ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

26 janeiro 2014

Mãe e Romeu podem surtar! Essa sou eu....

Eu era assim, sem maquiagem e sem pentear o cabelo...
....e continuo igual.....
Minha avó dizia que cada um tem uma missão no mundo. Já pensei em ser enfermeira, psicologa e publicitária ou ter uma loja de perfumes. Finalmente fui estudar para ser atriz e viver mil vidas em uma. Mesmo assim não via minha missão muito clara.

Nos últimos dias acho que encontrei, minha missão é ser eu, a mais complicada, difícil, ingrata e chata missão. Não quero nem tenho pilha para mudar o mundo, mas o pouco que aparece na minha frente me desafia tanto que me pergunto que missão pode ser mais complexa do que ser eu.



Ontem aconteceram duas coisas que me levaram a pensar sobre isso. Coloquei uma foto nova no meu Facebook e minha mãe surtou, porque eu não estou penteada nem com maquiagem.


Esse trauma dela é antigo, todas as minhas tias têm filhas e conseguiam colocar vestidos fofos e presilhas no cabelo, nem que fosse para a foto. Eu, minha mãe não sabia e descobrimos isso décadas depois, tenho sensibilidade no couro cabeludo, isso quer dizer que não tolero fricção de escovas de cabelo nem puxões de leve. Mas minha mãe não sabia disso e  tentava de tudo, mesmo que eu no berço já tirasse as meias que ela colocava. Todos os vestidos comprados também me incomodavam, pinicavam, assim desde que tenho três anos minha mãe desistiu de me comprar roupa e pentear meu cabelo. Minha avó disse que eu sempre corria e gritava na hora de arrumar, enchia o saco de todo mundo e por ter nascido na época dos hippies minha mãe adotou uma filosofia de vida, eu que me virasse, se eu queria sair na rua desarrumada, tudo bem, ela não ia dizer nada.



Isso encheu meu álbum de fotos de coisas engraçadas, não tenho uma foto fofa, em todas estou sem pentear e usando as roupas mais malucas e sem noção.


E tenho apenas uma foto de sapatos, no resto estou descalça. Quem vê as fotos fica com pena, achando que eu era uma menina de rua que ninguém cuidava, mas nisso tenho que ser justa, meus pais me deram uma boa infância, eu tinha cama, comida e brinquedos, não era a menina miserável que aparece nas fotos usando roupa velha do irmão, que eu adorava porque o tecido já vinha mole e velho.


Mas isso durou a vida inteira, minha mãe tentando me convencer a me arrumar. Furou minhas orelhas milhões de vezes, porque eu tirava o brinco e fechava a orelha.


Já na adolescência eu entrei para o teatro e naquela época já existia um pouco de questionamento, eu via minhas amigas da escola todas arrumadinhas e o pessoal do teatro bem largado e comecei a questionar tudo isso. Depois pelo meu peso nunca achei as roupas que quis, então peguei mais ódio da situação.


O tempo passou e eu não mudei, aprendi a gostar um pouco de maquiagem, mas gosto dos estojos, não de ficar usando.


E ontem outro assunto veio à tona com um Romeu, a aparência das mulheres. Eu entendo que todos os homens hoje em dia estão submetidos ou se submetem por livre e espontânea vontade a assistir durante horas vídeos pornográficos, onde a mulher é mostrada como se fosse uma boneca, sem vontades, sem pêlos no corpo, toda a pele uniformizada e cheia de silicone. De tanto assistir assimilam aquilo ali como se fosse real e saem procurando mulheres assim, quando se topam com uma mulher como eu o mundo desaba, como desabou ontem.


Por que não sou assim ou não adotei tal método de beleza? Escutei de tudo, desde que não mata ninguém se cuidar um pouco mais, por que não fazer isso ou aquilo para estar mais bonita ou para deixar ''alguém feliz''.


Fiquei chateada, mas me lembrei da minha missão, tenho que ser eu, mesmo isso me custe a surpresa e má vontade do Romeu.


E lamento se o mundo acha tão ruim eu ser assim, mas é apenas o que eu quero, eu não estou atrás da decepção do Romeu nem da frustração da minha mãe, não quero que as lojas de roupas e cosméticos explodam, eu apenas quero viver sendo o que sou, apenas isso. E para mim viver assim inclui usar maquiagem se eu quiser, pentear o cabelo se eu quiser, não quero botar fogo no mundo, é apenas um grito de liberdade, sou assim e quero ser assim, mas não quero ser julgada por não ser igual, não quero ser condenada pelas presilhas que arranquei dos cabelos nem ignorada por não ser uma boneca inflável.


É chato dizer tudo isso, mas é quem eu sou, não estou nem em construção em relação a isso, eu já estou pronta.


Não quero uma vida cheia de mentiras, quero que vejam minha pele, não quero acordar escrava disso, conheço gente que se enche de base para esconder a pele, eu não quero isso, não quero criar duas Iaras, a que não usa maquiagem e a que usa e fica ''bonita'', quero apenas ser eu, com meu cabelo bagunçado mesmo ou em um rabo de cavalo, com minha pele cheia de estrias, com meu jeito, aquele que é só meu. 
Não quero me plastificar, embalar, higienizar, pasteurizar. Isso nem seria justo, tanto tempo para me encontrar na vida e agora vou me esconder atrás de uma embalagem artificial? Nunca!

E no fim da história eu já disse a minha mãe para parar de procurar essa beleza artificial em mim, essas cores que não existem, melhor que amplie a visão e possa ver que sou um ser humano decente que ela educou e isso é a maior beleza que um ser humano pode ter. E quanto ao Romeu, digo a mesma coisa, ser real é o que me faz  ser interessante, mas respeito seus gostos sintéticos.

E pedi hoje de manhã para meu irmão tirar uma foto sem maquiagem, depois de uma noite terrível por questões pessoais e por uma gripe, já que minha mãe vai surtar mesmo que veja o que sou, na verdade o que sempre fui, alguém que só quer ser livre e do seu jeito...


Iara De Dupont





2 comentários:

C.Belo disse...

Nossa, essa foto tão bacana foi depois de uma noite mal dormida e cheia de problemas? Vc então está muito bem!

Vou eu fazer isso...dificilmente fico bem numa foto de close do rosto, mesmo estando mais produzida kkkkkkkkkkk só rindo pra não chorar!

Iara De Dupont disse...

Rsrssrsrs...valeu! Mas vou te contar o segredo da boa foto, pede pra alguém que te ame tirar a foto e ele vai sempre tirar o melhor angulo de voce, rsrs

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...