ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

02 novembro 2013

Pais chantagistas: quem têm sabe o que é inferno


O problema de algumas doenças invisíveis é que pessoas de caráter duvidoso pegam elas de bandeiras e aproveitam isso para chantagear os filhos.
Por lógica a humanidade pendura os filhos sem escutar suas versões, os pais são sempre as vítimas e os coitadinhos da história, abusados por filhos cruéis e frios. Imagino que em muitos casos seja realmente assim, mas existe o outro lado, filhos cansados de serem chantageados ignoram os pais, mas é uma questão de sobrevivência, não de maldade.

Cansei de ver pais e mães dizendo que sofrem de depressão e os filhos não ligam para isso. Eu já passei por isso, tive depressão e sei bem que não é uma doença seletiva, não dá pra escolher tanto e sair falando mal de todo mundo, até porque não se tem energia para tanto, por isso sempre desconfio da versão dos pais. Também já tive pessoas na família que mesmo sem a confirmação do diagnóstico se dedicaram a manipular todo mundo.

Vi uma celebridade dizendo que sofre de depressão, que passa dias na cama e não sai nem para tomar banho, mas quando a filha chega na casa ela consegue se levantar com a ajuda da filha e tomar banho. Como já tive depressão posso dizer, a doença não escolhe ninguém nem as circunstâncias, mas parte dela é que nada faz diferença, pode estar tua filha ou Jesus ao pé da cama, você não se levanta. Depressão é uma coisa muito séria e pode corroer a pessoa, mas se a pessoa começa com umas coisas estranhas não é só a depressão, isso se chama chantagem emocional.

Graças a esses grandes chantagistas todo mundo desconfia da depressão, é uma das doenças que as pessoas mais detonam e se recusam a compreender. E eu entendo quem pensa assim, já vi coisas demais em relação a isso, infelizmente chantagistas e manipuladores também ficam doentes e sabem muito bem como usar a doença.

E não tem coisa pior do que ter um na família. Quem vê de longe acha que a família é fria e ignora o doente, mas quem está dentro sabe que tudo ali está calculado e a doença é apenas fachada para um comportamento distorcido.

E vem uma mãe celebridade dizer que tentou se matar porque sua filha trocou se empresário sem avisá-la. A versão da mãe vira verdade sacramentada porque é mãe, então já saem as palavras de sua boca canonizadas. E até os psicólogos dizem que isso é possível porque a mãe está frágil e qualquer coisa pode afetar sua saúde mental. E a saúde da filha que vem sendo detonada nas redes sociais, não importa?
Eu não conheço nenhuma das duas, mas de longe poucas vezes vi tanta crueldade com uma filha e sei como é porque já passei por isso, a doença vira justificativa para qualquer coisa.

Quem  já teve depressão sabe que não é tão simples assim, a doença em si já empurra para os abismos, não precisa de uma filha fazendo uma coisa ou outra, a doença é terrível e rápida.
A filha é jovem e está apenas tentando fazer sua vida, isso é uma coisa que poucos entendem, os filhos não são responsáveis pelos pais e pelas suas escolhas. Muitas coisas nessa história não estão sendo ditas, apenas para preservar a mãe, mas a filha é detonada como se fosse responsável pela doença da mãe e as escolhas dela.

Conheço bem esses caminhos e posso dizer, nesses casos a melhor coisa é sumir no mundo, porque os pais que fazem isso são capazes de qualquer coisa e fazem de tudo para arrastar os filhos para o abismo junto com eles.



Que coisa feia dizer isso! Os filhos devem ajudar os pais sempre e apoiar eles em tudo! É, no papel é lindo dizer isso, mas quem é filha de profissionais como eu sou e essa menina também é, sabe disso, em algum momento no ar, antes de cair no abismo de pedras você tem que decidir se salva tua vida ou morre junto com teus pais. São apenas segundos para decidir e quem ficar com os pais chantagistas até o último minuto não volta para contar a história.


Iara De Dupont

2 comentários:

Anônimo disse...

Oi Iara,
Eu estava falando sobre isso com minha irmã ontem,minha mãe a manipula e minha irmã entende que se ela tem condicoes financeiras deve dar o que minha mae pedir na hora que ela pedir,eu falei que cada um tem que viver com as escolhas que fez,ela tem renda,decide com que gastar,depois faz chantagem emocional com minha irma e minha irmã sabe-se la porque se sente responsavel,triste isso pelo circulo vicioso que minha irmã se encontra ha muitos anos,falei que não se trata de dinheiro,minha irma pode ganhar na loteria amanha que nao tem obrigacao de ajudar ninguem em nada,a nao ser necessidades medicas ou de comida,coisa que não é o caso,enfim,tudo isso só serve para que eu não repita isso com minha filha,como eu sempre digo para minhas amigas,se voce quer ter filhos para garantir seu futuro,aplique na poupança todo o dinheiro que voce gastaria com ele,e use a energia que gastaria criando os filhos para realizar seus sonhos,para depois não cobrar deles,pois eles não tem que viver em funçao dos pais e muito menos de carregar por toda a vida a frustacao dos mesmos.
Anna Lara

Carolina disse...

Iara,
concordo com cada palavra que vc disse nesse texto! Todas as vezes que vejo essa história penso na barra que essa menina deve ter enfrentado a vida inteira. E agora, como se já não bastasse ser massacrada emocionalmente pela mãe, ainda tem que aguentar a mídia e muitos do Brasil que não entendem nada de depressão a julgarem com machismo e crueldade. Se fosse ela, pegava o que ganhou, a juventude e a inteligência que tem e ia para bem longe, recomeçar, construir uma vida nova. Sem essa carga toda que desde que nasceu ela tem que carregar.
Beijos,
Carol

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...