ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

21 fevereiro 2014

Porque cansei dos homens brasileiros (então vem neném!)

Cansei de escutar tanta besteira!

Tive um professor americano que me dava aulas de inglês, ele era aposentado e fazia parte de um programa que dava aula e orientação a estudantes. Desde o começo ele pareceu gostar de mim, com o tempo descobri que ele falava português melhor do que eu, evitava falar para que eu aprendesse inglês, mas ele era um especialista no Brasil, um acadêmico com toda a carreira voltada a entender o país, casado com brasileira e filhos brasileiros.


Um dia ele me perguntou porque eu era ''tão discreta, apesar de brasileira''. Disse que sou filha de índia e meu jeito é esse. Então ele começou a me contar sobre o Brasil e suas teses, me disse que de tanto estudar chegou a conclusão que somos um país cheio de complexos, com a ausência de Estado não temos acesso ao ensino, cultura, isso nos faz sentir inferiores, também não temos apoio o suficiente para sermos bons em vários esportes, não somos conhecidos por ser um país culto, erudito e berço das artes. Com tudo isso nos sentimos uns merdas e carregamos na sexualidade, saímos berrando que somos ótimos na cama, exaltamos nossa sexualidade como se falássemos ao mundo:


-Nós não somos conhecidos pela nossa cultura, mas trepamos melhor do que todos vocês juntos!

Essa teoria é dele, que chegou até um pós-doutorado nesse assunto. Descobri muito depois quem ele era, sempre vi ele como meu professor de inglês de noventa anos, nunca imaginei que era um dos maiores especialistas no Brasil.


Tive algumas sortes na vida e uma delas foi sair do Brasil durante um tempo, o que me permitiu entender muitas coisas. 

Mas ao voltar aqui comecei a entender o que esse professor dizia. Minhas amigas são discretas, mas mulher no mundo inteiro é castrada, então não dá pra fazer uma comparação. Mas o homens brasileiros têm me chocado e horrorizado constantemente. Já cansei de chegar em rodas de amigos e escutar alguém contando vantagens sexuais, sem o menor pudor. Nessas horas lembro do meu professor, sem recursos intelectuais carregamos na cama, precisamos de um diferencial para evitar sentir que somos uns coitados.

Em uma roda de amigos sou farrista e fanfarrona, falo mesmo, bato o martelo na mesa e começo de novo, mas tenho um espírito de freira do século passado, gente berrando estripulias sexuais me tira do sério, principalmente essa obsessão masculina e local de dizer que  são expertos em sexo oral, capazes de enlouquecer a mulher e ainda por cima tão bons que acham nela ''cinco clitóris''. Sei. 


De um Romeu uma vez escutei uma coisa inacreditável, quando reclamei da falta de elegância ao fazer um convite tão direto para cama, ele respondeu 

- Essa ''elegância que você quer é coisa de viado, hétero fala assim mesmo, sem enrolar.

A coisa que mais bato de frente com brasileiro é isso, a mania que os homens têm de chegar na mulher, absolutamente diretos e com uma falta de classe histórica. Recentemente escutei de um que eu era do '' time das românticas'', apenas porque reagi mal a um convite de índole sexual.


Vejo minhas amigas reclamando da mesma coisa, o homem aqui antes de te perguntar teu nome quer saber teu motel preferido.


Mas cansei de sofrer, então resolvi que ia seguir a onda, pensei, bom, se estou de volta e as coisas são assim, vou ver o lado positivo. Uma coisa boa nesse comportamento é a honestidade, o brasileiro não enrola, vai logo avisando que só quer cama e isso é para te fazer um favor, já que antes dele você nunca teve um amante tão incrível.


