ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

10 novembro 2013

O drama imaginário



Faço essa cara quando o drama se aproxima
Drama é aquela coisa que as pessoas jogam na  vida achando que é pimenta mas não passa de ácido. Dramatizar qualquer situação faz ela parecer pior do que é e corrói toda nossa energia.
Eu cresci em uma família que se fazer drama desse um centavo neste momento seria dona do mundo. Tudo ali era drama e todo o drama aumenta coisas que às vezes são pequenas, aquilo nem tem tanta importância e acaba ficando tamanho do planeta.

Tive um amigo que gostei muito, mas nunca consegui namorar com ele porque não tolerava o nível dramático dele, ele não esperava as situações acontecerem, dramatizava antes, fazia uma história e seguia nela como se fosse real.
Estávamos trabalhando em um projeto juntos quando ele chegou dizendo que teria que sair, porque sua mãe tinha ido ao médico e descoberto que umas manchinhas inocentes na sua mão poderiam ser câncer de pele. Meu amigo surtou, ficou ali chorando, desesperado, dizendo que o pai dele não aguentaria perder a mãe e que ele não tinha mais condições de trabalhar no projeto, já que teria que ser solidário com a mãe no calvário que a esperava. Todo mundo ficou mal esse dia, não conseguimos trabalhar e tivemos problemas de tempo, a saída dele complicou demais e mudou os rumos do projeto.
Meses depois encontrei ele e perguntei pela mãe, ele estava tranqüilo e feliz, a mãe tinha tido uma alergia, não era câncer de pele.

Esse foi um dos eventos que aconteceram, mas eu vivi vários assim com ele, nunca vi alguém dramatizar tanto sua vida, era cansativo estar por perto.
E não escapei, acabei namorando outro rapaz que era pior do que meu amigo, tudo era um `drama ´. Uma vez o pai dele se irritou e saiu batendo a porta, meu namorado cismou que o pai podia se matar, porque saiu irritado e dirigindo, assim acabamos indo atrás do senhor, meu namorado desesperado chorava, gritava, berrava, só parou quando achamos o pai.

Hoje pessoas assim me cansam, puxam muita energia e não tenho mais condições de lidar com isso. Tragédias acontecem e todos aprendem a lidar com elas, mas é doença criar na cabeça tragédias que ainda não aconteceram e contaminar todos que estão por perto.

Um amigo me ensinou a fazer um exercício, eu só lido com o real, o que aconteceu, não trabalho mentalmente no 
''e se ...'' nem no ''pode ser que'', não coloco mais isso na minha cabeça. Se o prédio cair, então eu vejo o que posso fazer, mas não vou ficar pensando o que eu faria em caso do prédio cair nem nas possibilidades de que isso aconteça devido a péssima manutenção.

Também tento fazer isso nos relacionamentos, trabalho com a parte real, não uso mais a imaginária, porque é a que mais machuca.
E não cheguei nesse ponto porque sou um ser evoluído, cheguei aqui porque estou exausta de tanto esforço mental para lidar com meus dramas imaginários e os da minha família e amigos. A gente só consegue mudar as coisas quando elas nos levam ao limite e nos cansam, caso contrário ficamos acomodados ali.

A maneira de viver dos outros nos cansam e tiram muito nossa energia, mesmo só lidando com as coisas reais que já aconteceram ficamos cansados, imagina ainda lidar com suposições, chega um ponto que é humanamente impossível lidar com tudo isso, ou separamos as coisas ou as coisas nos separam em mil pedaços, impossíveis de juntar e os dramáticos, aqueles que nos surtavam com sua energia não estarão por perto para nos ajudar, pelo contrário, já estarão bem longe dramatizando a vida e enchendo o saco de outros.

Iara De Dupont

Um comentário:

Poeta da Colina disse...

Pois é, há pessoas que dão muita preguiça.

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...