ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

22 janeiro 2014

A foto do meu protesto contra as falsas imagens que a mídia divulga

Eu, Iara De Dupont, posando de quase magra

Se um dia a gente conseguir olhar essas mulheres na capa de revista como olhamos aqueles avatares no mundo virtual, então vamos superar tanta dor e miséria mental.


Eu não tenho quinze anos, mesmo assim me pego algumas vezes na fila do supermercado olhando as capas de revista e pensando que aquela mulherada tem bala na agulha.


Já tive pensamentos tão sombrios que deveria ter vergonha de falar e tenho, mas não vergonha de escrever. Pensei em uma ocasião que minha vida sexual seria melhor se eu fosse perfeita daquele jeito, eu poderia então dançar nua e ir ao banheiro na frente do meu namorado sem me enrolar no lençol. Também poderia ter evitado aquelas mil discussões que tive com um namorado, que apenas me pedia para fazer um strip-tease, eu disse que faria, se eu fosse magra, como não era, não faria. Eu tentei explicar a ele pacientemente que um strip-tease meu seria como ver aquelas porquinhas no circo com saias de ballet dando voltas em uma bicicleta. Ele nunca entendeu nada, foi um dos poucos que me disse uma grande verdade, meus traumas são meus e não eram problema dele, ele só queria que eu dançasse nua no quarto, mas isso me parecia impossível, eu sei que me sentiria uma ursa polar dando giros. Isso sem falar na eterna discussão de sexo com a luz desligada, coisa que a maioria dos homens odeia...


E a grande culpa de tudo isso vem da mídia, essa que nos massacra sem dó, nos faz acreditar em coisas que não existem, que foram criadas.


Trabalhei três anos como modelo plus e foi quando percebi todos os truques, nenhuma mulher deveria se julgar antes de passar por  quatro profissionais da beleza ao mesmo tempo. Eu vi coisas incríveis em relação a mim e nem era photoshop, era apenas o uso de produtos adequados no momento certo. Em um desfile houve uma confusão e me pediram para vestir uma saia, mas eu tenho a pele muito branca, então me jogaram um creme alemão que dava um bronzeado e puxava a luz. Quando vi as fotos cai de costas, parecia que eu tinha a perna super malhada, toda bronzeada e dura, coisa que não era real, mas esse produto dá esse efeito.


E hoje de novo me surpreendi, me pediram para tirar uma foto quando eu estava indo para o banho, sei fazer a pose para parecer mais magra, aprendi isso na agência de modelos e não porque eu fosse cheinha, mas todas as modelos aprendem a mesma pose. Quando vi a foto me chamou a atenção isso, sem um fotógrafo profissional, sem iluminação  e na correria, mesmo assim eu pareço bem mais magra, quem me conhece me perguntou na hora o que eu tinha feito.


Faço uma dieta há alguns meses por uns problemas técnicos, mas não estou como na foto. É assim de simples, foi o ângulo, esse mesmo que tortura todas as mulheres e faz da nossa vida um inferno. Esse foi o único motivo que me levou a colocar uma foto pessoal aqui e no meu Facebook, para mostrar a todas como estamos enganadas e como somos infelizes ao acreditar que uma revista seja uma imagem real.


Mesmo assim não levanto ainda a bandeira do "já superei isso'', porque se meu futuro namorado me pedir um strip-tease, a resposta ainda é não, ainda me sentiria como uma ursa polar dançando e totalmente ridícula.


Dou passos lentos para limpar minha mente de todas essas imagens, até porque segundo as contas eu sou submetida a elas durante horas o dia inteiro. Para quem se interessar mais pelo assunto recomendo o LINK do blog da Lola, um dos melhores ao abordar o assunto.


Ainda estou tentando me convencer que tudo que vejo ao meu redor são imagens falsas desenhadas para acabar com a auto estima da mulher e fazer da nossa vida um inferno, sofremos por coisas que nem existem, minha foto prova justamente isso, que nem tudo que a câmera registra é real.


Iara De Dupont



4 comentários:

Suzana Neves disse...

Eu consegui me livrar de quase todo lixo mental dessas imagens menos a daquelas barrigas que parecem ter um metro ainda me perseguem, quando eu começo a ver e sentir como outras mulheres vou ver foto de gente normal nua nunca falha, é uma pena você ter vontade de se mostrar como é é gostoso se sentir livre sem roupas só com a pele.

C.Belo disse...

Com todo o respeito, se eu fosse homem "pegava fácil" kkkkkkkkkkkkkk

Sério, essa foto tá show, mas todas as imagens que eu já vi de vc mostram a mesma coisa, que vc é uma mulher bonita.

E mais uma vez tenho que concordar com tudo que vc escreveu; ainda nos pegaremos cinquentonas, na idade da loba como dizem, tendo as mesmas neuras que qualquer adolescente.

Andrea Bitencourt disse...

Adorei o texto, simplesmente perfeito!
Assistindo às reprises do Canal Viva, penso em como as pessoas deviam ser mais felizes nas décadas de 70, 80...os atores tinham cara de "gente como a gente"...com as imperfeições que nos fazem únicos!
Cansei de ver sorrisos falsos, expressões inexistentes pelo excesso de Botox...
Parecem robôs! E os que parecem normais ficam com textos idiotas...fazendo papel de idiotas presos nas suas imperfeições...
Aonde isso vai parar??? Aff!!!
E Iara...vc está linda nessa foto e em todas que publica!
Bjo grande!

Gordinhas Maravilhosas disse...

E casria com ela..pena que ela não quer!! Mulher linda e inteligente!!

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...