Em um grupo de teatro tinha um ator que vivia me perguntando quando eu ''ia conhecer o lado intenso da vida''. Aquilo me incomodava demais, cansei de dizer que era acosso sexual e eu ia acabar ficando muito brava. Então eu escutava que era uma lésbica ressentida com os homens. Essa divisão no Brasil é clara, mulher que não cede é um maldita lésbica. Mas ele me perseguiu semanas, o grupo não entendia meu ponto, o rapaz era lindo e por que não? Teve um dia que saindo do ensaio, eu estava de saco cheio  e resolvi fazer uma coisa que minha amiga tinha dito, ela dizia que brasileiro no fundo é frouxo, era só colocar a mão na cintura e dizer- Então vem neném!

E eles recuariam e me deixariam em paz. Mesmo ciente dos riscos, resolvi fazer isso, falei para o rapaz que convidava ele para jantar na minha casa naquela hora. O que vi depois nunca mais esqueço. Aquele garotão seguro foi engolido pelo chão, ficou transparente e me perguntou se era sério. Confirmei e disse que eu estava em um dia '' louco'', queria fazer e sentir tudo. Então ele congelou e disse que tinha que acordar cedo, não podia ir.

Grátis não ficou. Depois disso ele entrou em um espiral de ódio comigo, não se cansava de dizer que precisava emagrecer e coisas assim, mas pelo menos nunca mais me convidou para sua cama.


E mesmo sendo arriscado tentei o truquei com outros homens em circunstâncias diferentes, me enchiam o saco, eram diretos e diziam querer sexo, tudo bem, eu colocava a mão na cintura e dizia: 


-Então vem neném!

E sabe quantos vieram? Nenhum. Levei todos os tipos de canos e escutei todas as desculpas, isso depois de passar semanas escutando que eu ''teria a melhor trepada da minha vida''. 

E não tenho vergonha de dizer, sou brasileira, mas acho esse comportamento do  homens agressivo e repugnante,  me dá asco o homem que já chega falando disso e convidando para a cama como se aquilo fosse a melhor coisa.


E já cansei de escutar que sou bobona e romântica, um disse que eu era conservadora, sonhava com o amor romântico, mas uma coisa é o amor romântico, outra coisa é o cara nem te conhecer e já te convidar pra transar, também escutei que parecia '' virgem do interior que se horroriza com tudo'', mas não é isso, eu não curto esse comportamento direto, não sou a favor, até pelo tempo, de cortes largas e mentirosas, não curto isso, mas acho esse maneira dos brasileiros abordarem as mulheres uma coisa nojenta. O último Romeu que conheci fez isso e eu cansei de pedir para mudar o disco, mesmo assim ele não mudava, sempre me contando todas as belezas do mundo que eu iria conhecer se topasse ir para a cama com ele. 

Foi só eu dizer - Então vem neném! 
E ele sumiu com a rapidez de um cometa.

E foi em um dia errado, cansei de todos eles, cansei de escutar tanta merda e ainda sou obrigada a dizer, nunca conheci de nenhum brasileiro o céu prometido. Acho os brasileiros uns fofos, charmosos, meigos e engraçados. Mas meu paraíso na cama nunca foi com um deles e pela minha má vontade atual com todos os brasileiros não vai ser nunca.



Iara De Dupont

2 comentários:

Anônimo disse...

hahaha texto excelente (como sempre)
Isso me lembrou da minha época de faculdade, onde eu era constantemente assediada por um senhor de 40 anos *eu tinha 20 e poucos* um dia de tanto ele encher a paciência, tomei uma decisão radical: !Você quer? então é hoje!"
Esperei o fim da aula naquela noite e me dirigi sutilmente pro carro dele. Quando ele percebeu eu já estava lá dentro e o agarrei! Aquele homem todo cheio de gracinhas e sacanagens tremiaaa como um menino que nunca havia beijado (confesso depois que foi hilário) Engraçado que a atração dele por mim sumiu rapidinho :P

H. disse...

Nunca tinha parado pra pensar nisso.. que nos somos tao frustrados culturalmente que temos que nos afirmar sexualmente. Faz mto sentido!
Engraçado se um cara fica em cima de mim e eu não cedo ele me xinga: "sua grossa frigida".
Falta mto respeito em homem brasileiro .

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...