu umas e eu deixei ele levar, hoje deve estar usando na sua casa com sua nova namorada. Nunca me trouxe nada nem teve um gesto de gentileza e não vejo a atitude dele como de uma pessoa ''machista'', mas sim como uma pessoa grosseira e sem noção.

Gentileza vai além do gênero e dos relacionamentos, é uma maneira de conviver melhor com as pessoas, apenas isso. Não tem nada a ver com o patriarcado nem com a luta contra ele, tem a ver apenas com a gentileza de uma pessoa com a outra e sem isso para mim não tem mais negociação, cansei de ser educada com esses seres das cavernas. Não volto a abrir a porta para alguém que nem teve a consideração de pensar em mim antes de chegar na minha casa. Aqui já não entra.


Iara De Dupont


2 comentários:

C.Belo disse...

Nossa, é exatamente o que eu tento explicar para muitos caras e não consigo! Eu penso até além, acho que os homens é quem têm de demonstrar maior disposição para gentilezas, afinal, eles erraram conosco por séculos, ainda estamos em desvantagem, ainda precisamos ter a certeza de que não seremos estupradas antes de ir pro motel com um cara que conhecemos na noite, ainda não podemos nos liberar e expressar sexualmente igual a eles pq seremos duramente julgadas e condenadas, ainda não ganhamos o equivalente ao que eles ganham, ora ora!!!!

Lei de cotas de gentilezas para as mulheres já!!! rs!

C.Belo disse...

Arranjei uma forma de me expressar melhor. É mais ou menos assim: nós mulheres precisamos ter mais cuidado do que eles na hora de ir prum motel com um cara que mal conhecemos, isso por estarmos numa posição mais frágil que a deles (digo "frágil" no sentido de que um homem pode estuprar uma mulher, já o oposto é fisiologicamente impossível), não é mesmo? Precisamos antes ter certeza de que o cara é uma boa pessoa, de que não vai nos fazer mal, não é? Então isso se dá tb com a questão da gentileza. Precisamos ver se eles merecem nossa gentileza, ora!

Da mesma forma que nos precavemos porque há um vasto histórico de homens abusando de mulheres, devemos tb nos precaver para não darmos nosso melhor para quem não vale nada!

Acho ridículo quando um cara não reconhece isso e bate o pezinho e chora "ah mas são direitos iguais, não era isso que vcs queriam, mimimimimimimi"

Mas não é? (usando seu termo rs) São direitos iguais que queremos, sim, da mesma forma que negros e menos favorecidos financeiramente querem direitos iguais, mas por ainda não haver condições iguais, fazem uso das cotas em universidades, ora!

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...