ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

04 abril 2014

Mundo me desculpe, foi mal, não sei amar como vocês amam...


A beleza do ser humano é sua capacidade de amar, isso garante minha amiga evoluída.


Mas parece que não sou igual ao resto do mundo, me sinto totalmente incapaz de amar com esse desprendimento que todos parecem ter. Talvez sou aquela peça perdida no mundo, a única a sentir assim, mas aproveito os tempos modernos onde nada mais importa e assumo tranquilamente que não sei amar como o planeta sabe. Não aprendi ainda.


E isso tem sido fonte de conversa com minha amiga evoluída, ela diz que se eu amo o Rafael, o meu Romeu favorito, já deveria ter me desapegado dele e não falaria mais do assunto, caso falasse seria sempre com muito amor, mas eu não faço isso, ainda caem umas lágrimas no teclado. 


Minha amiga espiritualmente superior a mim bate o pé e diz:

- Isso não é amor Iara, é apego, obsessão! Se você realmente amasse ele teria libertado ele desde o começo, amar é deixar o outro livre!

Mas eu sou mesmo péssima, porque pra mim amar é beijar, abraçar muito, estar perto, conversar, sentir.


Que criatura pequena eu sou! Amor de longe não é uma coisa que eu goste. 


Por isso gosto do Facebook, lá as pessoas sempre estão colocando imagens fofas que dizem '' amar é deixar a pessoa livre'', '' quem ama só quer o bem''  e coisas assim, ah, essa humanidade sempre me surpreeende pelo excesso de amor.


Não quero o mal de Rafael, pelo contrário, quero que seja feliz com a vida que escolheu, mas por dentro penso  '' poxa, por que não comigo?''.


Lá vai minha amiga:

-Não pense isso, não aprisione ele a você mentalmente! Se ama solta!

Porra nenhuma, se eu amo eu quero por perto mesmo, vai fazer o que longe de mim?


Esse amor lúdico, perfeito, de monges budistas acho lindo, mas não conheço, sou daquelas que quando amo quero mesmo é estar ali, perto, beijando, estando. Não consigo me ver sentada meditando e pensando '' o amor me liberta e eu liberto ele''.


Já tem muita coisa na minha vida em sentimentos e pensamentos, por que escolheria ter o amor de maneira apenas espiritual? Ah, eu amo o Rafael, mas o beijo dele é mais interessante do que ficar enviando ''ondas de amor''.


Admiro, apoio, acho incrível pessoas que não tem apego a essas emoções rasas e conseguem viver com plenitude esse amor universal, adoro escutar sobre isso. Mas eu não sou assim e cansei de fingir o contrário, cansei de dizer que se o Rafael estava bem, isso para mim bastava. Mentira, mentira, e mentira deslavada! Nunca bastou! Pelo contrário, me deixava puta pensar que talvez nem pensava em mim! Milhões de vezes eu fiquei olhando  o teto, tentando adivinhar os pensamentos dele, queria que uma mosca viesse me contar, eu só queria saber uma coisa ''ele pensa em mim, nem que seja um segundo?''.


Minha amiga insistiu, esse amor que não precisa da presença da pessoa, nem dela gostar de nós, é o mais forte do mundo e o mais satisfatório, ele preenche nossas vias de amor em todos os sentidos, amar é sentir e libertar, não aprisionar a sensação. E ela disse mais:

-Você não ama o Rafael, se amasse saberia do que estou falando!

É isso que eu gosto em gente espiritualmente elevada, eles sabem de tudo, inclusive dos meus sentimentos. Ora, mas que suco verde é esse que ela bebe que consegue ver meu coração e o que Rafael significa para mim?


Ah, sou assim mesmo, rasteira nos sentimentos, quem quiser libertar seu amor que liberte, eu prefiro os meus por perto e na minha vida, não viajando pelo espaço sideral. Amor de longe, de vibrações é lindo, mas eu não amo assim, quero mais é amar beijando e estando por perto, a parte de ser só alma eu deixo para quando morrer, imagino que lá no outro mundo vai ser só isso, vibrando no amor.


E sempre tem algumas pessoas que passam por aqui e me mandam evoluir, meditar, transcender. Vou evitar esse trabalho para elas hoje, não façam mais isso, minha amiga já fez. Inclusive até disse que posso prejudicar Rafael se continuar pensando nele. É, já escrevi até sobre isso, um dia eu acho o post e coloco o link.


Mas venho aqui me desculpar com o mundo, foi mal, desculpa porque eu não sei amar e não amo como vocês, eu sou assim, meio diferente, meio fora do normal, como dizem, rasa e superficial, não procuro esses amores que na minha mente cruzam o sol, quero mesmo os amores terrenos, esses que beijam bem e sabem dar risada. Mas olha, ainda bem que sou só uma, ainda existem no planeta 6 bilhões de pessoas e tenho certeza que elas sabem amar desse jeito celestial. 

Desculpa a todos os homens que amei errado e quis por perto, eu devia ter amado no meu íntimo e libertado vocês no espaço infinito, esses onde toda a humanidade se ama. 



Iara De Dupont

3 comentários:

Fátima disse...

Somos duas. Não sei amar assim, não consigo perdoar facilmente, não consigo aceitar tudo como normal e natural. Não aceito a filosofia de que amar é deixar livre, amar é estar comigo, nas horas boas e ruins. Penso que as pessoas que colocam "mensagenzinhas" no face, nunca passaram por uma dor de amor. Se tivessem passado, saberiam da falsidade que propagam.

Anônimo disse...

Iara querida,

Uma vez caminha traquila pela rua e vi num bar uma gaiola com um pano branco cobrindo. Perguntei a um cara o porque daquilo e ele me respondeu " assim, o pássaro canta mais bonito" Fiquei chocada, pra não dizer outra coisa! E essa mesma pessoa disse que adora pássaros, dá pra acreditar? Sei que vc, como eu, ama animais e percebe o quão cruel é isso! E por que estou falando nisso? Pra te dizer algo sobre gostar, amar! Vc já parou pra pensar que seu " Romeu favorito" pode na verdade gostar dessa situação?Digo, vc sempre fala que sente que ele gosta de vc e é isso que te aprisiona a ele, entende? É o que ele gosta em vc, o seu " cantar deprimido de amor" por ele. Ele não te ama, vc tá certa, quem ama tá junto...Iara, vivemos no mundo material, e sim precisamos de toque, carinho, beijos, cheiros e aconchegos SIM! Para mim, que "ama" distante tem alguma patologia séria e desses é preciso manter distância! Não sofra mais, querida, vc é uma pessoa evoluida, com sentimentos tão nobres, esqueça Rafael, foque na sua vida, ouça a pulsacao dela...é vida!!! Procure sempre a vida, porque isso aí que vc sente pelo Rafael só vai te arrastar é para o buraco....isso é a morte....escolha a vida, Iara, a VIDA SEMPRE! Adoro seus pensamentos!

Iara De Dupont disse...

Obrigado a duas, beijo!

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...