ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

31 janeiro 2014

Todo Niko precisa de um Félix na vida

Niko, a manteiga, com Félix, a chapa quente

Comentei com um amigo sobre uma pessoa que conheci. Não tenho o desenho completo, na  verdade minha impressão dele não passa de um rascunho. Mas pelo o que sei parecemos bem diferentes. Existe nele ainda um rastro de boa vontade com o mundo e o planeta, ainda parece ser alguém preocupado com o que acontece.

Me reconheço nele porque um dia já fui assim, uma mistura fatal de inteligência com ingenuidade, falta de malícia e de percepção em relação aos outros. Eu era como um amigo uma vez me definiu '' um cão de laboratório'', essa expressão significa uma coisa terrível, de todos os animais usados em experiências  o cachorro é o único que se apega aos seus torturadores, ele sempre acredita que quando se aproximam dele é por bem, não por mal, e por isso mesmo os cães são os mais usados em cruéis experiências, porque não atacam, principalmente os beagles.

Dizer que alguém é um '' cão de laboratório'' é o mesmo que dizer que essa pessoa apesar da dor não percebe o terror em volta nem a loucura humana.

Eu me desespero muito com essa pessoa, parece que fico atrás dele tentando abrir os olhos, querendo que ele entenda que esse bom mocismo é uma coisa a longo prazo corrosiva, vai acabar se virando contra ele. Não digo para virar má pessoa, mas apenas que abra os olhos e perceba a maldade humana, só isso.

Então meu amigo definiu a situação de maneira brilhante- Vai que dá! Todo Niko precisa de um Félix na vida!

É, tem razão, a ideia é essa. Para quem não assiste novela, são dois personagens gays da novela "Amor à vida'', Niko é a manteiga, se derrete, é meigo, bom, doce, gentil, acredita em todo mundo, quer o melhor para todos e Félix é a chapa quente, tudo que cai ali ele frita, é esperto, cínico, calculista e frio.
Como casal são perfeitos, Niko precisa da frieza de Félix para viver e entender algumas coisas e Félix precisa do amor puro do Niko para conhecer sentimentos bons.

Eu fui durante anos como Niko, achando que maldade era coisa de filmes e se alguém dizia gostar era porque gostava. Achava que a energia boa te protegia e coisas ruins aconteciam com pessoas ruins, era a lei do carma, mas pessoas boas estavam protegidos por anjos. Levei tanto na cara e mesmo assim não acordava, até que a vida venceu, um dia ela te mostra quem manda e você pensa duas vezes.

Não virei o Félix, porque a pessoa para ser assim já tem que nascer com essa essência, mas chego perto todos os dias, tento ver tudo com os olhos abertos, desconfio e aposentei de vez minha crenças no ser humano. Se a pessoa for legal e com o tempo isso se confirma, eu estou no lucro, mas sempre chego pensando que é questão de tempo dar merda.

E agora cruza no meu caminho um Niko, um ser verde cheio de amor ao próximo e de boas intenções.  E me vejo como o duende que fica perto e tenta avisar que as coisas não são assim, tento abrir os olhos dele que resiste, ele tenta fazer o movimento contrário, me convencer que a errada de ser negativa em tudo sou eu, não ele, que diz estar certo em sua positividade.

Mas não é um ponto de positividade nem de negatividade, é uma questão de realidade e de um pouco de conhecimento da alma humana, que se fosse um pouco boa o mundo não estaria onde está.

Nunca tive um Félix perto de mim para me alertar sobre os riscos que eu corria, indo pelo mundo com o coração desprotegido e acreditando em todas as pessoas.

Talvez esse seria um bom caminho para o mundo melhorar, pessoas como Félix que se juntem com pessoas como Niko, porque ambos se completam. Todo mundo precisa de um Félix para acordar, para dizer que nada nesta vida é confiável nem ninguém, mas também todos precisamos de um Niko e seu amor puro, aquele amor que salva.


Iara De Dupont

Nenhum comentário:

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...