ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

24 novembro 2013

Fazer o que? Comigo a conversa é longa....


No momento vivo uma transição planetária, vou mudando aos poucos, estou saindo de uma pessoa boa e trouxa para uma mais esperta e acordada para a vida. Descobri muito tarde que eu não tinha habilidades naturais para sobreviver neste mundo e tive que desenvolver uma filha-da-putice urgente, quase sintética para poder sair viva da água, já que eu estava em um estágio de virar comida para peixes.

Perdi o respeito por muitas coisas nesta vida, estou em um momento de jogar fora valores e ideias que não funcionaram e de quem eu fui só guardei duas coisas na gaveta, continuo acreditando que lugar de animal é fora de laboratórios e circos e tenho uma profunda gratidão por todas as pessoas que passam pelo meu blog, dão uma lida ou mandam comentários, sou grata a todas, porque este período de transição tem sido muito duro e solitário, o blog virou para mim a única certeza que tenho neste momento.

E algumas pessoas me mandam e-mails com algumas perguntas e sugestões, eu leio todos, mas alguns não sei como responder, especialmente um dos últimos.

Uma moça me mandou um e-mail e me disse que gosta muito do meu blog, que passa por aqui todos os dias, mas tem um problema, ela lê  o blog no intervalo da tarde no seu emprego e gostaria de saber se eu poderia resumir os posts e escrever eles mais curtos.

O e-mail dela foi muito educado, caso contrário eu teria dito diretamente a ela que existem milhões de blogs, inclusive muito melhores do que o meu, onde o autor coloca apenas uma frase de impacto ou escreve textos de no máximo cinco linhas.

A internet é um território tão vasto e tão cheio de blogs que não entendo como alguém te pede para escrever menos. Até porque todos temos a capacidade de ''passar o olho'' se não gostamos do texto ou do assunto, a gente dá uma geral e muda de blog.

Enfim, não, eu não posso escrever menos, na verdade eu não posso viver menos nem fazer nada menos. E isso porque eu não tenho um programa de rádio ainda, mas quando tiver as pessoas vão entender que meu posts são resumidos, eu falo mil vezes mais do que escrevo.

Meus posts não são acadêmicos nem documentos oficiais, não são decretos nem contratos, eu escrevo como penso, começo com uma coisa, depois lembro de outra e vai e ainda de noite converso com algumas pessoas e fico naquele assunto algumas horas. Sempre mantive essa ideia, meu blog é uma varanda, eu sento para conversar, contar e escutar ''casos e causos'', não sou mineira, mas gosto de escrever como uma, de conversas longas. Apesar de ter nascido em São Paulo e ter a pressa natural da cidade na hora de escrever eu me estendo e os posts são longos mesmo, mas conversa foi feita para isso, para durar....

Iara De Dupont





6 comentários:

Carolina disse...

Oi, Iara!

Tb passo por esse momento de transição. Se pudesse, seria fofa com todos, mas cheguei à conclusão que são raríssimas as pessoas com as quais posso ser assim.
Como as percepções são diferentes. Se pudesse, pediria para vc alongar seus textos. rs... Dá sempre vontade de ler mais.
Beijos,
Carol

Insana disse...

Olá Moça, eu vivi por um momento tão intenso quanto este seu, só que eu reagir diferente, não conseguia mais escrever, pois escrevia meus sentimentos e durante este período deixei de sentir..
deixei de sentir dor, alegria... e assim não escrevia... o vazio passou, as letras estão voltando e eu estou gostando.
Durante este período, tentei por varias vezes fazer como vc, escrever e escrever, mais nada saia...
Parabéns ...
Bjs
Insana

Iara De Dupont disse...

Carol, obrigado pelo apoio! É engraçado a percepção de cada um mesmo, mas eu não tenho como escrever menos...Ah, falando nisso vi teu link sobre a cachorrinha filha do capeta, fiz um post, vou colocar na terça, beijos!

Iara De Dupont disse...

Carol, obrigado pelo apoio! É engraçado a percepção de cada um mesmo, mas eu não tenho como escrever menos...Ah, falando nisso vi teu link sobre a cachorrinha filha do capeta, fiz um post, vou colocar na terça, beijos!

clarissa disse...

por favor, Iara, não escreva menos... seus posts são uma inspiração para mim, mesmo que às vezes eu discorde de algumas coisas, todo dia passo por aqui para pensar um pouco sobre a vida com a sua ajuda. beijo grande

Alessandra Tofoli disse...

Peço justamente o contrário...escreva mais (rs).
Adoro seus textos. Também leio aqui no trabalho, num tempinho e outro que tenho sempre venho ver se tem coisa nova. Há dias que não dá, simplesmente não consigo entrar e no dia seguinte adoro pq. entro e tem mais de um texto pra ler.
Bjs

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...