ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

17 abril 2014

Kate e o bebê George: o moleque mostrando quem manda

KATE, GEORGE E WILLIAM, MOSTRANDO O BEBÊ QUE MANDA

Sei que o ser humano parece agir a maioria do tempo como se estivesse hipnotizado, principalmente se tem fofice no meio.


Essa parte me intriga, como é possível ser envolvido apenas pela fofice e esquecer tudo o que está por detrás?


Na semana passada o futuro rei da Inglaterra, William junto a sua esposa Kate Middleton foram fazer uma visita a Austrália e levaram junto seu bebê George. O comportamento deles foi totalmente fora do protocolo, chegaram os três no mesmo avião, coisa que não se faz, porque em caso de acidente ou sequestro do avião dois herdeiros ao trono podem morrer, então desde que os tempos são tempos os herdeiros ao trono sempre viajam separado, em caso de um morrer o outro pode subir ao trono.


Mas eles viajaram juntos, deixaram as autoridades que esperavam por eles cumprimentar e brincar com o bebê, que também fez parte de alguns compromissos, em um deles foi colocado junto a outras crianças para brincar e fotógrafos tiveram toda a liberdade para tirar as fotos que precisassem, isso depois de quase um ano de evitar que o rosto do menino aparecesse.


Foi tanta fofice que ninguém resistiu e capas de revistas foram invadidas. O novo casal  parece quebrar protocolos e humanizar uma casa real empalhada e mumificada.


Oficialmente foi dito que era uma visita de rotina, mas tanta fofice teve um motivo. A Austrália é ex-colônia da Inglaterra, e a Rainha Elizabeth é chefe de Estado de lá. Foi apenas em 1901 que a Austrália se independizou da Inglaterra, mas manteve relações amigáveis. O problema é que ter a Rainha da Inglaterra como chefe de Estado, mesmo que seja figurativo, porque ela apenas participa de cerimônias e coisas assim, tem um custo econômico alto. A família real nem coloca os pés na Austrália, mas tem residências, assim acontece a mesma coisa que com o Canadá, os australianos e canadenses se perguntam se precisam pagar impostos direcionados a Rainha, ou seja, não querem ser  ''súditos figurativos'', estão cansados do custo que gera uma casa real que na prática não significa nada para eles, nem afeta sua vida política.


E cada vez que essas águas começam a se mexer, essa questão vem à tona do custo que representa ter a Rainha como chefe de Estado, a casa real inglesa se mexe e faz um show para garantir seu sustento.


Para o resto do mundo levar o bebê George foi um ato de fofura, mas é apenas um gesto político, uma maneira de apresentar aos australianos seu futuro rei e já ir avisando que vão continuar sendo obrigados a manter residências reais na Austrália e pagando impostos para os ingleses.


Esse mundo é tão sórdido que até uma criança com menos de um ano é usada de maneira descarada para fins políticos. Não ter mostrado o rosto do menino antes foi uma ótima jogada, deu aos australianos a sensação de que foram eles os primeiros em conhecer o pequeno George, que só tinha aparecido antes em duas fotografias oficiais.


Agora o bebê George  jogou um pouco de açúcar na água dos australianos, vão acalmar um pouco esse desespero em querer se desvincular da família real, já que foram presentados com uma visita do bebê e de sua super famosa mãe, Kate.


Eu fico olhando de longe e me perguntando como as pessoas se deixam manipular tão facilmente, como é possível que esse assunto de cortar todos os laços com a Inglaterra volte para a gaveta apenas porque um bebê que nem sabe o que está acontecendo visita o país. Como é que pode uma população com um nível alto de instrução e consciência de que não deve nada a casa real inglesa se deixe levar por uma visita dessas?


Mas isso é um consolo para quem pensa que só nós brasileiros somos otários e nos deixamos levar por ''fofices''. Ser imbecil em relação aos seus direitos parece uma praga mundial, a maioria dos países cobra impostos altos de seus cidadãos, imagina ainda ter que pagar para uma casa real que não significa  nada para a pessoa.


O planeta está cheio de pessoas que são cornos mansos em relação a pagar impostos injustos e excessivos, paciência, se as pessoas ignoram seus direitos quem sou eu para dizer alguma coisa?

Os australianos amaram o bebê George, virou uma febre o moleque, mas é bom mesmo amar porque ainda vão bancar muito o pirralho, e é uma das crianças mais caras do mundo.


Meu único consolo nesses casos é pensar que até lugares como a Austrália estão cheios de trouxas, não é exclusividade do Brasil. Ainda bem, me sinto melhor, porque tem dias que nem eu acredito no que acontece no Brasil, menos mal poder ler que em outros lugares as pessoas também estão hipnotizadas e babando com qualquer  ''fofice''. Saber que existem mais países otários me aquece a alma, não somos o único.


Iara De Dupont


2 comentários:

Anônimo disse...

Eu gusto da monarquia Inglesa,sempre gostei apesar dos pesares. Voce disse bem Iara,as pessoas se deixam manipular,nao sao pobres coitados.Acho injusto as anitigas colonias pagarem tributo a inglaterra,acho que deveria ser so a inglaterra e ponto. A familia real custa muito mas gera muito mais para o país,eles usam o bebe para fins politicos,mas nem de longe sao tao sordidos quanto os ditadores africanos e os politicos que desviam verba de merenda escolar,ainda que mal comparando.Nós acreditamos no que queremos acreditar e porque de alguma maneira nos faz bem,tenho pena mesmo daqueles que lhes é negado tudo,até a capacitade de desenvolver seu raciocionio.Sei que a Inglaterra tem muito sangue nas mãos,todo país tem,que nao seja pelo menos do seu proprio povo.Não me consola saber que tem trouxa em todo lugar do mundo,e tem mesmo,porque os nossos trouxas são mais trouxas que eles.
Bjs
Anna

Anônimo disse...

Não somos os únicos mesmo... na boa, dá vontade de fugir de tudo e ir morar no mato.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...