ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

26 março 2014

A Comissão da vergonha


Em alguns momentos e eu diria que isso acontece com muita frequência, me sinto profundamente constrangida por ser brasileira. E não só pelo fato de não entender a lógica do país, mas por ter que responder algumas perguntas penosas.

Tenho um amigo estrangeiro que é jornalista e hoje me perguntou por e-mail sobre a Comissão da Verdade, um grupo designado pela Presidente Dilma para fazer um relatório sobre a época do regime militar, já que se alega que a única versão era dos militares, então ex-guerrilheiros e presos políticos estão dando seu depoimento, para que fique como registro histórico.

A Presidente Dilma foi presa e torturada naquela época, mesmo assim decidiu que essa Comissão da Verdade não teria ''caráter punitivo''. Isso é uma jogada política porque não é tão simples punir as ''forças armadas'' de um país.

Meu amigo viu um link onde aparecia a entrevista de um dos militares, que foi por livre e espontânea vontade prestar depoimento para a Comissão da Verdade e durante três horas contou todos os detalhes das torturas e como desmontavam o corpo dos presos para que não fossem reconhecidos.

Depois que seu depoimento acabou ele se levantou e foi embora. E já teve general que saiu debochando, dizendo que essa Comissão é uma perda de tempo.

A dúvida do meu amigo era a seguinte:
-Vai ficar por isso mesmo?

Então, vai. O Brasil monta essa Comissão, que tem um custo, se levam os generais para depor e fica por isso mesmo, dane-se. Eles saem dando risada e achando tudo ali um porre, é outro tapa na cara da sociedade.

Me pergunto e tenho medo de responder, como se sentem as famílias dos 3.500 desaparecidos durante o período da ditadura? Essas famílias estão assistindo tudo e vendo novamente os militares sambando na cara de todos eles.

No Brasil essa questão é constante e persegue a todos os brasileiros, o descaso com as vítimas e suas famílias, não é de hoje que isso acontece, existe mesmo um protecionismo do lado errado e parece que o sistema faz questão de deixar os familiares das vítimas sem nenhuma resposta.

Já veio um amigo me dizer que a Comissão está apenas recolhendo dados, é uma questão de montar a história, não é pessoal nem pretende incomodar as ''forças armadas''. Mas eu acho que está incomodando as famílias e isso não conta? E não se pode esquecer que não foram apenas os estudantes torturados, também foram torturados barbaramente seus filhos, crianças e bebês, e isso exigiria justiça em qualquer país normal. Qual a desculpa de um militar para TORTURAR uma criança? 

Por que uma filho ou filha é obrigado a escutar como seu pai ou mãe foram torturados e ver o torturador sai pela porta sem nenhuma punição? Que porra de país é esse que já fez tudo errado durante a ditadura e hoje quarenta anos depois ainda faz essa merda?

Essa Comissão é patética, não se monta uma história em cima do sofrimento de ninguém, existem famílias chorando seus desaparecidos e esses familiares mereciam mais do que escutar o que aconteceu, mereciam ver esses torturadores serem punidos.

Um país que não pune seus torturadores se reflete em tudo, esses malditos militares foram e são um câncer neste lugar, essa maldita imunidade das ''forças armadas'' nos leva a viver em um país onde a polícia arrasta uma pessoa que ia na viatura e ninguém diz nada, afastam os policiais por uns dias e a vida segue.

Se era para fazer esse show ridículo essa Comissão nem deveria ter sido aberta, este país não precisa apenas de explicações, precisa de justiça e falar qualquer um fala e nada muda por isso.

E o que vai acontecer? Com todos os depoimentos dos torturadores e torturados a história será escrita de maneira mais completa, pelo menos os buracos históricos serão resolvidos. Mas não somos um país de papel, 3.500 famílias continuam sem saber onde seus filhos foram jogados depois de mortos e isso não é uma questão histórica, é uma questão de humanidade. Nenhum familiar é feito de papel e ninguém quer virar estatística. Este país não vai mudar nem melhorar porque a história foi contada pelo outro lado, só vamos virar um país decente o dia que as ''forças armadas'' entenderem que a vida tem que ser respeitada e tortura deve ser punida.

Ah, mas é ingenuidade pensar que a tortura um dia pode deixar de existir. Conhecendo as trevas da mente humana eu digo que não, mas como sociedade é importante se posicionar contra e ver todos esses torturadores dando risada é outro tapa na cara.

Se a Presidente Dilma e todos os integrantes da Comissão da Verdade querem contar a história com todas suas versões, que façam isso, mas que não esqueçam que não é uma história sobre bonecos, é sobre seres humanos desparecidos, torturados e mortos. Isso exige respeito e acima de tudo justiça, só se muda um país  mudando a mentalidade e aqui falta respeito a vítima e sua família. Depoimento de militar não muda nada, o que muda é que eles jamais voltem a sair de uma sala sem pagar pelos seus crimes.


Iara De Dupont

3 comentários:

Anônimo disse...

Como assim?

Achei que a regra do jogo estava clara.

E achei que regra do jogo = justiça.

Ou seja, achei que no dia da anistia, quando os dois lados foram perdoados, tinha acontecido isso mesmo. Se não concorda com a anistia, OK, aceito seus argumentos. Mas a anistia é que deve ser repensada, não todo esse nhenhe a sociedade blablabla.

E eu acho sim melhor que se conte a história, e que o velhote vá na frente da sociedade e confesse que torturou e que não tem a menor idéia do que aconteceu com o corpo porque ele não se importa. Do que ficar nesse silêncio onde ninguem fala nada, todo mundo sabe, mas ninguem fala nada.

Mas nesse ponto é só questão de opinião mesmo, então não importa nada o que duas pessoas sozinhas pensam.

Alessandra Tofoli disse...

E pra completar a palhaçada ainda temos que ver uma meia dúzia de gatos pingados que participaram da tal "Marcha da Família" pedindo a volta do regime militar em plena Praça da República, patético!

Luis Francisco Jesus disse...

Olá Boa tarde.

Vi este blog e não resisti a colocar um comentário. Primeiro para dizer que sou Feminista, e sou homem. E depois para dizer que este blog está cheio de lugares comuns e sobretudo tem pouco ou nada de feminista.
Ser feminista não é fazer tudo o que as mulheres querem numa sociedade machista, isso é puro machismo.
O feminismo tem a ver com a igualdade de direitos, com o reconhecimento de que as mulheres continuam a ser brutalmente discriminadas na nossa sociedade.
Eu sou feminista mas continuo macho, isto é adoro mulheres e adoro fazer amor e adoro sexo e não há contradição nenhuma, como aliás acontece com qualquer mulher ou homem livres.
Ser feminista não tem a ver com abdicar da condição feminina, ou da condição masculina. Ser feminista não é sinal de fraqueza ou de perder as qualidades masculinas, como se ser feminista fosse uma coisa de Lésbicas.
Ser Feminista, é lutar, na nossa sociedade contra os estereótipos machistas. Contra a discriminação nas leis, contra a falta de igualdade no tratamento na administração pública, contra a diferença nos direitos relativamente à sexualidade, quer na lei quer, e ainda mais, na prática. É lutar contra a discriminação nas remunerações do trabalho, contra a discriminação no acesso a lugares de poder, contra a falta de reconhecimento da importância da maternidade, contra a falta de reconhecimento na igualdade sobre as diferenças biológicas. É lutar pela igualdade de direitos, é tão somente isto.
O que está escrito neste blog, para além de ser um monte de baboseiras, é simplesmente profundamente machista, provavelmente como também deve ser machista a autora destas palavras!!!
Saudações feministas!

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...