ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

12 dezembro 2013

Jesus acode! Uma gorda filha-da-puta!


De vez em quando lembro de algumas coisas e dou risada. Tenho um primo que não suporto, sempre batemos de frente. Uma namorada dele ficou minha amiga depois que eles terminaram, era e é uma mulher muito bonita, que sofria para se manter no peso, mas nunca foi gorda, mesmo assim meu primo massacrava ela sem dó, não apresentava ela aos amigos e dizia que só faria isso depois que ela emagrecesse.

Ele sempre foi um covarde, um enrustido. E depois que terminou o namoro de uma maneira cafajeste começou a sair com outra garota, mas ela não era cheinha, era gorda. Nunca apresentou ela como namorada, mas ela grudava na casa dele mesmo assim, era namoro de um, ela vivia atrás dele e ele ignorava.

Uma vez perguntei a ele porque não assumia o namoro e ele disse que estava apenas ''ficando'', mas depois confessou que achava ela super inteligente, mas o fato de ser gorda mudava as coisas, não daria para assumir o namoro enquanto ela não emagrecesse.

E conto tudo isso sem esquecer de dizer que meu primo é um dos homens mais feios e nojentos que já conheci, mesmo assim meses depois essa moça apareceu grávida. Ele assumiu a criança, mas terminou com ela.

Dois anos depois ela pediu uma revisão da pensão e ele foi se aconselhar com meu tio, que disse para ele fazer o teste de DNA, já que ele nunca tinha pedido esse exame.

Ele pediu o exame e conseguiu um laboratório, a moça nunca chegou com a suposta filha e nunca mais apareceu, sumiu no ar. Meu primo a procurou por alguns meses até que achou a moça morando em Berlim. Essa história morreu, nunca mais vimos a menina, seu nome foi tirado da lista de Natal e ninguém perguntou mais nada.

Meses depois em um aniversário alguém perguntou pela mãe da criança e meu primo disse que não sabia mais nada nem queria saber, então meu tio no alto da sua sabedoria disse:

-Sabe o que sempre achei estranho dessa história? Que a mãe da criança era gorda e eu nunca vi uma gorda filha-da-puta!

E isso virou uma discussão, todos concordaram, a mulher tinha mentido, por isso fugiu com a menina, meu primo poderia processar ela e pedir todo o dinheiro de volta, então ela deu no pé, foi malvada e meu tio não conseguia acreditar nisso porque  ''gordas não são más''.

Lembro de uma prima dizendo: 

-Também não conheço nenhum gordinha sacana, todas são ótimas!

Na hora achei tudo tão absurdo, mas bem a cara da minha família e preferi sair da sala, não disse nada, mas hoje dei  muita risada quando lembrei dessa história, agora entendo e percebo todo o preconceito, todas as ideias preconceituosas sobre as gordas, inclusive essa de que são ''ótimas pessoas'', como se ter um caráter ruim ou bom fosse uma questão de peso.

Quem é filho da puta é, não precisa subir em uma balança, essa família é de parte de mãe e todas são magras, mas a família do meu pai são todas gordas e minhas tias são terríveis, até bater em delegado elas batem.

O ser humano tem seus motivos para ir para um lado ou para o outro, mas confiar nele sempre é arriscado, porque a pessoa pode ser como eu, não sou uma gorda filha-da-puta naturalmente nem orgânica, mas por defesa desenvolvi uma filha-da-putice sintética, na falta da natural e isso não tem nada a ver com meu peso, posso emagrecer ou engordar, não faz diferença, se tiver que ser filha-da-puta, serei.

Minha família se surpreendeu com essa moça que fugiu com  a filha para que meu primo não fizesse o DNA, mas nada na história pareceu anormal, a não ser pelo fato dela ser gorda, isso sim que chamou a atenção de todos. Como é que pode uma gorda ser filha-da-puta?

Pois é, devem estar até hoje se perguntando como isso é possível.

Eu respondo, gordas são seres humanos sujeitos a todas as emoções que existem no mundo, é a gordofobia do mundo que mostra as gordas como boazinhas, gulosas e sem força de vontade. Mas elas podem ser tão terríveis como qualquer um, ainda bem porque para sobreviver neste mundo se precisa de uma boa dose extra de filha-da-putice.

 Iara De Dupont



7 comentários:

Kcal GorDivah disse...

Realmente é impressionante a ignorância das pessoas. Eu também quando preciso uso o lado Negro da Força mesmo rsrs. Não é porque sou gorda que tenho que ser a boazinha, mocinha dócil...eu hein.
Vai entender essas pessoas.

Bj queen size.

Anônimo disse...

Sua família vai adorar essa postagem!

Carolina disse...

Adorei a história e o texto!
Beijos,
Carol

Daniela disse...

É porque eles não me conhecem. Não q eu seja filha da puta, mas sei ser a pessoa mais maléfica do mundo quando acho necessário. Isso porque sou gorda e libriana (signo do equilibrio), imagina se fosse magra e de outro signo? Seria eu Satanás? kkk, beijos, adoro seu blog!

Gabriela Coutinho disse...

É gente, eu não aguentei essa gordofobia e estou emagrecendo, eu admiro muito vocês que são fortes de verdade de lutarem contra esse povo escroto do kct!Mas eu tenho a minha maldade sintética, sou bem esnobe, porque eu como gorda, sei bem que muitos acham que sempre estamos a disposição deles, e isso me irrita e muito.

Vanessa Pedral disse...

Nossa! eu conheço tanta gorda filha da puta , sempre levo esse rotulo de boazinha justamente por ser gorda, esse "rotulo vem repleto de muito preconceito.

Adorei o texto
bjos

Anônimo disse...

Minha mãe fez o msm, porém fez meu suposto pai pagar pensão até os 18 anos kkkkk, e msm depois de descobrir que eu não era filha dele, a juíza mandou pagar os atrasados que ele deixou de pagar enquanto corria o processo kkkk. Sinceramente não sinto a menor pena, minha mãe era uma criança, envolvida num esquema de prostituição infantil, é ficou grávida de um velho pedófilo, agradeço à Deus por ela ter me criado com mto amor e carinho, td o que ela fez por mim, por ter que se prostituir para nos criar, assim ela me tirou desse ciclo vicioso de pobreza e prostituição. Se me casei com um homem decente foi graças a ela que sempre me aconselhou, se hj posso dar uma educação pra minha filha, foi pq ela sofreu mto por isso, se hj minha irmã cursa uma faculdade, foi em cima do sofrimento da nossa mãe, pois nunca precisamos trocar sexo por comida, ou por um sapato. Agradeço tds os dias pela minha mãe, e acho que 18 anos pagando pensão pra mim não é o suficiente pelo futuro que esses velhos roubaram dela

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...