ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

17 novembro 2013

Por essas e por outras....


Acompanhei uma amiga a um  centro espírita. Como eu sigo outros caminhos na minha vida não entrei com ela, fiquei na sala de espera.
Fiquei sentada e reparei que na minha frente estava uma mesa com um galão de água potável, ao lado uma pano para secar a água que pingava.
Vi que algumas pessoas ao sair da sessão paravam nessa sala de espera e bebiam água, pegavam o copo de plástico colocavam embaixo da torneira da base onde estava o galão e viravam a chave, mas ao retirar o copo ninguém prestava atenção antes, então puxavam o copo e a água continuava caindo, por isso tinha um pano na mesa.

Contei dez pessoas que fizeram isso, puxaram o copo sem ver que precisavam esperar um pouco depois de fechar a chave e não vi ninguém passando pano na mesa, só depois de um tempo apareceu uma voluntária do centro.

Me levantei para ir ao banheiro e fiquei chocada com o estado dele, totalmente sujo.

Por essas e por outras que o ser humano não conta com minha compaixão, eu fico chocada ainda com algumas coisas e o espírito humano não me comove.

Não conheço muitos centros espíritas, mas minha amiga conhece e fiz questão de perguntar a ela se eles são todos gratuitos, ela me disse que sim, pelo menos os que frequenta.

Nesse ponto o ser humano me faz pular de ódio. A pessoa vai a um centro espírita procurar um pouco de consolo, de paz para sua alma, não paga nada, aquilo ali vive de doações e de trabalho voluntário e mesmo assim a pessoa não pode ser cuidadosa nem com a água que bebe nem com o banheiro que usa?
A impressão que eu tenho é que o ser humano é assim mesmo, está pouco se lixando, só pensa nele e não quer nem saber, se tem problemas vai ao centro espírita, mas no fundo acha que todo mundo tem obrigação de servir ele e manter os banheiros limpos e a água fresca.

Minha amiga é evoluída, quando comentei isso com  ela  me respondeu que eu não ''devia reparar em tudo'', ora, mas eu escrevo, senão reparar, vou escrever sobre o que?
Depois me disse que era apenas questão de educação, o Brasil é um país sem educação e não é só matemática e português, mas em questões de convivência na sociedade, nem todo mundo aprendeu a usar um banheiro e deixar limpo ou ter a decência de secar a água se vê que ela está molhando a mesa.

Concordo com minha amiga, é tudo falta de educação, mas no fim também se junta esse espírito de porco que existe no ser humano, esse egoísmo e dane-se, acreditam que não são obrigados a fazer nada e gentileza é coisa de otário.
Se eu fosse administradora do centro espírita cortava a água do garrafão e mandava beber na bica, porque suja menos e também não limparia os banheiros, por mim que entupissem e explodisse.

Ah, mas ainda bem que esses centros são de espíritos evoluídos e de pessoas que entendem e perdoam o ser humano e suas falhas, se dependesse de mim não seria assim tão generosa, eu sou apenas ''a garota que repara em tudo''.



Iara De Dupont

Nenhum comentário:

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...