ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

18 março 2014

Casamento do Latino ( começaram os novos tempos)

Latino e sua noiva: sendo otimistas pode ser sinal dos novos tempos

Me diverte muito quando vou escrever e penso em começar assim: nos meus tempos....

Mas é mais o menos isso. Nasci nos anos setenta, depois dos turbulentos sessenta e dos conservadores cinquenta. Nos anos setenta todos acreditavam que a humanidade ia chegar a um acordo e tudo acabaria em flores.

Não peguei muito dessa energia de crença em um mundo melhor porque quando minha mãe estava grávida meus pais estavam sendo perseguidos por militares e imagino que absorvi um pouco de tanta tensão. Eu mal nasci e aos três meses me colocaram em um avião para sair do país, então não sou uma típica flor da época.

Cresci nos anos oitenta e até os noventa tudo parecia normal, depois que começou a parecer estranho, talvez quando a internet chegou, antes disso tudo parecia mais claro.

Muitas primas e amigas se casaram nos anos noventa e começo de 2000 e tudo parecia no seu lugar. Lembro que naqueles tempos a noiva era o centro de atenções, todos diziam no seu machismo que era o dia mais importante de uma mulher e ninguém deveria ofuscar a noiva, tanto que logo aprendi que nunca se usa nem branco ou preto em um casamento e se faz de tudo para não aborrecer a noiva nesse dia. Tudo era ligado a tradição, a moça entra de branco na igreja sinal de pureza e o homem vestido de preto, sinal de luto pelo rapaz livre que deixa de ser para se transformar em um homem castrado, segundo meus tios diziam, sempre lamentando a sorte do noivo.

Mas os tempos modernos são diferentes, nos últimos casamentos tenho visto e escutado conversas estranhas, sobre noivos que perguntam se ''estão bonitos'', noivos que mandam fazer sapatos sob medida para esse dia e trajes comprados no exterior. Nos meus tempos homem comprava um traje clássico e o assunto morria ali, mas agora não, tudo que tem combinar e não é  mais uma noiva, são duas.

E pensei nisso vendo a foto do casamento do Latino, isso deve ser a igualdade de gênero na sua superfície mais rasa, por que só a mulher deveria aparecer em um dia tão importante?  A festa é dos dois e talvez isso seja uma luz muito tênue nessa discussão, o papel dos dois no relacionamento, acabar com isso de jogar tudo nas costas da mulher.

Fiquei otimista quando vi a foto do casamento de Latino, pensei que são os novos tempos chegando, aqueles que acabam com essa babaquice de dizer que ''homem pode isso e mulher pode aquilo'', ora, se o casamento é importante para os dois então ambos tem o direito de querer mostrar seus melhores trajes e ter seu momento ''noiva''.

Sou a favor de tudo que liberte o ser humano de conceitos sociais que o fazem infeliz. Conheci uma pessoa que sofreu demais, porque queria se casar vestido de noiva, apesar de ser o noivo, a mulher estava de acordo, mas as famílias não e aquilo se arrastou como se fosse uma discussão sobre seu caráter e ele apenas queria estar e se sentir bonito do seu jeito.

Imagino que são os novos tempos, o noivo assume que também quer atenção nesse dia, quer ser admirado e elogiado, mas também deveria pensar no seu comportamento depois da festa, então já que os direitos são iguais ao se vestir, que sejam na vida doméstica, que se rompa esse padrão de ''casal'', onde a mulher é jogada em uma vida agoniante e sufocante, tentando lidar com toda a pressão que jogam nela.

Fiquei pensando nisso, se no casamento agora são duas ''noivas'', então nessa união são duas mulheres, metaforicamente falando, sem entrar em outra questão, mas que beleza seria uma sociedade que se constrói a partir da força de duas, não de uma. O que falta nessa sociedade é a força da  mulher distribuída, não em um canto sendo oprimida.

Que outros homens façam a mesma coisa que o Latino fez, se coloquem na pele de uma mulher, ele precisa disso pra transcender suas músicas sexistas, mas começou bem, agora sabe um pouco o que sente uma noiva no seu dia. É um começo tímido, mas é alguma coisa, precisamos de mais homens neste mundo no nossos sapatos, só assim eles vão entender o difícil que é viver neste mundo tão machista.


Iara De Dupont

Nenhum comentário:

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...