ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

26 março 2014

Homem feminista? Coelhinho da Páscoa que trazes pra mim?


Faz tempo que não acredito em mais nada, pela época vou dar um desconto e dizer que talvez, dependendo da situação, acredito no coelhinho da Páscoa.

Hoje circulou no Facebook um post sobre um homem feminista, uma namorada encantada escreveu sobre seu Romeu ( querida, eu já estive no seu lugar). Deve ser a lua, a idade, o tempo que eu não entendo, mas não acreditei no que li. Já fui daquelas de pensar que poderia existir um homem feminista, até que entendi que isso seria difícil porque para um homem ser feminista ele teria que renunciar aos seus privilégios e poucos estão dispostos a isso, ainda mais em uma sociedade machista, onde mesmo o homem querendo ser feminista o sistema machista faz ele recuar.


E esse homem feminista pode ser americano, mas para um brasileiro ainda está complicado se assumir feminista, ainda existem coisas demais no caminho.


O que existe e eu faço questão de dizer e não acontece só no Brasil, mas homens pensam em sexo e desde que os tempos são tempos estão sempre vendo como encurtar o caminho entre eles e a cama da dama escolhida e para isso são capazes de adotar qualquer discurso. Mulheres tem que estar atentas, porque são como os rapazes VERDES, usam a capa ecológica para esconder suas péssimas intenções.


O texto da moça que gritava ''aleluia'' por ter um namorado feminista é cheio de furos, como este por exemplo:


8. Ele entende que -- surpresa! -- minha aparência física nem sempre é perfeita.
Ganhei um pouco de peso desde que Olivier e eu nos conhecemos, e ele não apenas não se incomoda com isso, como o aceita e gosta. Ele aceita o fato de que os corpos das mulheres mudam e que a gravidez, caso optemos por isso, terá consequências pesadas para meu físico. Olivier sabe que rugas e o processo de envelhecimento fazem parte do pacote e que eu nunca serei um exemplo de perfeição "fotoshopada". Depois de passar a vida sentindo vergonha de meus chamados defeitos, hoje percebo que são gostáveis e, para Olivier, "perfeitos".

Mas que maravilha esse Oliver, nem liga pra isso! Ele por acaso é imortal e perfeito? Não envelhece, nem engorda, nada? Bom, ele parece ser boa pessoa, nem liga que a namorada ganha peso, mais feminista do que isso eu nunca vi!

Outro ponto incrivel com esse Oliver, o feminista:



Nós dois queremos um casamento feminista. No planejamento do nosso casamento, que será em maio, não estamos simplesmente seguindo certas tradições. Modificamos a cerimônia completamente de modo a excluir certas palavras, como "obedecer", "marido" e "esposa". Não porque não tenhamos orgulho de ser o marido e a esposa um do outro, mas porque, para nós, essas palavras não têm peso igual. Em vez disso, vamos dizer que somos "parceiros no amor, na vida...", e mais algumas coisinhas que estamos mantendo em segredo até o dia do casamento.
Também estamos dividindo igualmente as despesas do casamento. Porque é isso que parceiros fazem.

Essa foi ingenuidade, podem mudar o discurso no casamento, mas na hora do vamos ver na divisão das tarefas quero só ver até onde vai todo esse feminismo.


Ah, mas eu não acredito mesmo em um homem feminista, acredito em simpatizantes, homens decentes que acreditam na igualdade de uma maneira meio superficial, porque o Brasil ainda é um dos lugares mais machistas do planeta.


Mas que feio dizer que não acredita em homens feministas! Putz, não. Posso ser amarga nessa questão, mas penso que não todos, mas a maioria dos homens é assim mesmo, repetem qualquer discurso para levar a mulher na cama e sei que na hora de dividir tarefas eles não são tão meigos assim, adoram dizer ''eu ajudo minha namorada''. Ajuda no que cara pálida? Não mora na mesma casa? Então por que é obrigação da mulher e para homem é apenas questão de ajudar? Os homens não veem as tarefas domésticas como questão de dividir responsabilidades, mas como uma questão de ser bom e ''ajudar'' a mulher de vez em quando, principalmente quando quer sexo.


Homens na cultura machista são os opressores e nenhuma liberdade vai vir deles, ninguém renuncia a seus privilégios, isso exige uma mudança enorme na sociedade que ainda nem começou. É bom ficar esperta e ter cuidado com homens que se aproveitam desse discurso para seduzir. Homem feminista é artigo em construção, ainda não são uma realidade e vão demorar a ser, quem duvida disso que vá viver com um homem desses e ver quanto tempo leva para seu ''feminismo'' sumir no ar.


Ah, eu gosto de homens, mas prefiro que assumam que nem sabem o que é feminismo do que ficar fazendo cara do gatinho de Shrek e dizendo que são feministas. 

Mas podem existir homens feministas, por que não? Tomara, também tô na torcida para que exista o coelhinho da Páscoa, porque a data está chegando.

Iara De Dupont


2 comentários:

Dani Zanelato disse...

Muito bom o texto Iara (pra variar!rs)!

Essa história de dizer que "ajuda" é praxe e ainda acham ruim quando dizemos que não estão fazendo mais que a obrigação (e nem fazendo toda aliás!).

beijo!

Musicista Feminista disse...

Quem ajuda a lavar a louça é visita, se vc mora lá está somente fazendo a sua obrigação. Porque se não existisse a mamãe ou a esposinha a louça não se lavava sozinha.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...