ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

25 março 2014

Poxa, só porque minha bicicleta não custou 60 mil reais não posso ir com vocês?


Não dá pra negar, o Brasil é o país mais democrático do mundo, nenhum lugar se compara, aqui todos se ''fodem'', de um jeito ou de outro, mas ninguém sai imune.

Talvez é o único lugar do planeta onde os ricos pagam tudo três vezes mais caro e nem por isso conseguem uma boa qualidade de vida, porque no Brasil isso é igual para todos, sem segurança não existe qualidade de vida.


Conheci uma estagiária do Canadá na emissora Record e ela já tinha trabalhado na Globo. Se dizia chocada de ver que todos os diretores da emissora e a maioria dos artistas chegavam de carro blindando e segurança, ela dizia que no Canadá nem ministros usam carros blindados e muitos atores chegam para trabalhar em transporte público.


O carro blindado no Brasil nem é questão de status, é necessidade de segurança mesmo. E tem um custo enorme, o carro dura menos de três anos porque a blindagem derruba a lataria inteira, então tem que trocar.


E já conheci americano que se surpreende pela mesma coisa, nos Estados Unidos apenas o presidente usa carro blindado.


E quem paga o custo? O dono do carro, por isso até ser rico no Brasil é um péssimo negócio. Riqueza tem que ir da mão de liberdade, caso contrário é apenas uma prisão de luxo com um custo alto.


Vi uns apartamentos na avenida Santo Amaro, aqui em São Paulo, um das avenidas mais feias e cinzentas da cidade, o apartamento está custando um milhão de dólares. Mas pra que alguém vai gastar nesse apartamento e viver em uma das partes mais feias da cidade? Com um milhão de dólares dá pra comprar uma mansão na beira da praia em Miami e abrir a janela e ver aquele mar.


Uma vez eu estava em um ônibus e começou a chover, aquela chuva de causar alagamento, tanto que o ônibus teve que parar, já que a água não parava de subir. Vi pela janela um super carro todo blindado, ali parado do lado e pensei, ''isso deve ser justiça social'', todos se fodem pela falta de estrutura da cidade e pela má administração, talvez por isso não exista no Brasil nenhum movimento de revolta social, não somos um país que pobres odeiam ricos e vice-versa. Não temos como sair odiando uns aos outros, porque sabemos que ao sair de casa e não importa se é uma mansão ou barraco, todos nos deparamos com o descaso do Estado e suas consequências.


E a melhor parte disso é quando os ricos insistem em transformar o Brasil em alguns lugares da Europa, tentam desesperadamente criar essas ''bolhas'' aqui e isso sempre é muito engraçado, eu sempre aplaudo a falta de noção deles aliada as boas intenções e esforço de querer ter uma qualidade de vida.


E agora que veio com essa onda são os ciclistas ricos do Rio de Janeiro. Eles estão certo, aquela cidade é linda e perfeita para bicicletas, não tem coisa mais saudável do que andar de bicicletas por ruas que atravessam florestas.


Se eu morasse no  Rio adoraria ir também, acho que deve ser uma experiencia incrível, mas tem um problema, eu não tenho bicicletas de 60 mil reais como eles e parece ser que muita gente pensou a mesma coisa e diante dos roubos eles decidiram tomar uma providencia, outra característica dos milionários, eles agem. Agora eles fazem seus passeios de bicicletas acompanhados de carros de apoio cheio de seguranças.


Ora, mas a bicicleta não é uma proposta de transporte? Onde já se viu sair pra andar de bicicleta com o segurança do lado? Pois é, fato Brasil, zero qualidade de vida, sem importar quanto se tenha na conta.


E uma vez li que Michelle Obama, mulher do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, é fanática de bicicleta e quando se mudou a Casa Branca fez questão de manter seus passeios, mas os agentes secretos mudavam constantemente seu trajeto por segurança e ela acabou se irritando se sempre estar acompanhada por dois carros. Mas Michelle ficou nervosa com isso porque não é brasileira, fosse levava na boa!


Se querem transformar o Brasil em um lugar igual a outros, onde as pessoas podem usar bicicletas sem precisar de carros de apoio cheios de segurança precisam investir na educação, não adianta ficar nessa palhaçada de levar jagunços para cuidar sinhá e coronel durante seu passeio, isso é ridículo e mostra como somos uns jecas provincianos, achando natural levar segurança para poder usar a bicicleta.


Não estamos na Europa e lá bicicleta é meio de transporte, aqui é de status, parece que uma bicicleta de 60 mil reais indica quem é quem.


Eu também adoraria viver pra cima e pra baixo de bicicleta, mas no momento as coisas são assim, não posso pagar um carro de apoio cheio de seguranças, então aposentei minha bicicleta. E se pudesse pagar um carro cheio de seguranças nem moraria no Brasil, jamais pagaria três vezes o valor das coisas e não teria uma folha de pagamento digna do presidente americano, acho muito cafona e caro gastar tanto em jagunço.


Se um dia eu for embora daqui vou sentir muita falta da comida e do humor, me divirto horrores com essa classe alta brasileira, ingênua, sem noção de nada, dei muita risada ao ler que usam carros de apoio para andar de bicicleta, mas a bicicleta não é um meio de transporte usado justamente para não poluir?


Ah, mas isso é lá no mundo, lá fora, aqui no sítio Brasil as coisas são diferentes. Como dizem por aí pelo menos a gente ''si diverte''.


Iara De Dupont


Nenhum comentário:

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...