ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

25 novembro 2013

Outro arrastão e a burguesia mostra todo seu ódio pelos pobres

Antes de qualquer coisa é uma tragédia social

Quando não existe planejamento as coisas acabam acontecendo na improvisação, mas quando isso inclui seres humanos a situação pode chegar na tragédia.

Houve outro arrastão nas praias do,  Rio de Janeiro, zona sul e diante disso a polícia decidiu que daqui pra frente vai parar e revistar os ônibus que vão em direção a zona sul. A lógica da polícia é que ao parar e revistar as pessoas vão poder saber quem está indo para a praia se divertir e quem está indo para um assaltar, vão ficar de olho em todos  principalmente menores de idade.

Se este país tivesse uma política de educação e habitação, por menor que fosse nada disso aconteceria, mas  sem um mínimo de estrutura a corda arrebenta e quem determina as regras do jogo é a classe alta e a média, o Estado recua e se limita a obedecer as vontades de quem pode pagar e os ricos do Rio de Janeiro decidiram isso, chega de dividir praia com pobre. E a classe alta conseguiu essa ação da polícia para proteger seus hotéis e seus ricos hóspedes, mas se realmente fosse tudo do jeito deles iam preferir que a polícia parasse todos os ônibus que vão em direção a praia e fuzilassem todo mundo, a praia no Rio de Janeiro sempre foi considerada território da burguesia, faz tempo que eles andam irritados com tanto pobre por lá.

Essa ação da polícia  de parar e humilhar, porque finalmente vão humilhar as pessoas até que elas desistam de ir a praia é arbitrária e elitista, partir da ideia que no ônibus vão só  bandidos para fazer um arrastão é absurda e mostra o que o mundo já sabe, a polícia do Rio de Janeiro é de ações duvidosas e sinistras.

O que mais incomoda nessa história é que muitos pensam uma coisa e dizem outra. A fachada é uma, a super operação militar no Rio para evitar os arrastões, mas a outra parte é o desejo não tão oculto da classe alta que não quer mais ser perturbada e acredita que comprou a zona sul inteira, tendo então direito total sobre o uso do mar.

Já vi reclamações e mudanças em coisas menores, apenas porque as pessoas que pagam no Brasil acreditam que isso inclui  o isolamento, que o dinheiro impede eles de conviverem com que não querem.

Não adianta mais fazer isso, até que por matemática a classe menos favorecida é maioria, não adianta blindar os carros e isolar a praia, se querem viver melhor tem que ter consciência que isso só será possível em conjunto, ou vivem todos bem, ou nada dará certo. Já está na hora dessa classe alta perceber que não adianta apenas se isolar, se eles conseguem pressionar o Estado  para a polícia se mexer segundo os interesses deles, então que façam a mesma coisa em relação a educação e moradia.

O que não pode continuar acontecendo é esse tipo de ação, que serve para humilhar moradores de outras zonas e intimidar eles, deixando claro que não tem direito a praia.

Eu também queria morar no Rio de Janeiro e frequentar a praia sem ser assaltada, mas tenho plena consciencial que vivo em um país que colapsou socialmente e todos, todos, todos pagamos as consequências da ausência de Estado e não existe um só lugar neste país que seja seguro. Arrastões são coisa séria e a polícia deve agir, mas não se pode agir em contra de todos que pertencem a uma classe social, como se fossem todos responsáveis pelo que alguns fazem.

Uma coisa é saber que somos um país injusto e desigual, outra coisa é fazer as pessoas sentirem isso na pele. A polícia não tem direito de humilhar ninguém, mas é o que vão acabar fazendo, querem coagir as pessoas, fazer elas pensarem duas vezes antes de incomodarem os ricos em suas praias.

E o mais irônico, no desespero a classe alta não pensa direito e não percebe como tudo isso é patético e ignorante.

Pra começar a polícia resolve parar uns ônibus que vem da zona oeste, mas  me pergunto, e o resto do Rio de Janeiro? É uma cidade como todas no Brasil, cercada pela miséria e pobreza, pela falta de moradia e educação e saneamento básico, não tem como mapear um grupo de pessoas, bandidos estão infiltrados em todos os lugares.

E tem uma coisa que eu não queria dizer, porque fica chato. Mas vou contar, eu fui assaltada por uma moça que desceu de uma moto e sei de amigos que foram assaltados por pessoas que no seu carro fecharam outro, ou seja, posso concluir que essa ideia da polícia do Rio de que é só passar um pente nos ônibus que saem da zona oeste e os arrastões vão diminuir é uma ideia bem precária e sem bases reais, parece que nem a polícia de lá conhece bandido, mas eles não precisam de ônibus, eles têm carros.

Quanto a esse desejo maluco da classe alta de ser intocável eu sugiro que comprem uma  ilham e fechem tudo, façam lá um bunker anti-pobre, não deixem ninguém que não seja de sua classe social entrar e sejam felizes. Porque a classe alta brasileira só provou uma coisa até hoje, sua total incapacidade de conviver com qualquer pessoa ou condição social, se acham seres nobres e de sangue azul e querem viver em seus reinos e podem bancar isso, mas que façam isso em outro lugar, porque o Brasil merece cidadãos mais inteligentes e justos, exatamente o que essa classe alta não  é.

Iara De Dupont

3 comentários:

Poeta da Colina disse...

Colapso social, é simplesmente isso. Aqui não existe uma sociedade.

Anônimo disse...

Isso me lembra o Shopping cidade Jardins que para inibir a ida de menos favorecidos simplesmente não fizeram uma entrada para pedestre,ou seja, quem fosse "a pé" teria que entrar pela entrada de serviço. Mas quem vê classe social não vê coração, a maioria dos assaltantes andavam de carro de luxo e vestiam roupas de grife.

Anônimo disse...

Moro na zona Sul, no RJ e observo muito as pessoas na praia, qdo vêem um grupo de menos favorecidos chegam a mudar de lugar, fazer cara feia, fico puta da vida!!!! Todos tem direito de frequentar a praia, mas a "classe alta" se irrita, acham que p espaço é exclusivo deles!!!! Ninguém quer ser assaltado mas olha pro alto escalão do nosso pais um bando de bandido safado, roubam na nossa cara e o q acontece ???? Geralmente Porra nenhuma!!!!! Esse é nosso pais!!!
Thammy

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...