ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

22 abril 2014

MC Gui: quando tudo perde sentido (não deixem MC Gui sozinho)

MC Gui e seu irmão falecido, Gustavo

Sempre que fico sabendo da morte de pessoas com menos de vinte anos fico meio abalada.
E no sábado morreu o Gustavo, irmão do MC Gui, com apenas dezessete anos.

Tudo ali na história quebrou meu coração e fiquei me perguntando qual é a lógica divina, porque Deus faz da vida de algumas pessoas uma passagem tão breve e capaz de desestruturar qualquer família quando vão embora.


Fiquei com a alma apertada pelo menino que ficou, MC Gui, porque em teoria o que vai já está em um mundo melhor e sendo cuidado, mas quem fica entra em um espiral perigoso.


Pelo o que entendi MC Gui  é o RESPONSÁVEL economicamente pela família, o arrimo. Era uma família de classe média baixa, o garoto virou um fenômeno do funk e hoje toda sua família, que inclui desde primos até tios trabalham para ele, em um sistema onde MC Gui é responsável pela renda de todos.


Essa parte para um menino de quatorze anos já é um fardo suficiente, deve estar cercado de assessores e empresários, nesse caso seu irmão mais velho, Gustavo, deveria ser um porto seguro, mas agora sem ele me pergunto como vai ser a vida de MC Gui? Vai confiar em quem?


Porque ninguém vai dar a ele o espaço do luto, não vai poder agir como um adolescente e se jogar no sofá para sofrer, vai ter que continuar encarando uma rotina pesada de shows para sustentar toda a família.


E nessas horas outra questão entra, quem vai cuidar e proteger esse menino? Turnês e shows não são coisa para garotos tão jovens, não é um ambiente bom, é cansativo, cheio de horários virados e gente estranha por perto.  E os pais talvez não possam acompanhar ele agora.


Impossível saber como as pessoas reagem as tragédias, mas uma tia minha passou por isso e um dia me contou que não lembra nada do que aconteceu três, quatro anos depois da morte do filho. Esqueceu de tudo, de tão grande que foi o choque. Seus outros filhos tiravam ela da cama, davam banho, comida, porque tanto ela como meu tio surtaram, parece que tinham sido ''abduzidos''. É humanamente impossível passar por uma coisas dessas e conseguir levantar a cabeça de maneira rápida e lembrar que tem outros filhos que precisam dos pais por perto. É a maior desgraça que pode acontecer na vida de um pai e uma mãe, ninguém consegue voltar a sua rotina normal, tudo muda.


Fiquei pensando e torcendo para que os pais do MC Gui consigam driblar um pouco a dor e não abandonem MC Gui agora, porque ele vai precisar desesperadamente dos pais, não é justo deixar o menino com todo o peso nas costas ao seus quatorze anos.


Talvez o melhor seria a família se ''fechar em copas'', cancelar todos os shows até que MC Gui possa estar mais tranquilo e viver do que devem ter no banco. Mas esbarra naquela questão, seu novo DVD está saindo e com certeza empresários e casas de shows estão se lixando para a tragédia que a família está passando.


Faz tempo que uma pessoa não me deixa tão agoniada, mas esse MC Gui me deixou com o coração na boca, só de ver as fotos dele com o irmão quebra minha alma e pensar que pode estar sendo pressionado para não deixar trabalhar, um menino que nem frequenta a escola, vive apenas para as rotinas dos shows.


Ele é um bom exemplo de porque menores de idade não devem trabalhar, porque no meio de uma tragédia dessas são obrigados a aguentar sua dor sozinhos para que pessoas possam lucrar em cima deles.


Espero que os tios e primos que cercam ele sejam boas pessoas e possam cuidar, porque o menino fica mais vulnerável a drogas e bebidas em ambientes de ''adultos''. E na sua agenda virtual nenhum show foi desmarcado, o que é meio estranho.


E um amigo budista uma vez me disse:

-Não importa o que você ache importante, eventualmente um dia, tudo vai perder o sentido.

Toda essa rotina de shows e dinheiro de MC Gui devem ter feito muito sentido para a família, mas algumas coisas mudam e tomara que percebam que o mais importante agora é apoiar MC Gui, não deixar um menino sozinho carregando um fardo desses.


E a quem viveu do dinheiro de um menino de quatorze anos, pagou suas contas com isso, é bom lembrar da lei da retribuição, é agora que esse menino precisa de ajuda e de apoio, é um ser humano que passa pelo pior que alguém pode passar e precisa de espaço. Tomara que quem está por perto não esqueça disso, ele é uma pessoa, não um caixa eletrônico.


Iara De Dupont



Um comentário:

Poeta da Colina disse...

Na urgência de suprimir algo neste mundo moderno, a sociedade escolheu infelizmente a infância e a juventude.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...