ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

20 dezembro 2013

Deixa o povo de marketing de Harvard ficar sabendo disso..


É muito divertido quando algumas teorias parecem estar escritas na pedra, ninguém questiona. Uma delas é em relação ao comércio, parece que a cartilha é americana, são eles que investem milhões em pesquisas e ideias para atrair o consumidor. Tudo nessa área vem com o selo dos americanos, até uma empresa pequena segue o que eles dizem, usam as cores que eles dizem para usar e arrumam os produtos de acordo com o que leram, relatórios inteiros de como funciona a cabeça de um consumidor, feitos pelos gênios do marketing de Harvard, a famosa universidade americana.


E chega no Brasil aparece uma figura, não sei quem é, mas resolve ignorar tudo isso, praticamente coloca fogo nessas teorias e vai para o outro lado e ainda assim dá certo.


Eu ia caminhando pela rua com uma amiga quando ela decidiu entrar em uma loja. Não gosto de lojas de sapatos e bolsas, porque não gosto dessas coisas, mas acabei dando uma olhada e achei coisas legais, mas de repente vi o nome da loja e cismei, estava em uma placa no alto ''Rede da Galinha morta ''. Não gostei do nome e no  alto do meu preconceito disse a minha amiga que não ia comprar nada ali na loja, fiquei cismada.


Minha amiga me explicou o que já tinham dito a ela, a loja se chama assim porque quer dizer que é barata, não sei onde, mas em alguma parte do Brasil dizer que é preço de galinha morta quer dizer barato, porque galinha viva custa mais caro.


Moro em São Paulo e não como frango, não sei o preço de uma galinha nem morta nem viva, mas achei engraçado alguém colocar esse nome na loja, quebra todas as teorias da importância de ter um nome atraente na loja, ninguém lá dentro da loja parecia se importar com o nome, porque estava bombando, cheia de gente, mas  mesmo com a explicação não gostei do nome, achei feio, apesar de ter bons produtos e bons preços, mesmo assim o nome me incomodou.


Tenho certeza que esse nome na mesa de um pessoal de marketing não passaria nem por erro.


Minha amiga adorou a loja e comprou algumas coisas, mas eu disse para jogar a sacola fora, aquele nome grande ali ''Galinha morta'' ficava estranho, com certeza não foi um nome desenhado na numerologia ou no Feng-Shui.


Não sei dizer se a loja venderia mais com um nome mais atraente, não tenho os números na mão.


E podem dizer que é preconceito, mas a questão já foi decifrada pelo pessoal de Harvard há séculos, o ser humano vai na primeira impressão de tudo, marca na mente e sentimos atração ou repulsa pelas coisas, não ficamos indiferentes a nada, mas o Brasil é um país engraçado, aqui tudo parece ser possível e todas essas teorias americanas de laboratórios não se aplicam aqui. Só Deus sabe o que se aplica aqui. Ainda estou para descobrir...


Iara De Dupont



Um comentário:

Suzana Neves disse...

Eu já fui em palestras que faziam parte do eu curso , como atender e sempre frisam muito o nunca brigar ou discutir na frente dos clientes tem um mercado perto de casa que o povo briga o tempo todo porque são família e ninguém deixa de comprar lá por isso, não ia me sentir bem tb em uma loja com esse nome muito estranho, também não sou uma compradora porque faço minhas roupas queria fazer sapatos mas a maquina é cara demais não imagina como é difícil no Brasil calçar 42 e o preço do sapatos, para uma pessoa que não gosta de gastar dinheiro como eu.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...