ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

13 março 2014

Procuro rios e você é rede de esgoto


Sempre falo que vem mais vantagens na idade do que pensamos. O tempo não é só aquele que traz rugas na pele, também traz um pouco de tédio para a alma e algumas vezes o coração fica mais esperto, consegue ver o panorama de uma maneira mais clara.

E lembro de um ditado, mas não sei da onde, que dizia ''o outro é um rio, se é bom mergulhamos na sua pureza e conseguimos limpar a terra do caminho, se é ruim a gente se contamina''.

E hoje ''vieram me contar'' sobre um Romeu. Parece ser que eu não era a única na sua vida, já tinha uma oficial e outras que corriam por fora. Se isso tivesse acontecido aos meus dezoito anos eu teria ficado péssima, teria ligado e dito um monte, xingaria por dias e com certeza teria chorado rios e rios. Ainda bem que já passei dos trinta e não vejo nem sinto as coisas como antes.

Mas tenho que ser honesta, a coisa foi além de sinais metafóricos, foi real, o comportamento dele sempre foi desonesto e suspeito. Tanto que me envolvi em discussões idiotas com ele por isso, porque eu via coisas erradas.

Entendi depois de tanto sofrimento que o comportamento do ''outro'' é exatamente isso, do ''outro''. Lamento quando  uma pessoa assim cruza minha vida, acho um porre, mas nem por isso eu vou mudar.

Minha vida não é construída em cima de mentiras nem de corações quebrados, não gosto desse caminho, não é minha natureza sair por aí magoando as pessoas por diversão. E não sou santa, é apenas o meu jeito de viver, limito a mentira apenas onde ela é necessária, como quando encontro um vizinho no elevador e cumprimento, mas fora isso não vejo porque sair mentindo, principalmente para conquistar alguém, acho isso a moeda mais barata que existe no mundo.

Algumas amigas ficaram indignadas com esse Romeu,''nossa, como assim já namorava outra e dava em cima de você?''
Não consegui me indignar tanto, pensei que levar essa vida torta, cheia de mentiras, prejudica mais ele do que eu. Talvez a longo prazo isso seja uma péssima ideia, talvez não. Mas não quero me contaminar nessa água podre, tenho pena de todas as que estão envolvidas com ele agora e não sabem disso, sempre defendi a honestidade, acho que se ele quer ficar com mil mulheres, que fique, mas que avise.

Não escorrego em lições morais de dizer ''mulherengos pagam por isso'', porque já vi  o suficiente neste vida para saber que nem tudo é o que parece e essa velha teoria de que ''todo o mal causado será punido'' é história para boi dormir, se o mal fosse punido o mundo seria outro desde o começo, mas pelo andar da carruagem isso não acontece no planeta. 
Acredito que em termos espirituais, astrais, todos pagamos as consequências dos nossos atos, mas isso também é teoria e eu apenas acredito nisso porque me faz sentir melhor.

Só quero levar minha vida do jeito que acredito e não acredito em mentiras para cementar nada, promessas usadas como areia e engano usado como amor. Tudo isso pra mim é lixo e contamina. Se Romeu tinha uma, duas, três mulheres ao mesmo tempo, mil namoradas, tudo isso é problema dele, carma dele, tempo dele. A energia é dele e como ele usa é seu problema.

Ah, mas ele me enganou, mentiu, me fez de otária. É verdade, mas também é verdade que eu me deixei iludir, sabia desde o primeiro dia que o rio dele não era transparente.

E desses rios eu quero distância, para mim não são rios, são redes de esgoto. O mundo tem ainda rios puros, limpos, generosos, que levam ao mar. De quem mente,  tenta construir um amor em um pântano, suja as energias de todas, desses quero distância.

Mas que azar que cruzou minha vida! É, acontece, mas é o ritmo das coisas, temos que pular muitos esgotos para chegar a um rio limpo e reto.

Essa é a beleza do tempo, aquele que chega mostrando tudo, depois dos trinta a  gente sabe a diferença entre um rio limpo onde podemos ver nosso rosto refletido e sentir a água fresca e um esgoto que carrega os restos de centenas de pessoas. 

Minha preocupação na vida não são os ''outros e seus comportamentos pantanosos'', o que me guia e me preocupa é manter meu rio sempre correndo, claro, generoso, que seja um bálsamo para quem precisar de água limpa no meio do caminho. A quem decidiu se transformar em rede de esgoto, boa sorte, está na Bíblia que todos temos livre arbítrio, mas eu prefiro manter minha água cristalina e isso exige driblar alguns esgotos. A coisa boa é que depois de um tempo não doí tanto assim dar a volta nessa situação, a gente percebe com os anos que não somos iguais, cada um é de um jeito. O coração entende que não adianta chorar pela traição, porque lágrimas puras não limpam esgotos.


Iara De Dupont

Um comentário:

Alessandra Tofoli disse...

De muita coisa sinto que está valendo a pena chegar aos 40, apensar das marcas na pele e do metabolismo mais lento.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...