ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

14 fevereiro 2014

Os amores que cristalizei nunca aconteceram


Uma vez em um exercício de teatro o diretor ia sair da peça, não lembro porque e entrou outro, assim na frente dele falou de um por um dos atores, quando chegou minha vez ele disse- Cuidado ao dar instruções a Iara, não erre, porque ela cristaliza a primeira imagem.

Na hora não entendi, mas depois me explicaram. Eu faço uma ideia de alguma coisa, cristalizo e não saio dali, faz pouco tempo que percebi que não tinha a flexibilidade necessária para estar neste mundo.

Minha mãe disse que eu sou assim desde pequena, se queria uma boneca tinha que se aquela, não podia ser outra. 

Mas a vida te vence, finalmente é o dever dela e de tanto não ter o que eu queria do jeito que eu queria na hora que queria, me vi obrigada a desencanar e deixar fluir. Depois de tantos tapas não tive mais como reagir e decidi que o que fosse estava bom para mim.

Lembrei disso porque um Romeu me disse- No momento não estou a fim de um relacionamento sério..

Mas reconheço a frase estúpida porque eu já disse ela milhões de vezes, negava a mim mesma o óbvio, quando a gente gosta de alguém não tem essa de ''no momento não estou a fim'' , gostando nos jogamos no abismo sem pensar, essas desculpas só funcionam quando não estamos a '' fim da pessoa''.

Não estar a fim nos leva a dizer coisas sem sentido, mas cristalizar imagens também nos prejudica.

Eu lembro de uma paquera que não deu certo e fiquei muito chateada. Uma amiga me apresentou um amigo pintor, ele era o oposto do que eu conhecia e pensava gostar. Eu sempre gostei de homens super sérios e reservados, com uma linha de pensamento clara, os famosos ''homens clássicos''. Esse pintor era o outro lado da calçada, agia, falava, pensava, coisas que eu nem sabia o que eram. Um dia ele me ligou e me convidou para sai, fomos a um depósito por uma banheira antiga, depois levamos para a casa dele, morava com os pais, e lá me mostrou como ia restaurar e pintar a banheira.

Achei ele um pouco demais em tudo, mas hoje percebo que eu estava ''cristalizada'' na ideia de que gostava de homens sérios e de gravata, não curtia homens de jeans e sujos de tinta. Não me permiti viver aquilo porque estava presa e congelada na ideia que tinha dos homens. Não durou muito a paquera, ele ficou de saco cheio e sumiu. Tempos depois a amiga que me apresentou ele me comentou que conversando mostrou um anjo que eu tinha dado a ela, no Natal eu cortava anjos de isopor, pintava e dava para meus amigos, ele ficou chocado ao saber que eu pintava e tinha a casa cheia de quadros meus e disse- Cara, aquela menina é uma fresca, tinha nojo de tudo, como assim pinta?

E minha amiga disse para que ele fosse a minha casa e visse o quarto dos fundos. Ela não entendeu na época, nem eu, mas era apenas uma ideia cristalizada de como tem que ser o homem que eu queria.

E agora vem um Romeu me dizer que '' não está a fim de nada sério'', como se eu fosse igual a anterior ou parecida a próxima, sem saber comete o mesmo erro que eu cometi, cristaliza a ideia de que temos que ter um espaço de tempo entre uma relação e outra, coisa que é viável, mas quem manda nos seus sentimentos?

Faço o movimento oposto ao Romeu, onde ele cristaliza, eu chego com o martelo e quebro tudo. Não quero mais imagens cristalizadas, até porque percebi que a vida é maior do que isso e tem um humor melhor do que o meu, não preciso cristalizar nada, ela concretiza o que achar melhor.

E só posso dizer uma coisa a essa Romeu, que não quis nada porque '' não estou a fim de nada sério'', eu não sou o fim de nada, sou o começo, um começo que ele se recusou a conhecer, um meio que nunca vai chegar perto e um fim que termina para começar de novo, é o movimento da vida. E não quer '' nada sério'' ? É, a vida também não quer, então boa sorte.

Iara De Dupont

Nenhum comentário:

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...